! Na estréia de Evaristo, Atlético-PR bate Fla - 02/10/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  02/10/2005 - 20h02
Na estréia de Evaristo, Atlético-PR bate Fla

Da Redação
No Rio de Janeiro

Ex-atacante do Flamengo nas décadas de 1950 e 1960, Evaristo de Macedo estreou como técnico do Atlético-PR afundando seu ex-clube no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, os paranaenses, atuando na Arena da Baixada, venceram o clube da Gávea por 2 a 0. O duelo foi válido pela 29ª rodada.

TUDO DE NOVO
Na manhã deste domingo, o desembargador Luiz Zveiter, presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), anulou os 11 jogos que o ex-árbitro Edílson Pereira de Carvalho apitou no Campeonato Brasileiro.

Com essa decisão, as partidas serão realizadas novamente, com portões abertos para o público. Oito delas já tem data marcada: 12 e 19 de outubro. "Com portões abertos, minimiza-se o prejuízo do torcedor", disse Zveiter. Leia mais
Ameaçado pelo rebaixamento, o Atlético-PR chegou aos 36 pontos e abriu cinco da "área do caos". O mesmo não acontece com o Flamengo. A cada rodada a equipe se aproxima mais dos quatro últimos. No momento tem 31 pontos, apenas um a mais do que o Atlético-MG.

Na partida deste domingo, mais uma vez o time do Rio de Janeiro teve jogadores expulsos: Fabiano, aos 21min do primeiro tempo, quando o confronto ainda estava empatado e Fábio Júnior, no segundo tempo. Já são seis vermelhos nos últimos quatro jogos e 12 no Campeonato Brasileiro.

"Expulsão já virou rotina para a gente", disse Andrade, inconformado. Reclamar do árbitro Cleber Wellington Abade foi praxe após o confronto. "Está difícil. Todo mundo contra a gente", queixou-se o zagueiro Júnior Baiano. No segundo tempo, também aos 21min, Jancarlos foi expulso pelo lado atleticano.

O resultado encerra uma semana conturbada no Flamengo. Sacados da equipe titular, tanto o zagueiro Fernando como o atacante Obina reclamaram da decisão de Andrade e causaram mal-estar. Os dois sequer viajaram para Curitiba, mas os motivos foram distintos. Fernando acabou afastado por dois jogos pela diretoria e o centroavante sentiu dores na coxa.

Para amenizar a pressão, a delegação não voltará ao Rio de Janeiro e seguirá direto para Brasília. No Distrito Federal enfrentará o Brasiliense, quarta-feira. No mesmo dia, o Atlético-PR enfrentará o Fortaleza, no Castelão.

A estréia de Evaristo de Macedo, que substituiu Antônio Lopes, não foi a única novidade da noite. Após mais de 11 meses, Dagoberto retornou aos gramados. O atacante entrou no segundo tempo e mesmo fora de forma foi bastante aplaudido pela torcida.

O jogo
Apesar de atuar fora de casa, os cariocas não começaram a partida retraídos. Os dois times dividiram as ações ofensivas, mas pouco finalizaram nos primeiros minutos. Quando arriscaram, a pontaria não favoreceu.

O primeiro lance de real perigo aconteceu aos 13min. Fábio Júnior ganhou de Paulo André na corrida e bateu muito próximo ao ângulo esquerdo de Thiago Cardoso. A resposta atleticana aconteceu aos 16min. Finazzi levantou na área e Evandro, livre, cabeceou para fora.

A chegada mais incisiva do Flamengo aconteceu aos 17min. Fellype Gabriel levantou na área, Fábio Júnior cabeceou na trave e no rebote Renato chutou em cima de Josafá, que estava caído.

Quando os visitantes estavam melhor, Fabiano estragou tudo. O volante foi imprudente e acabou expulso aos 21min do primeiro tempo. Na cobrança da falta, Aloísio acertou o travessão.

Para recompor o esquema defensivo, o técnico Andrade tirou o atacante Josafá e colocou o zagueiro Rodrigo. O Atlético-PR se arrumou em campo e passou a sufocar. Marcão chutou de fora da área, Diego falhou, mas a bola foi na trave. Na sobra, o próprio Marcão chutou e o goleiro flamenguista agasalhou.

Esporadicamente no ataque, o Flamengo igualou o placar de bolas na trave aos 31min. Renato levantou, Rodrigo cabeceou e a bola tocou no travessão antes de Thiago Cardoso defender.

De tanto a trave impedir a abertura do placar, a defesa do Flamengo resolveu colaborar. Jancarlos cobrou falta lateral da direita, ninguém cortou e a bola entrou.

Perdido em campo, o Flamengo sofreu mais um aos 43min. O colombiano Ferreira entrou livre no lado direito e chutou forte para marcar. Na jogada, os visitantes reclamaram de falta de Finazzi sobre Renato Silva.

"Ele [Cléber Wellington Abade] é um safado", declarou o zagueiro rubro-negro. No intervalo, os jogadores e o técnico Andrade foram em direção ao árbitro Cleber Wellington Abade.

O Atlético-PR continuou superior no segundo tempo, mas sem criar chances. Aos 21min, Jancarlos levantou André e também foi expulso. Na cobrança da falta, Renato bateu forte e Thiago defendeu.

Quando o Flamengo melhorou, mais uma vez um jogador foi imprudente e acabou expulso. Aos 25min, Fábio Júnior segurou Evandro e acabou expulso. Sem força, os cariocas apenas assistiram aos minutos passarem.

Ao Atlético-PR, coube comemorar os pontos valiosos e a volta de Dagoberto, que não atuava havia cerca de dez meses.

ATLÉTICO-PR
Thiago Cardoso; Jancarlos, Danilo, Paulo André e Marcão; André Conceição, Cristian, Evandro e Ferreira; Aloísio (Denis Marques) e Finazzi (Dagoberto)
Técnico: Evaristo de Macedo

FLAMENGO
Diego; Leonardo Moura, Renato Silva, Júnior Baiano e André; Fabiano, Jônatas (Marcelo Moscatelli), Renato e Fellype Gabriel (Diego Souza); Josafá (Rodrigo) e Fábio Júnior
Técnico: Andrade

Data: 2/10/2005
Local: estádio Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Árbitro: Cleber Wellington Abade (SP)
Auxiliares: Marinaldo Silvério e Evandro Luis Silveira (Ambos de SP)
Cartões amarelos: Fabiano (F), Paulo André (A), Jancarlos (A), André (F), Evandro (A)
Cartões vermelhos: Fabiano (F), Jancarlos (A) e Fábio Júnior (F)
Gols: Jancarlos, aos 35min, Ferreira, aos 43min do primeiro tempo

Leia mais
Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias