! Sem jogar bem, Cruzeiro vence Juventude - 01/10/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  01/10/2005 - 17h53
Sem jogar bem, Cruzeiro vence Juventude

Da Redação
No Rio de Janeiro

Mesmo sem ter uma boa atuação, o Cruzeiro venceu. Com gols de Alecsandro e Kelly, o time mineiro venceu o Juventude por 2 a 0 neste sábado à tarde, no estádio Independência, em partida válida pela 29ª rodada do Brasileirão.

O duelo foi disputado com os portões fechados, como punição ao Cruzeiro pelo fato de um torcedor ter atirado um relógio em campo na derrota por 6 a 2 para o Fluminense, na 25ª rodada.

Mas os torcedores não perderam um grande espetáculo. Com muitos passes errados e poucos lances de perigo, as equipes não apresentaram, especialmente no primeiro tempo, um futebol de bom nível técnico.

"A gente sabia que seria um jogo assim. Até pela escalação que nós vimos antes da partida. Eles estão congestionando o meio, jogando com três zagueiros e um volante. Seria muito difícil, mas a paciência a perseverança da equipe contou muito no jogo de hoje [sábado]", disse o meia Kelly.

De qualquer forma, o triunfo deve permitir ao time de Minas terminar a rodada entre os onze primeiros colocados, que garantem vaga para a Copa Sul-Americana de 2006. O Cruzeiro pulou para os 43 pontos.

JEJUM DO JUVENTUDE
AdversárioPlacar
Vasco2 x 5
Paysandu0 x 3
Coritiba0 x 0
Botafogo0 x 0
Cruzeiro 0 x 2
Além disso, o time dirigido por Paulo César Gusmão, que recentemente colecionou sete derrotas consecutivas, agora está invicto há três jogos, já que venceu a Ponte Preta na última rodada e no meio de semana bateu o Vélez Sarsfield-ARG, pela Sul-Americana.

Já o Juventude completou cinco partidas sem vitória pelo Brasileiro. A última foi no dia sete de setembro, quando bateu o Paraná por 2 a 0. Para piorar, a equipe de Sebastião Lazaroni não marca gol há quatro rodadas, desde a derrota por 5 a 2 para o Vasco. O time segue com 38 pontos e se afasta da zona da Sul-Americana.

Ambos os times voltam a jogar no próximo meio de semana. Na quarta-feira, O Cruzeiro enfrentará o Vasco, às 20h30, em São Januário. Um dia antes, o Juventude encara a Ponte Preta no Moisés Lucarelli, às 20h30.

O jogo
Os minutos iniciais do primeiro tempo deram a falsa impressão de que teríamos uma etapa bem jogada. Aos 12min, Diego recebeu na área sozinho, mas se atrapalhou na conclusão e bateu em cima de Fabiano. Aos 14min, o troco gaúcho. Antonio Carlos desviou de cabeça para Josiel, que na pequena área cabeceou e Fábio fez arrojada defesa.

Depois disso, o que se viu foi uma sucessão de passes errados e equipes pouco inspiradas. Do lado mineiro, Diego lutou sozinho na frente contra a monotonia, enquanto os visitantes, no esquema 3-6-1, deram a impressão de estarem satisfeitos com o empate.

Somente aos 41min um novo lance de perigo. Fininho cobrou falta de longe, Fábio se atrapalhou e soltou. No rebote, Leandro Moreno acertou a trave. "O quique da bola me enganou. Tenho que prestar muita atenção, porque esse gramado engana", disse o goleiro do Cruzeiro, na saída para o intervalo.

O Juventude voltou para o segundo tempo mais solto. Com Juliano no lugar de Leandro Moreno, a equipe deixou de lado a postura mais cautelosa da primeira etapa e, aos 11min, Índio quase abriu o placar, cabeceando rente a trave esquerda de Fábio.

Jogando em casa, o Cruzeiro viu a necessidade de atacar e, mesmo sem ser brilhante, conseguiu chegar ao seu gol. Aos 27min, Wagner fez cruzamento na segunda trave para Wando, que tocou de primeira para Alecsandro. Com oportunismo, o atacante desviou sem chances para Fabiano.

Aos 42min, Wando foi derrubado na área por Lauro. Kelly cobrou o pênalti com categoria e fechou o placar do jogo.

CRUZEIRO
Fábio; Jonathan, Marcelo Batatais, Leandro e Wagner; Diogo, Fábio Santos, Adriano (Wando) e Kelly; Alecsandro e Diego
Técnico: Paulo César Gusmão

JUVENTUDE
Fabiano; Chicão, Antônio Carlos e Índio; Lucas, Daniel, Lauro, Caíco, Leandro Moreno (Juliano) e Fininho (Roger); Josiel (Marcelinho)
Técnico: Sebastião Lazaroni

Local: Estádio independência
Árbitro: Luiz Alberto S. Bites (GO)
Cartões amarelos: Leandro (C), Antonio Carlos (J), Lauro (J)
Gols: Alecsandro, aos 27min, Kelly, aos 41min do segundo tempo

Leia mais


Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias