! Na saída do treinador, Corinthians bate o Flamengo - 25/09/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  25/09/2005 - 17h57
Na saída do treinador, Corinthians bate o Flamengo

Da Redação
No Rio de Janeiro

O Corinthians venceu o Flamengo por 3 a 1 e terminou a rodada na vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Mesmo assim, o jogo marcou a despedida do técnico Márcio Bittencourt. Na saída do treinador, o atacante argentino Carlos Tevez apresentou-se em grande estilo ao presidente rubro-negro, Márcio Braga.

EFE
Jogadores do Corinthians comemoram o segundo gol do time contra o Flamengo
Na sexta-feira, o dirigente debochou do argentino ("Quem é Tevez?", ironizou) e sofreu o revés neste domingo, quando o atacante marcou dois gols na vitória corintiana por 3 a 1, no Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro. O jogo foi válido pela 28ª rodada.

"Agora ele [Márcio Braga] me conhece, dentro de campo ele me conhece", declarou Tevez, após a partida. Presente no estádio, o dirigente assistiu à exibição do argentino sem esboçar reação.

"Realmente ele é muito bom. Tocou duas vezes na bola e fez dois gols", rendeu-se o presidente do Flamengo.

Apesar da "resposta" do atacante ao flamenguista, o que mais chamou a atenção na partida foi a confirmação da demissão do treinador do time alvinegro antes mesmo de o jogo começar.

Embora o Corinthians esteja com 50 pontos e na briga pela liderança da competição, a diretoria paulista entendeu que o treinador era "inexperiente" e resolveu afastá-lo. Os números de Bittencourt são os melhores dos últimos 15 anos. Em 28 jogos foram 17 vitórias, cinco empates e seis derrotas.

"Eu, particularmente, saio bastante tranqüilo. Estou engatinhando ainda, começando minha carreira como técnico. Devo muito do que eu sou ao Corinthians, que abriu as portas para mim", disse o treinador, que preferiu não polemizar.

O ADEUS DE MÁRCIO
Antes da partida deste domingo, contra o Flamengo, Márcio Bittencourt foi comunicado sobre sua saída do comando técnico do Corinthians. O treinador aparentou compreensão ao comentar o afastamento.

"O Corinthians vai seguir o caminho dele sem mim. (...) Desde que eu assumi, sabia que ia passar por isso alguma hora. Infelizmente, chegamos a um momento complicado", disse.

Quando marcou seu gol, Nilmar correu o campo inteiro e deu um abraço fraternal em Bittencourt. Tevez, de longe, também "ofereceu' um de seus gols ao ex-treinador. Antes da partida, houve comoção no vestiário.Leia mais
O substituto dele provavelmente será Antônio Lopes, que estava no Atlético-PR. Nelsinho Baptista também foi contatado nos últimos dias e corre por fora. A diretoria justificou a demissão como um "longo processo que não tem a ver com os resultados".

Se o Corinthians, bem posicionado, está em crise, o resultado desastroso deve ter impacto na Gávea. O time voltou a ter um jogador expulso - o quarto em três jogos - e segue estacionado nos 31 pontos. Graças ao empate do Atlético-MG, porém, a equipe segue fora da zona de rebaixamento.

O técnico Andrade, que era o único invicto neste Brasileiro, perdeu após oito jogos (seis empates e duas vitórias). A torcida hostilizou bastante e gritou "olé" contra o próprio time nos minutos finais.

Depois de uma seqüência de três jogos no Rio de Janeiro, o Flamengo coloca o pé na estrada e no próximo domingo enfrenta o Atlético-PR, em Curitiba. O duelo colocará frente a frente dois times muito ameaçados pelo rebaixamento.

O Corinthians, antes do Brasileiro, terá o confronto com o River Plate, na Argentina, pelo Sul-Americana. No jogo de ida houve empate sem gols. Pelo Nacional, o próximo compromisso dos paulistas será no domingo, contra o Brasiliense, no Pacaembu.

O jogo
O Flamengo até começou a partida melhor, mas um erro grotesco de Leonardo Moura facilitou a vida corintiana. Aos 7min, o lateral recuou a bola erradamente, Nilmar aproveitou e bateu na saída de Diego. Demonstrando apoio a Márcio Bittencourt, o atacante correu até o treinador e o abraçou.

Na seqüência, aos 9min, Fellype Gabriel, de calcanhar, deixou Leonardo Moura na frente de Fábio Costa, mas o lateral vacilou e perdeu a oportunidade de se redimir. Com mais posse de bola, mas com dificuldades em penetrar, o Flamengo empatou aos 21min.

No momento em que era xingado pela torcida rubro-negra, Obina fez boa jogada pela esquerda e cruzou para a área. Renato ajeitou e Fellype Gabriel, que não marcava um gol desde março, completou para as redes.

CADÊ O CRITÉRIO?
O Flamengo chiou contra o critério utilizado pelo árbitro Elvécio Zequetto. No primeiro tempo, ele expulsou Augusto Recife por sucessão de faltas violentas, mas não fez o mesmo com os corintianos Wendel e Hugo.

"Em um momento desses, todos eles [árbitros] ficam sob suspeita. Ele se omitiu. Tanto que o Márcio [Bittencourt] optou por tirar o Wendel, que fez muitas faltas e continuou em campo", declarou Andrade. Leia mais
Talvez surpresos pela notícia da demissão do treinador, os jogadores do Corinthians pareciam sedados no primeiro tempo. Aos 32min, Tevez recebeu livre de Roger, mas dominou precariamente e Diego se antecipou e fez a defesa.

A imprudência causou a expulsão de Augusto Recife, aos 38min. Ele já tinha cartão amarelo e derrubou Coelho com violência. Porém, o árbitro Elvécio Zequetto demonstrou falta de critério dois minutos depois. O corintiano Hugo, que também já tinha amarelo, deu um pisão em Fernando e continuou em campo.

Com um a menos, o Flamengo se perdeu e terminou o primeiro tempo sendo pressionado. Aos 47min, Nilmar entrou pela direita e chutou para fora. No intervalo, Márcio Bittencourt tirou Wendel, que estava pendurado, e colocou Edson.

No segundo tempo, os cariocas voltaram mais organizados e, aos 3min, Renato cobrou falta e Fábio Costa espalmou com dificuldade. Muito mal na partida, Obina foi substituído por Fábio Júnior, aos 9min.

O atacante entrou fazendo fila. Porém, na hora do passe final, ele tocou forte e Fellype Gabriel não conseguiu alcançar. Aos 15min, Novamente Fábio Júnior assustou, mas Fábio Costa bloqueou o cruzamento.

Quando a partida entrava em um ritmo moroso, Tevez calou Márcio Braga, aos 21min. Ele recebeu passe de Hugo e tocou na saída de Diego. O argentino, que não marcava havia oito jogos, deslanchou aos 30min. Tevez recebeu livre, driblou Renato Silva e decidiu a partida.

No fim, o Corinthians ainda desperdiçou oportunidade de desperdiçar com Nilmar e a torcida do Flamengo ofendeu o próprio time.

FLAMENGO
Diego; Leonardo Moura, Renato Silva, Fernando e André; Augusto Recife, Diego Souza, Renato e Souza (Róbson); Fellype Gabriel (Leonardo Mattos) e Obina (Fábio Júnior)
Técnico: Andrade

CORINTHIANS
Fábio Costa; Coelho, Betão, Marinho e Gustavo Nery; Bruno Octávio, Wendel (Edson), Hugo e Roger; Nilmar e Tevez
Técnico: Márcio Bittencourt

Local: estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Elvécio Zequetto (MS)
Auxiliares: Paulo César Ferreira e Paulino Mariano Fernandes
Cartões amarelos: Wendel (C), Augusto Recife (F), Hugo (C), Tevez (C), Betão (C), Fábio Júnior (F), Júnior (F)
Cartão vermelho: Augusto Recife (F)
Gols: Nilmar, aos 7min, e Fellype Gabriel, aos 21min do primeiro tempo; Tevez, aos 21min e aos 30min do segundo tempo

Leia mais

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias