! 'Fácil', Goiás goleia Paysandu e dorme vice-líder - 21/09/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  21/09/2005 - 22h20
'Fácil', Goiás goleia Paysandu e dorme vice-líder

Da Redação
Em São Paulo

Surpresa no primeiro turno, o Goiás continua sua caminhada para se tornar uma ameaça concreta na disputa pelo título do Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, o time do Cerrado goleou o Paysandu por 4 a 1 com muita tranqüilidade, no estádio Serra Dourada, e pulou para o segundo lugar.

GENINHO: INVICTO EM CASA NO BR

Adversário

Placar

Data

Fortaleza2 x 123/07
Atlético-MG3 x 130/07
Juventude 1 x 011/08
Flamengo 2 x 014/08
Paraná1 x 124/08
Cruzeiro1 x 010/09
Paysandu4 x 121/09
"Foi um resultado importante porque os adversários não abriram vantagem. Estamos fazendo a nossa parte. Mas poderíamos ter rendido muito mais. Perdemos muitos gols", afirmou o técnico Geninho.

O resultado eleva a equipe para a marca dos 47 pontos, na vice-liderança. O time tem a mesma pontuação de Fluminense, que empatou com o Flamengo, e Santos (venceu o Palmeiras), mas leva vantagem sobre ambos no número de vitórias (14 contra 13).

Enquanto os goianos seguem brigando na parte de cima da tabela, os paraenses voltam a amargar a última colocação. O tropeço na região Centro-Oeste mantém o Paysandu com apenas 23 pontos, mas o coloca novamente na lanterna, já que o Figueirense venceu o São Caetano.

Não bastasse a iminente possibilidade de cair para a Série B, o clube vê a interrupção na melhora de seu rendimento. A equipe bicolor vinha de duas vitórias consecutivas (São Caetano e Juventude) e um empate (Ponte Preta).

Já o Goiás segue com ótimo rendimento em casa sob o comando de Geninho no Nacional-05. Em sete partidas, o time obteve seis vitórias e apenas um empate. A última derrota em Goiânia aconteceu no dia 16 de julho, quando foi batido por 3 a 1 pelo Brasiliense, ainda com Édson Gaúcho.

O confronto contra o Paysandu serviu também para o Goiás acabar com um jejum de gols. O clube não balançava as redes adversárias mais de uma vez em uma mesma partida desde 14 de agosto, data da vitória por 2 a 0 sobre
o Flamengo, no Serra Dourada.

O Paysandu volta a jogar fora de casa no próximo sábado. O time enfrenta o São Paulo, às 16h, no Morumbi. Já o Goiás vai a campo apenas no domingo para visitar o Palmeiras, às 18h10, no Parque Antarctica.

O jogo
Pressionando desde o início, o Goiás quase abriu o placar logo aos 6min. André Leone foi ao ataque pela esquerda e chutou cruzado. A bola passou muito próxima à trave e saiu. No minuto seguinte, Souza levantou da direita e Rodrigo Tabata, livre na área, cabeceou para fora.

'SOMBRA' ACORDA SOUZA
A chegada dos veteranos Dodô e Jardel parece ter mexido positivamente com o atacante Souza, do Goiás. Questionado quando desembarcou no clube, o jogador chegou nesta quarta-feira ao 11° gol no Campeonato Brasileiro e ficou a seis do artilheiro Róbson (17).

O rendimento do ex-vascaíno, inclusive, vem crescendo a cada rodada. O jogador balançou as redes nos últimos três jogos, sendo duas vezes contra o Paysandu.

"Estou fazendo meu trabalho e procurando ajudar a equipe. Fico feliz por ver que os gols estão saindo, mas o importante é que nosso time está fazendo uma grande campanha", afirmou.
Sem dar espaço para o adversário atacar, o time alviverde não demorou a chegar ao primeiro gol. Aos 15min, Rodrigo Tabata cobrou falta pela direita e Roni cabeceou entre os zagueiros, acertando o canto esquerdo do goleiro Alexandre Fávaro.

Nem mesmo a desvantagem fez o clube de Belém acordar. Sem poder de criação no meio-campo, a equipe não conseguiu criar boas jogadas para os atacantes Róbson e Ceará que, bem marcados pelo trio de zagueiros rivais, não ofereceram perigo a Harlei.

Aos 32min, o Goiás chegou ao segundo gol em falha de marcação da zaga bicolor. O atacante Souza recebeu passe pelo alto na área, dominou a bola e chutou forte no canto direito da meta.

"Estamos fazendo uma boa partida, mas não podemos menosprezar o
adversário. Temos que manter esse ritmo no segundo tempo para tentar ampliar a vantagem", afirmou o atacante Roni na saída para o intervalo.

No segundo tempo, o Goiás reapareceu pressionando e quase ampliou aos 3min. Roni aproveitou cruzamento da direita e pegou de primeira. Alexandre Fávaro rebateu nos pés de Souza, que soltou a bomba. A bola desviou em João Carlos, na trave, nas pernas do goleiro e saiu.

Quatro minutos depois, no entanto, o time alviverde marcou. Jadílson invadiu a área pela esquerda e chutou para defesa do goleiro. No rebote, o próprio lateral cruzou e Souza apenas completou de cabeça para fazer seu 11° gol no Nacional-05.

O Paysandu descontou aos 27min, um minuto depois de Roni acertar um chute contra a trave. Balão fez jogada individual e tocou para Rodrigo disparar da entrada da área e acertar o canto esquerdo de Harlei.

Aos 43min, o Goiás fechou o placar. Jorge Mutt recebeu pela esquerda e bateu cruzado. A bola bateu na trave e foi para as redes.

GOIÁS
Harlei; André Dias, André Leone e Rogério Corrêa (Júlio Santos); Paulo Baier, Danilo Portugal, Cléber, Rodrigo Tabata (Jorge Mutt) e Jadílson; Roni e Souza (Dodô)
Técnico: Geninho

PAYSANDU
Alexandre Fávaro; Luís Henrique, João Carlos e Felipe Saad (Rodrigo); Marco Aurélio, Vânderson, Gian, Luiz Augusto (Alemão) e Leandro Eugênio; Róbson e Ceará (Balão)
Técnico: Gílson Kleina

Local: estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Árbitro: Antônio Hora Filho (SE)
Auxiliares: Edmo Oliveira Santos e Ivaney Alves de Lima (ambos do SE)
Cartões amarelos: Leandro Eugênio (P), Roni (G)
Gols: Roni, aos 15min, e Souza, aos 32min do primeiro tempo; Souza, aos 7min, Rodrigo, aos 27min, e Jorge Mutt, aos 43min do segundo tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias