! Internacional vence Atlético-PR e assume a ponta - 18/09/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  18/09/2005 - 18h00
Internacional vence Atlético-PR e assume a ponta

Da Redação
No Rio de Janeiro

O Campeonato Brasileiro conheceu neste domingo o seu sétimo líder depois de 26 rodadas: o Internacional. Na tarde deste domingo, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, a equipe gaúcha venceu o Atlético-PR por 3 a 2, de virada, e assumiu o topo da tabela, com 47 pontos - o time foi beneficiado pelo empate do Fluminense com o Coritiba.

"Foi um jogo sensacional e ganhamos mais uma vez na raça. Estão todos de parabéns, independentemente da liderança", declarou o técnico Muricy Ramalho na saída do gramado.

ESTRÉIAS DE SUCESSO
Sem Fernandão, que lesionou o tornozelo esquerdo na partida contra o Rosário Central, pela Copa Sul-Americana, no meio de semana, o técnico Muricy Ramalho promoveu a estréia do atacante colombiano Rentería, que acabou sendo um dos destaques da partida.

"Me senti muito bem dentro de campo. Fico feliz por ter ajudado os meus companheiros", resumiu o jogador, que deu um belo voleio no lance do primeiro gol gaúcho.

O outro estreante da tarde foi o meia Márcio Mossoró. Após levar o Paulista, de Jundiaí-SP, ao título da Copa do Brasil e de salvar a equipe do rebaixamento na Série B, o jogador entrou no segundo tempo e teve boa movimentação.
Há seis jogos sem perder (cinco vitórias e um empate), a equipe segue em ótima arrancada. Depois de terminar o primeiro turno na sétima colocação, o Inter não sabe o que é ficar fora das cinco primeiras colocações no segundo turno do Nacional.

Do lado do Atlético-PR, o fantasma do rebaixamento volta a assombrar o time da Arena da Baixada, como aconteceu em boa parte do primeiro turno. Com 30 pontos somados, o rubro-negro está na 17ª colocação, apenas dois pontos acima do Atlético-MG, primeiro dos rebaixados.

Com a derrota deste domingo, os comandados do técnico Antonio Lopes completam quatro rodadas sem vencer. Neste returno de Brasileiro, o clube de Curitiba venceu apenas uma vez, empatou duas e perdeu outras duas. Confira tabela abaixo.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, ambas as equipes voltam a campo na quarta-feira. Enquanto o Internacional duela com o Fortaleza, fora de casa, às 19h30, o Atlético-PR recebe o Botafogo, às 20h30, na Arena da Baixada.

O jogo
Jogando fora de casa, o Atlético-PR surpreendeu logo no início. Aos 4min, Denis Marques subiu pela esquerda e tocou para Finazzi, dentro da área. O atacante dominou de costas, girou, tirou do zagueiro Wilson e chutou forte, sem chances para Clemer.

JEJUM RUBRO-NEGRO
AdversárioDataPlacar
Juventude27/82 x 2
Santos7/93 x 3
Corinthians11/90 x 2
Internacional18/92 x 3
O gol, entretanto, não assustou o Inter, que passou a encurralar o adversário no seu campo. O empate aconteceu aos 18min, quando Élder Granja cruzou da direita. Renteria voleou na trave esquerda. A bola sobrou para Ricardinho, de fora da área, acertar belo chute, sem chances para Diego.

A virada não tardou. Aos 24min, em cobrança de falta ensaiada, Rafael Sobis passou por cima da bola e Jorge Wagner, de perna esquerda, acertou o ângulo direito do goleiro Diego.

O Inter dominava as ações e perdeu chances de aumentar. Aos 33min, Ricardinho pegou de voleio, de fora da área, e levou grande perigo. A bola passou rente à trave direita do camisa 1 atleticano.

O estreante Renteria foi destaque na primeira etapa, que viu uma blitz do time gaúcho. Mas logo no primeiro lance da etapa final, o Atlético-PR trocou passes no campo de ataque até a bola chegar a Denis Marques, dentro da área. De primeira, o atacante bateu forte, no canto esquerdo de Clemer, e empatou a partida no Beira-Rio.

O gol foi um balde de água fria no Internacional. O Atlético-PR, aos poucos, equilibrou o jogo, apesar de não levar grande perigo. O técnico Antônio Lopes resolveu segurar o resultado e colocou Douglas no lugar de André Conceição.

A mudança, entretanto, surtiu efeito contrário. Aos 28min, Rafael Sobis dominou, girou e bateu no ângulo esquerdo de Diego. Em vantagem no placar, o técnico Muricy Ramalho promoveu a estréia de Márcio Mossoró, a terceira alteração.

Momentos depois, Wilson lesionou a virilha e ficou sem condições de jogo. Sem poder ser substituído, ele permaneceu em campo, restando dez minutos para terminar a partida. Na raça e no grito da torcida, o time gaúcho resistiu e assegurou a vitória de virada.

INTERNACIONAL
Clemer; Ricardinho, Wilson, Edinho e Elder Granja; Gavilán, Perdigão (Wellington), Tinga (Bolívar) e Jorge Wagner; Rentería e Rafael Sobis (Márcio Mossoró)
Técnico: Muricy Ramalho

ATLÉTICO-PR
Diego; Jancarlos, Danilo, Juninho e Marcão; André Conceição (Douglas), Cristian, Thiago Almeida (Caetano) e Evandro; Finazzi e Denis Marques
Técnico: Antônio Lopes

Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Luís Marcelo Vicentin Cansian (SP)
Auxiliares: Giovani César Canzian e Nilson de Souza Monção (SP)
Cartões amarelos: Juninho (A), Perdigão (I)
Gols: Finazzi, aos 4min, Ricardinho, aos 18min, E Jorge Wagner, aos 24min do primeiro tempo; Denis Marques, a 1min, E Rafael Sobis, aos 28min do segundo tempo

Leia mais


Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias