! Invencível em casa, Palmeiras derrota o Cruzeiro - 17/09/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  17/09/2005 - 20h06
Invencível em casa, Palmeiras derrota o Cruzeiro

Da Redação
Em São Paulo

A invencibilidade do técnico Emerson Leão no Parque Antarctica está mantida. Nesta noite de sábado, mesmo com um jogador a menos desde o final do primeiro tempo, o Palmeiras derrotou o Cruzeiro por 2 a 1, de virada, e entrou de vez na briga pelo título do Campeonato Brasileiro.

Fernando Santos/Folha Imagem
Jogadores do Palmeiras comemoram o gol de Gioino, que deu a vitória diante do Cruzeiro
"Estou muito feliz pelo jogo e pelo resultado. Mas estou muito mais feliz pelo trabalho coletivo que os jogadores desenvolveram. Antes éramos um time de gozação e agora somos uma equipe de preocupação. Não somos credenciados ao título e não estou de sapato alto porque sei as peças que o futebol pode pregar", afirmou Leão.

O placar faz o time alviverde manter a ascensão no Campeonato Brasileiro. A equipe segue em sexto lugar, com 42 pontos, mas a apenas dois do Goiás, quarto colocado e útimo que ficaria com vaga na Libertadores.

Já o Cruzeiro permanece em queda livre desde a saída do artilheiro Fred, negociado com o Lyon, da França. O clube acumula seis derrotas consecutivas (quatro pelo Nacional e duas pela Sul-Americana) e permanece com 37 pontos, em 11º, se afastando da briga pelo título.

Esta, aliás, é a pior série de resultados da história do time de Minas Gerais. O clube, que acumula 84 anos desde sua fundação, só havia perdido cinco vezes seguidas nas temporadas de 1997, 1992, 1988, 1946 e 1939.

O resultado desta tarde dá continuidade à invencibilidade do Palmeiras sob o comando de Leão no Parque Antarctica. Desde que assumiu o lugar de Paulo Bonamigo, o comandante conquistou cinco vitórias e apenas dois empates atuando em casa.

O Palmeiras volta a jogar pelo Brasileirão na próxima quarta-feira, contra o Santos, às 21h45, na Vila Belmiro. O Cruzeiro recebe o São Paulo, no mesmo dia e horário, no Mineirão, em Belo Horizonte.

O jogo
O Palmeiras começou a partida arrasador e quase abriu o placar antes mesmo do primeiro minuto ser completado. Correa cruzou da direita, Gioino desviou na área e a bola tocou na trave de Fábio. Aos 5min, após boa tabela, Fabiano soltou a bomba e exigiu ótima defesa do goleiro.

LEÃO: IMBATÍVEL EM CASA

Adversário

Placar

Data

Atlético-MG1 x 024/07
Atlético-PR (Pacaembu)1 x 131/07
Ponte Preta2 x 110/08
Internacional3 x 213/08
São Caetano2 x 124/08
Coritiba1 x 108/09
Cruzeiro2 x 117/09
Mesmo fazendo partida apenas discreta, o Cruzeiro saiu na frente aos 12min. Marcinho Guerreiro tentou cortar de cabeça lançamento para a área e acabou dando a bola de presente para Adriano. O atacante dominou no peito e chutou rasteiro, no canto esquerdo de Sérgio.

O gol fez o rendimento do Palmeiras cair. Sem o ímpeto mostrado no início, o time perdeu força no meio-campo e, conseqüentemente, deixou de acionar seus atacantes. Dessa forma, os mineiros passaram a explorar ainda mais os espaços deixados pela defesa.

Com dificuldade, a equipe alviverde só conseguiu chegar ao empate em uma jogada de bola parada. Aos 32min, Correa cobrou falta pela direita, a bola fez uma curva e caiu atrás do goleiro Fábio. Ela ainda desviou na trave antes de entrar. No final, porém, o lateral Fabiano fez falta violenta em Adriano Louzada e foi expulso.

Assim como na etapa inicial, o Palmeiras reapareceu pressionando. E desta vez, Gioino não desperdiçou a oportunidade que teve logo nos primeiros segundos. A 1min, Juninho Paulista cruzou para a área e o atacante argentino cabeceou para obter a virada.

A vantagem fez o time da casa se animar. Aos 7min, Juninho recebeu de Marcinho, invadiu a área e tocou por cobertura. A bola desviou no travessão adversário e saiu pela linha de fundo. O Cruzeiro assustou aos 19min, quando Adriano cabeceou na área e Sérgio fez linda defesa.

Com um jogador a mais, o Cruzeiro foi para cima. O time, contudo, não contava com a grande atuação de Sérgio, que salvou o Palmeiras, aos 29min. Maurinho recebeu livre na área e chutou para bela defesa do goleiro.

PALMEIRAS
Sérgio; André Cunha, Daniel, Gamarra e Fabiano; Marcinho Guerreiro, Correa, Juninho Paulista e Diego Souza; Marcinho e Gioino (Washington) (Roger)
Técnico: Emerson Leão

CRUZEIRO
Fábio; Maurinho, Marcelo Batatais, Moisés e Ânderson (Diego); Fábio Santos, Maldonado, Wagner (Vítor Júnior) e Kelly; Adriano e Adriano Louzada (Tadeu)
Técnico: Paulo César Gusmão

Local: estádio do Parque Antarctica, em São Paulo (SP)
Arbitragem: Lourival Dias Lima Filho (BA)
Auxiliares: Alessandro Rocha e Luiz Carlos Silva Teixeira (ambos da BA)
Cartões amarelos: Marcinho Guerreiro (P), Gioino (P), Fabiano (P), Adriano (C),
Cartão vermelho: Fabiano (P)
Gols: Adriano, aos 12min, e Correa, aos 32min do primeiro tempo; Gioino, a 1min do segundo tempo

Leia mais

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias