! Depois de nove jogos, Ponte volta a vencer - 11/09/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  11/09/2005 - 20h03
Depois de nove jogos, Ponte volta a vencer

Da Redação
No Rio de Janeiro

Com uma vitória em casa, a Ponte Preta conseguiu enfim quebrar o jejum e voltou a vencer depois de nove partidas (dois empates e sete derrotas). Jogando em Campinas, o time venceu o Fortaleza por 2 a 1, quebrando a série que durava desde o dia 27 de julho.

O jogo marcava a estréia do técnico Estevam Soares no estádio Moisés Lucarelli neste retorno ao comando da Ponte. E foi também sua primeira vitória, já que nas duas outras partidas tinha perdido uma e empatado a outra.

DISCUSSÃO
Em um jogo de vários momentos inusitados, como o encontrão do árbitro Marco Café, com o jogador do Fortaleza Paulo Isidoro, que levou os dois ao chão, outro teve bastante destaque. No primeiro tempo, uma provocação do treinador da Ponte Preta Estevam Soares fez com que a comissão técnica do Fortaleza reclamasse com o quarto árbitro.

"[O Estevam] é um bobão. Esse cara acha que é melhor do que os outros. O que eu sei é que ele tem que comandar o time dele. E pelo que sei, não comanda", disse Hélio dos Anjos, técnico do time cearense, no intervalo.

Aparentemente alheio à confusão, Estevam minimizou a discussão: "Foi coisa de jogo. Ele [Hélio dos Anjos] é meu amigo".
O Fortaleza continuou com o péssimo retrospecto fora de casa. Em 13 jogos, o time cearense sofreu nove derrotas, vencendo apenas duas vezes. Além disso, ocorreram dois empates.

Com o resultado, a equipe de Campinas subiu da 12ª para o nona posição, com 37 pontos, voltando à zona de classificação para a Copa Sul-Americana. Ex-oitavo colocado, o clube do Ceará ocupa agora a décima colocação, com 36 pontos.

Na próxima rodada, a Ponte Preta joga novamente no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. O time recebe o Paraná, no sábado, às 16h. Já o Fortaleza continua longe de sua torcida e viaja até Brasília, onde enfrenta o Brasiliense, no domingo, às 16h.

O jogo
A partida começou movimentada e muito disputada no meio, mas sem nenhuma das equipes levar muito perigo para os goleiros. Entretanto, aos 15min, a Ponte Preta partiu para cima e fez uma "blitz".

Primeiro Élson bateu cruzado de fora da área e acertou a trave. Na sobra, Bruno chutou e Bosco fez grande defesa, colocando para escanteio. Na cobrança, Galeano cabeceou, o goleiro espalmou e a bola voltou a bater na trave.

A insistência do time de Campinas deu resultado. Aos 21min, Élson fez lançamento para Tico, dentro da área. O atacante, livre, ajeitou no peito e chutou forte, sem chance de defesa para Bosco.

O jogo seguiu muito disputado, mas a Ponte levou mais perigo, tendo uma ótima chance de aumentar a vantagem aos 39min, quando Danilo perdeu pênalti. Hernani derrubou Everton na área e o árbitro marcou a penalidade. Na cobrança, Danilo chutou na esquerda e Bosco defendeu.

O último lance de perigo no primeiro tempo foi novamente da "disputa" entre Danilo e Bosco. Aos 45min, o jogador do time Campinas pegou a bola no meio campo, avançou até a entrada da área e chutou para a boa defesa do goleiro.

A segunda etapa começou como a primeira: muito disputada, mas sem trabalho para os goleiros. Buscando o empate, o Fortaleza teve mais a posse de bola, mas não conseguiu criar muitas chances até os 15min. Fumagalli recebeu a bola na área e chutou para a boa defesa de Lauro.

BANGUELA
O meia do Fortaleza Igor teve que deixar a partida aos 19min do primeiro tempo. Após um choque com o zagueiro Preto, o jogador teve dois dentes quebrados e já que o sangramento em sua boca não parava, o atleta não pôde voltar ao campo. Igor foi levado imediatamente para um hospital da cidade para fazer mais exames.
O Fortaleza pressionou, mas foi a Ponte Preta que voltou a assustar. Aos 33min, Izaías recebeu lançamento e chutou no travessão. No rebote, Bruno chutou e Bosco defendeu. Os visitantes responderam aos 35min. Alex Afonso recebeu na área, chutou e Lauro fez grande defesa.

Investindo nos contra-ataques, o time da casa aumentou a vantagem. Éverton avançou com a bola e tocou no meio para Izaías, que chutou. A bola desviou na defesa e enganou o goleiro Bosco.

Já nos acréscimos, o Fortaleza diminuiu. Depois do chute, a bola bateu na mão de Rafael Ueta e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Rinaldo bateu no alto e fez.
PONTE PRETA
Lauro; Luciano Baiano, Galeano, Preto e Bruno; Ângelo, Carlinhos, Éverton, Elson (Romeu) e Danilo (Rafael Ueta); Tico (Izaías)
Técnico: Estevam Soares

FORTALEZA
Bosco; Chiquinho, Alan, Ronaldo Angelim e Marquinhos; Erandir, Marcelo Lopes (Paulo Isidoro), Lúcio e Igor (Hernani); Rinaldo e Fumagalli (Alex Afonso)
Técnico: Hélio dos Anjos

Local: estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Árbitro: Marco Antônio Café (DF)
Auxiliares: Eremilton Xavier Macedo (DF) e Rogério Monteiro Oliveira (DF)
Cartões amarelos: Tico(P), Marcelo Lopes(F), Izaías(P), Romeu(P)
Gols: Tico, aos 21min do primeiro tempo; Izaías, aos 40min, Rinaldo, aos 46min do segundo tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias