! Inter vence Figueirense e é vice-líder - 11/09/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  11/09/2005 - 17h56
Inter vence Figueirense e é vice-líder

Da Redação
No Rio de Janeiro

O Internacional precisou jogar apenas um tempo para derrotar o Figueirense por 3 a 0 neste domingo, no Beira-Rio. Depois de uma péssima primeira etapa, a equipe cresceu nos 45 minutos complementares e alcançou a vice-liderança do Campeonato Brasileiro, com gols de Rafael Sobis (2) e Fernandão.

"Não fizemos um grande jogo, mas conseguimos a vitória. Devemos ela ao Rafael Sóbis, que desequilibrou a partida a nosso favor", disse após a partida o atacante Fernandão.

O resultado levou o time colorado aos 44 pontos na tabela de classificação e a equipe está apenas um atrás do líder Fluminense. Neste domingo, o Inter foi beneficiado pelo empate entre Santos e Flamengo, que deixou os paulistas na quarta colocação, com os mesmos 44 pontos.

SÉRIE INVICTA DO INTER
Adversário Placar Local
Coritiba 3 x 0 Beira-Rio
Botafogo 1 x 0 Luso-Brasileiro
Cruzeiro 4 x 1 Beira-Rio
Flamengo1 x 1Luso-Brasileiro
Figueirense3 x 0Beira-Rio
O triunfo também serviu para apagar um pouco a frustração que se instalou no Beira-Rio após o empate da última quinta-feira contra o Flamengo, por 1 a 1. Na ocasião, se o Inter tivesse vencido os cariocas teria ocupado a liderança do Brasileiro na rodada passada.

Ao menos a equipe vem demonstrando regularidade e está invicta há cinco rodadas (quatro vitórias e um empate). A última derrota foi no dia 13 de agosto, para o Palmeiras, em São Paulo, por 3 a 2.

Já o Figueirense voltou a perder após duas partidas de invencibilidade e segue amargurando a zona do rebaixamento. Com a derrota, a equipe continua com 23 pontos e completou dez rodadas seguidas entre os quatro últimos colocados.

Esse foi o quinto jogo em que o time catarinense foi comandado pelo técnico Adilson Batista, que só conseguiu um triunfo sob o comando do Figueira, exatamente na última rodada, por 3 a 0 contra o Goiás.

Ambos os times voltam a jogar no próximo domingo, às 16h. No Beira-Rio, o Inter recebe o Atlético-PR, enquanto o Figueirense, em Florianópolis, encara o Corinthians, no Orlando Scarpelli.

O jogo
Foi um primeiro tempo truncado, em que o Internacional errou muitos passes e foi presa fácil para a marcação do Figueirense. Atuando no 3-5-2, os visitantes bloquearam a descida dos alas gaúchos e, se tivessem mais capricho nas finalizações, iriam para o intervalo com a vitória parcial.

Até porque os únicos lances de emoção na etapa foram dos catarinenses. Aos 5min, Edmundo aproveitou desvio errado da zaga e bateu de primeira na entrada da área, mas a bola passou raspando o travessão de Clemer. Depois, aos 24min, o mesmo Edmundo fez fila na área gaúcha, mas acabou barrado por Clemer, que defendeu o arremate de perna esquerda do atacante.

Enquanto isso, o Inter só chegou à área adversária por meio de bola parada, invariavelmente cobrada por Jorge Wagner e que os defensores do Figueirense não tiveram dificuldades para neutralizar.

Aos 44min, o zagueiro colorado Índio saiu lesionado e o técnico Muricy Ramalho colocou o meia Ricardinho, tornando a equipe mais ofensiva.

"Vamos ter um homem a mais na armação e vamos ver se na segunda etapa a bola chega na frente", disse o treinador, irritado com a atuação do Inter nos 45 minutos iniciais.

A mexida deu resultado imediato. Logo aos 3min do segundo tempo, Tinga aproveitou confusão na área e escorou de cabeça para Rafael Sobis, que também de cabeça, na pequena área, completou para o fundo das redes de Edson Bastos.

Com mais desenvoltura do que na primeira etapa, o Inter quase ampliou aos 16min, quando Ricardinho fez boa jogada e chutou no canto esquerdo de Edson Bastos, que fez grande defesa e salvou os visitantes.

Mas, aos 30min, Edson Bastos não teve o que fazer. Após chute forte de Ricardinho de fora da área, o goleiro defendeu parcialmente, mas a bola subiu e encontrou novamente a cabeça de Rafael Sobis, que ampliou.

Ficou fácil e Fernandão ainda teve tempo de marcar um belo gol. Aos 40min, o atacante recebeu ótimo passe de Rafael Sobis, matou no peito e de esquerda chutou sem chances para Edson Bastos, fechando o placar.

INTERNACIONAL
Clemer; Índio (Ricardinho), Wilson e Edinho; Elder Granja, Gavilán (Wellington), Perdigão, Tinga (Bolívar) e Jorge Wagner; Fernandão e Rafael Sobis
Técnico: Muricy Ramalho

FIGUEIRENSE
Édson Bastos; Cleber, Bebeto e Vinicius; Paulo Sérgio, Rodrigo Souto, Carlos Alberto (Moreira), Fernandes (Rogerinho) e Michel Bastos; Jônatas (Alexandre) e Edmundo
Técnico: Adílson Batista

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Djalma José Beltrami Teixeira (RJ)
Auxiliares: Marcos Tadeu Penichi Nunes e Eurivaldo de Farias Lima (RJ)
Cartões amarelos: Edinho (I), Carlos Alberto (F), Michel Bastos (F), Bebeto (F), Vinicius (F)
Gols: Rafael Sobis, aos 3min e 30min, e Fernandão, aos 40min do segundo tempo

Leia mais


Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias