! Paysandu vence primeira fora contra o São Caetano - 10/09/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  10/09/2005 - 17h53
Paysandu vence primeira fora contra o São Caetano

Da Redação
No Rio de Janeiro

Depois de 12 jogos, o Paysandu finalmente conseguiu a primeira vitória fora de casa no Campeonato Brasileiro. Na tarde deste sábado, o time de Belém do Pará derrotou o São Caetano de virada por 2 a 1, no ABC Paulista, com direito a gol de Róbson, artilheiro isolado da competição, com 15.

Antes desta rodada, o time do técnico Gílson Kleina empatara três jogos e perdera oito atuando fora de seus domínios. Apesar da vitória, a equipe permanece na lanterna do campeonato, com 20 pontos ganhos. O penúltimo é o Figueirense, com 23 e uma partida a menos.

A equipe do Norte do Brasil quebrou uma seqüência de quatro duelos sem vencer. Entretanto, não se livrou da pecha de pior defesa do campeonato, com 54 tentos sofridos. Já são dez jogos sem conseguir segurar as defesas adversárias.

Por outro lado, o São Caetano perdeu a quinta consecutiva. Na primeira partida sem Levir Culpi, demitido esta semana, a equipe foi comandada interinamente por Dino Camargo, que não conseguiu fazer o time segurar o resultado positivo após abrir o placar.

O time não vence há seis rodadas e estacionou nos 32 pontos, ainda na 14ª colocação. Neste domingo, pode cair uma posição, caso Atlético-PR vença sua partida.

Na próxima rodada, o São Caetano viaja até o Rio de Janeiro e encara o Flamengo, sábado às 18h10, no estádio Luso-Brasileiro. Já o Paysandu tenta dar seqüência à recuperação contra o Juventude, no mesmo dia, às 17h, no Mangueirão, em Belém do Pará.

O jogo
Depois de um início em ritmo lento, o São Caetano começou a dominar as ações e perdeu uma chance incrível aos 9min. Canindé cruzou da esquerda e, sozinho embaixo das traves, Edílson colocou por cima.

Quando o Paysandu começou a arriscar mais subidas ao ataque, Márcio Richardes cobrou falta de pé direito, da entrada da área, e acertou o ângulo esquerdo de Alexandre Favaro, indefensável, aos 24min.

O gol, entretanto, não assustou o Paysandu, que empatou logo em seguida. Aos 31min, o artilheiro Róbson cobrou falta ensaiada da meia-lua e colocou no canto esquerdo de Silvio Luiz.

Na seqüência, em contra-ataque rápido, Dimba dominou na meia-lua e bateu no ângulo direito, de pé canhoto. Alexandre Favaro só pôde torcer. A bola bateu na junção da trave com o travessão. O primeiro tempo terminou sendo equilibrado, apesar de o São Caetano ter perdido duas grandes chances de terminar na frente.

Na volta para o segundo tempo, o Paysandu, então, aproveitou a oportunidade e virou o placar. Marco Aurélio tocou para Luís Augusto na meia-lua. Ele avançou e tocou na saída de Sílvio Luiz, de pé direito, que não é o bom, aos 7min.

O nível técnico da partida acabou diminuindo bastante e as chances acabaram escasseando no segundo tempo. O Paysandu conseguiu segurar o ímpeto do adversário nos primeiros minutos após o gol e, nos últimos 20min, colocou a equipe inteira no campo de defesa. A tática acabou dando certo.

SÃO CAETANO
Sílvio Luiz; Alessandro (Márcio Mixirica), Douglas, Thiago e Triguinho; Márcio Richardes (Jean), Zé Luís, Claudecir (Pingo) e Canindé; Edílson e Dimba
Técnico: Dino Camargo

PAYSANDU
Alexandre Fávaro; Marco Aurélio, Luís Henrique, Felipe Saad e Marquinhos; Marabá, Cléber, Luís Augusto (Balão) e Gian (Ademílson); Róbson e Ceará (San)
Técnico: Gílson Kleina

Local: estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Auxiliares: José Otávio Bittencourt e Marcos Viana Ibanez (ambos do RS)
Cartões amarelos: Róbson, Cléber, Marco Aurélio, Marabá (P), Alessandro, Zé Luís (S)
Gols: Márcio Richardes, aos 24min, e Róbson, aos 31min do primeiro tempo; Luís Augusto, aos 7min do segundo tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias