! Com gols no fim, Atlético-PR empata com Juventude - 27/08/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  27/08/2005 - 17h54
Com gols no fim, Atlético-PR empata com Juventude

Da Redação
Em São Paulo

Com dois gols no final da partida, o Atlético-PR mostrou sua força na Arena da Baixada, em Curitiba, e conseguiu um empate heróico com o Juventude por 2 a 2 na tarde deste sábado, na abertura da 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Superior durante todo o jogo, o time paranaense viu o adversário abrir 2 a 0 em seis minutos graças às mudanças de Sebastião Lazaroni. Reservas, Juliano e Enilton entraram na etapa final e fizeram os gols dos visitantes. Um deles com muito estilo, na bela bicicleta executada por Juliano.

COLOMBIANO EM ALTA
Quando a fase é boa, a sorte exerce papel fundamental. O colombiano Ferreira sentiu isso na pele neste sábado. Aos 45min do segundo tempo, ele fez o gol de empate do Atlético-PR mostrando ter oportunismo e importante dose de sorte. No lance, Ricardinho cruzou na área, Denis Marques cabeceou prensado e acabou enganando o goleiro Doni. Ferreira, então, apareceu livre para empatar a partida e fazer seu quarto gol nos últimos três jogos. Ele já havia marcado duas vezes contra o São Paulo e uma diante da Ponte Preta.
No entanto, o Atlético-PR não se entregou e empatou com Lima e Ferreira, no final, para não perder de vez seu embalo no Nacional. O time rubro-negro vinha de duas vitórias consecutivas, sobre Ponte e São Paulo.

Mas se impediu o time rubro-negro de encostar na zona de classificação à Copa Sul-Americana, a igualdade ao menos manteve longa invencibilidade dos paranaenses em casa.

A equipe de Antonio Lopes não perde na Arena em jogos pelo torneio nacional há oito rodadas, acumulando cinco vitórias e três empates. A última derrota aconteceu diante do Internacional, pela quinta rodada, quando caiu por 3 a 1.

Com o resultado, o Atlético-PR chega aos 29 pontos e se mantém na modesta 15ª colocação, atrapalhando os planos de Lopes de entrar na faixa da Sul-Americana na próxima rodada. "Foi um dia em que nada deu certo para nós. Tentamos a vitória desde o início, mas não foi possível", lamentou o atacante Lima.

O Juventude, por sua vez, somou seu 33º ponto e subiu para o 10º lugar, torcendo por tropeços de seus concorrentes diretos na conclusão da rodada para se manter no bloco superior da tabela. O empate também deixou Lazaroni sem sua primeira vitória como visitante. Os dois triunfos que conseguiu pelo time gaúcho aconteceram em Caxias do Sul.

As duas equipes voltam a campo pelo Brasileiro no dia 7 de setembro, na disputa da 24ª rodada. O Atlético-PR atua novamente em casa, onde recebe o Santos. Já o Juventude joga no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, contra o Paraná.

O jogo
O Atlético-PR começou a partida disposto a não dar espaços ao Juventude. O técnico Antonio Lopes adiantou a marcação da equipe rubro-negra e conseguiu pressionar os gaúchos desde o início. Caetano, em duas jogadas pelo alto e um chute da entrada da área, teve as primeiras chances do Atlético-PR.

Depois do sufoco, o Juventude só equilibrou um pouco as ações no meio-campo após os 15min. No entanto, exceção feita a chute forte de Marcelinho que saiu pela linha de fundo, quase não levou perigo ao gol de Diego no começo do duelo.

Já a equipe paranaense não diminuiu o ritmo e, usando constantemente os laterais Jancarlos e Marcão, manteve a bola no campo de defesa do adversário. Então, os comandados de Sebastião Lazaroni se fecharam e dificultaram as coisas para os anfitriões.

Por isso, o Atlético-PR passou a apostar nos cruzamentos aéreos. Caetano, livre, perdeu outra chance em cabeceio aos 26min. Lima também foi bastante acionado pelo lados do campo, mas, assim como os armadores, pecou no último passe.

Diante das deficientes finalizações rubro-negras, o técnico Antonio Lopes promoveu a entrada de Denis Marques no lugar de Caetano no intervalo. A mudança deu mais movimentação ao ataque paranaense. Aos 11min, Lima aproveitou cruzamento na área e quase abriu o placar, mas foi prensado no momento do chute.

Assim como no primeiro tempo, o Juventude concentrou suas forças ofensivas nos contra-ataques. Dessa maneira, Enilton perdeu grande oportunidade aos 16min, quando recebeu lançamento, invadiu a área sem marcação, mas concluiu sobre o goleiro Diego.

O Atlético-PR deu o troco pouco depois, contando com a ajuda adversária. Marcão alçou a bola na área da esquerda e Leandro Moreno cabeceou contra o patrimônio para carimbar a trave. Juliano, por sua vez, acertou o lado em que precisava atacar.

Aos 24min, o atacante recebeu cruzamento da direita e deu uma bela bicicleta, colocando os visitantes em vantagem. Logo em seguida, foi a vez de outro reserva do Juventude deixar sua marca. Novamente após passe de Caíco da direita, Enilton completou de primeira e fez 2 a 0.

O Atlético-PR voltou a pressionar nos minutos finais e diminuiu com Lima, aos 43min, aproveitando sobra de cruzamento. O gol animou os anfitriões, que conseguiram o empate heróico aos 45min. Ricardinho alçou a bola na área, Denis Marques desviou e enganou Doni. Ferreira, sozinho, só teve o trabalho de empurrar para as redes e empatar o jogo.

ATLÉTICO-PR
Diego; Jancarlos (Schumacher), Danilo, Paulo André e Marcão; Douglas, Alan Bahia, Ferreira e Caetano (Denis Marques); Lima e Finazzi (Ricardinho)
Técnico: Antonio Lopes

JUVENTUDE
Doni; Daniel, Éderson e Marcão; Magal, Jardel, Leandro Moreno, Caíco e Túlio (Lauro); Josiel (Enilton) e Marcelinho (Juliano)
Técnico: Sebastião Lazaroni

Local: Estádio Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Árbitro: Paulo Henrique Bezerra (SC)
Auxiliares: Claudemir Maffessoni (SC) e Alcides Zawaski Pazetto (SC)
Cartões amarelos: Paulo André (AT), Marcão (JU), Leandro Moreno (JU), Ricardinho (AT), Lima (AT)
Gols: Juliano, aos 24min, Enilton, aos 30min, Lima, aos 43min, e Ferreira , aos 45min do segundo tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias