! Flamengo vence Paysandu e deixa zona de risco - 21/08/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  21/08/2005 - 20h02
Flamengo vence Paysandu e deixa zona de risco

Da Redação
No Rio de Janeiro

Na reestréia do técnico Andrade, agora efetivado, a torcida do Flamengo pôde respirar aliviada na Ilha do Governador. Nesta noite de domingo, na primeira partida após a queda de Celso Roth, o time rubro-negro venceu o Paysandu por 2 a 1, no estádio Luso-Brasileiro, e encerrou o primeiro turno do Campeonato Brasileiro fora da zona do descenso.

"Nossa briga, a princípio, é para sair da zona do rebaixamento. Temos que fugir dela logo, para termos mais tranqüilidade e não irmos pressionados para todas as partidas", disse Andrade.

ESTRÉIAS NO FLAMENGO

Treinador

Adversário

Placar

Abel BragaCabofriense (f)2 x 0
AndradeGuarani (f)1 x 0
PC Gusmão Palmeiras (c)0 x 1
R. Gomes S. Caetano (f)1 x 0
Júlio Leal Olaria (c)0 x 3
Cuca River-PI (f)1 x 1
Celso Roth Figueirense (f)1 x 0
AndradePaysandu (c)2 x 1
Com o resultado positivo, apenas o sexto em 21 jogos, o clube da Gávea sobe para a 18ª posição, com 23 pontos, e empurra o São Paulo para o grupo dos quatro últimos que descerão à Série B na próxima temporada.

Já o Paysandu permanece em situação ainda mais difícil. Com apenas 16 pontos, a equipe de Belém volta a segurar a lanterna do Nacional-05 por causa vitória do Atlético-MG sobre o Juventude no sábado.

O triunfo deste final de semana acaba com uma série de três partidas sem vitória do Flamengo. O último resultado positivo havia sido obtido no dia 3 de agosto, quando derrotou a Ponte Preta por 1 a 0.

Os gols marcados por Renato e Fabiano Oliveira nesta noite serviram também para os cariocas quebrarem outra marca negativa. O clube não balançava as redes mais de uma vez em um mesmo jogo desde a vitória, também por 2 a 0, sobre o rival Botafogo, em 31 de julho.

O Paysandu, porém, continua com o drama de não vencer como visitante. Em dez partidas longe do Pará, o time bicolor somou apenas três empates e sete derrotas. No total, a equipe triunfou apenas quatro vezes, pior aproveitamento ao lado de Figueirense e Atlético-MG.

O Flamengo volta a campo na próxima quarta-feira para enfrentar o Cruzeiro, às 21h45, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Já o Paysandu recebe o Santos, no mesmo dia e horário, no Mangueirão, em Belém.

O jogo
Com o Paysandu jogando com apenas um atacante, o Flamengo começou a partida dominando amplamente. Apesar de ter mais posse de bola, o time carioca não conseguiu criar boas oportunidades pela forte marcação adversária.

Insistindo bastante, o clube da Gávea abriu o placar aos 17min. Após cruzamento da esquerda, Felipe Saad empurrou Fabiano Oliveira na área e o árbitro Leonardo Gaciba marcou pênalti. Na cobrança, Renato fez 1 a 0.

O gol animou o Flamengo. Quatro minutos depois, o próprio Renato quase ampliou. Ele recebe lançamento pela direita na área e pegou de primeira. O goleiro Alexandre Fávaro desviou e a bola ainda tocou na trave antes de ir para a linha de fundo.

Com bom trabalho ofensivo, a equipe do Rio de Janeiro chegou ao segundo gol aos 34min. Fabiano Oliveira avançou pela direita e chutou cruzado, acertando o canto esquerdo da meta de Alexandre Fávaro.

Na volta do intervalo, o Paysandu reapareceu mais ofensivo, principalmente pela entrada de Gian no lugar de Zé Augusto. Logo aos 7min, Rodrigo cruzou da esquerda e Luís Augusto, sem marcação, tocou por cima do gol, perdendo chance incrível.

Com a vantagem no placar, o Flamengo diminuiu o ritmo. A primeira oportunidade surgiu aos 21min, quando Leonardo Moura cobrou falta próxima à área e parou na bela defesa do camisa 1 adversário.

A partir dos 30min, os cariocas passaram a administrar o resultado. Nos minutos finais, o Paysandu ainda buscou o ataque para tentar diminuir, mas não conseguiu oferecer perigo ao goleiro Diego.

Aos 38min, Fernando cometeu pênalti em Luís Augusto. Na cobrança, o próprio meio-campista cobrou no meio do gol e descontou.

FLAMENGO
Diego; Leonardo Moura, Rodrigo, Fernando e André; Augusto Recife, Diego Souza, Renato e Fellype Gabriel (Róbson); Fabiano Oliveira (Geninho) e Obina (Bruno)
Técnico: Andrade

PAYSANDU
Alexandre Fávaro; Felipe Saad, João Carlos (Sílvio) e Marquinhos; Marco Aurélio, Alemão (Marabá), Vânderson, Rodrigo, Luís Augusto e Cléber; Zé Augusto (Gian)
Técnico: Gílson Kleina

Local: estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador (RJ)
Árbitro: Leonardo Gaciba (Fifa-RS)
Auxiliares: José Otávio Dias e Paulo Ricardo Conceição (ambos do RS)
Cartões amarelos: João Carlos (P), Diego Souza (F), André (F), Rodrigo (P), Vânderson (P)
Gols: Renato, de pênalti, aos 17min, e Fabiano Oliveira, aos 34min do primeiro tempo; Luís Augusto, de pênalti, aos 40min do segundo tempo

Leia mais



Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias