! Graças a Tevez e Roger, Corinthians segue líder - 14/08/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  14/08/2005 - 17h57
Graças a Tevez e Roger, Corinthians segue líder

Da Redação
Em São Paulo

Folha Imagem
Tevez e Roger brilham, e Sebá (foto) completa a vitória que mantém o Corinthians no topo
O Corinthians pode agradecer a Tevez e Roger. Graças aos dois, o time paulista prossegue na liderança do Campeonato Brasileiro. Num show isolado da dupla, a equipe dirigida por Márcio Bittencourt bateu a Ponte Preta por 5 a 3 neste domingo, em partida válida pela 20ª rodada, e assegurou o primeiro lugar.

Este é o primeiro triunfo do Corinthians desde que a equipe do Parque São Jorge alcançou a liderança do Campeonato Brasileiro. Nas duas rodadas anteriores, o time paulista havia perdido para o São Caetano por 2 a 0 e empatado com o Internacional por 0 a 0.

Neste domingo, ainda que apenas no segundo tempo, o Corinthians reeditou o futebol que o levou à liderança. Comandado pelas atuações brilhantes de Tevez e Roger, o time paulista reassumiu a condição de ataque mais positivo e chegou a 38 pontos ganhos.

"Ficamos muito felizes pela apresentação, mas precisamos saber que todos aqui têm a mesma importância. Acho que fomos bem, mas o Corinthians não é só Tevez e Roger. Todos os atletas dividem a responsabilidade", discursou o meia Roger.

PRESENTE DO PAPAI

O argentino Carlitos Tevez dedicou os dois gols marcados à filha Florencia, que entrou no colo dele em campo antes da partida. O inusitado é que o atacante não comemorou usando uma chupeta, como em outros jogos.

No entanto, Tevez assegurou que a filha é o motivo dos dois gols marcados. "Com ou sem chupeta, ela vai ser sempre o motivo principal das minhas comemorações. A presença dela aqui é muito especial para mim", explicou. Leia mais
O show de Tevez e Roger representou a quinta partida da Ponte Preta sem conhecer um placar positivo, sendo a terceira derrota consecutiva (todos os jogos em que a equipe de Campinas foi dirigida pelo técnico Zetti).

A má seqüência fez com que a Ponte Preta estacionasse nos 33 pontos. Assim, o time de Campinas segue em reta descendente e aparece agora na quinta posição da tabela do Brasileirão.

A Ponte Preta encerra o primeiro turno no próximo sábado, às 16h, quando encara o Brasiliense fora de casa. O Corinthians entra em campo só no dia seguinte, também às 16h. O adversário da equipe paulista será o Goiás, no Pacaembu.

Antes disso, contudo, o Corinthians terá a estréia na Copa Sul-Americana. O primeiro compromisso do clube paulista na competição continental acontece na próxima quarta-feira, contra o Goiás, em Goiânia.

O jogo
Escalada com cinco homens no meio-campo, a Ponte Preta conseguiu povoar os espaços deixados pelo avanço dos laterais corintianos Edson e Gustavo Nery. Com isso, a equipe da casa teve o domínio do territorial do confronto nos minutos iniciais.

O problema é que, isolado na frente, o centroavante Kahê foi marcado facilmente pela defesa do Corinthians. Com isso, os visitantes começaram a se soltar em campo e criar oportunidades para marcar.

Foi assim aos 14min, por exemplo. Gustavo Nery chegou ao ataque e tocou no meio para o centroavante Jô. O camisa 30 recebeu e deu um drible seco em Rissut, que deixou a perna e cometeu uma penalidade infantil. A cobrança coube ao camisa 10 Tevez, que chutou forte e acertou o canto direito baixo do goleiro Lauro para inaugurar o placar.

KAHÊ ALEMÃO?
A derrota por 5 a 3 para o Corinthians, neste domingo, pode ter sido a última partida de Kahê com a camisa da Ponte Preta. O centroavante tem uma proposta do Borussia Moenchengladbach e deve acertar sua transferência para o futebol alemão na próxima semana.

"Recebemos uma proposta, mas não gostaria de revelar o valor. O Kahê está feliz na Ponte Preta, mas o cavalo está passando e fica complicado não aproveitar", admitiu o empresário do jogador, Wagner Ribeiro.

Emprestado à Ponte Preta, Kahê tem os direitos federativos presos ao Palmeiras. O medo de não ser aproveitado no Parque Antarctica é o principal impulso para a negociação.

"Ele está muito feliz na Ponte, mas quem garante que terá espaço no Palmeiras no ano que vem? Fica complicado contarmos com isso agora", encerrou o empresário do atleta, que já marcou 11 gols e é vice-artilheiro do Brasileirão.
Em vantagem, porém, o Corinthians não soube administrar o resultado. A equipe da capital se retraiu demais e permitiu a pressão da Ponte Preta. Com isso, foi castigada aos 31min. Galeano desviou de cabeça após cobrança de falta da esquerda e a bola sobrou para Kahê. O camisa 9 dominou dentro da área e chutou de pé esquerdo para marcar seu 11º gol no Brasileiro.

O gol foi apenas o início da pressão da Ponte Preta, que teve muitas oportunidades para passar à frente. "Gostei do comportamento da equipe no primeiro tempo. Criamos muitas oportunidades e conseguimos encontrar espaços. Só precisamos melhorar nas finalizações", analisou o treinador Zetti.

No entanto, o bom desempenho da Ponte Preta no primeiro tempo ruiu em cinco minutos. O Corinthians voltou aceso para o segundo tempo e, graças ao talento de Tevez e Roger, decidiu o confronto.

"Fui uma pane geral. Desligamos no início do segundo tempo e eles conseguiram, em cinco minutos, complicar nossas pretensões no jogo. Voltamos desatentos e pagamos por causa disso", admitiu o atônito técnico Zetti.

Logo aos 3min, Tevez recebeu passe na esquerda, de costas para o gol. Com muita habilidade, o camisa 10 pisou na bola e rolou de calcanhar para a esquerda. Roger apareceu livre, invadiu a área e bateu cruzado para marcar o segundo do Corinthians.

A dupla Tevez-Roger voltou a funcionar aos 5min. O atacante argentino recebeu no meio e tocou para a direita para o camisa 7, que carregou e chutou de bico. A bola entrou no canto direito do goleiro Lauro, que nada pôde fazer.

Aos 22min, a Ponte Preta esboçou uma reação. Bruno carregou a bola pela esquerda e rolou para o meio. Fora da área, Danilo bateu colocado e acertou o ângulo direito de Fábio Costa. Um golaço para animar a equipe da casa.

Só que o Corinthians tinha Tevez para sepultar a reação dos mandantes. O argentino recebeu de costas para o gol aos 24min, girou o corpo e chutou de pé direito, no canto direito baixo de Lauro.

O show de Tevez não estava completo. Aos 29min, Sebá fez lindo lançamento para o camisa 10 dentro da área. Ele dominou a bola, percebeu a saída do goleiro Lauro e devolveu para o zagueiro, que completou de pé direito e marcou seu primeiro gol com a camisa do Corinthians.

A partida parecia definida. Aos 35min, porém, o goleiro Fábio Costa resolveu dar mais emoção. Izaías cobrou falta sem força da meia esquerda, no canto esquerdo do camisa 1. Ele caiu devagar demais e a bola passou por baixo de seus braços.

PONTE PRETA
Lauro; Rissut, Galeano, Rafael Santos e Bruno (Iran); Ângelo, Everton, Luciano Santos (Izaías), Danilo (Gabriel) e André Silva; Kahê
Técnico: Zetti

CORINTHIANS
Fábio Costa; Edson, Betão, Sebá e Gustavo Nery; Marcelo Mattos, Wendel, Rosinei (Carlos Alberto) e Roger (Marinho); Tevez e Jô (Fabrício)
Técnico: Márcio Bittencourt

Local: estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP)
Auxiliares: Marinaldo Silvério e Evandro Luis Silveira (ambos de São Paulo)
Cartões amarelos: Wendel (C), Roger (C), André Silva (P), Gustavo Nery (C), Rafael Santos (P), Edson (C), Tevez (C), Sebá (C)
Gols: Tevez, aos 14min, Kahê, aos 31min do primeiro tempo; Roger, aos 3min e aos 5min, Danilo, aos 22min, Tevez, aos 24min, Sebá, aos 29min e Izaías, aos 35min do segundo tempo

Leia mais

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias