! Palmeiras vence Ponte e chega à Sul-Americana - 10/08/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  10/08/2005 - 22h24
Palmeiras vence Ponte e chega à Sul-Americana

Da Redação
Em São Paulo

Iluminado pelos novos refletores do Parque Antarctica, o Palmeiras manteve a fase de ascensão no Campeonato Brasileiro. Nesta noite de terça-feira, o time alviverde venceu a Ponte Preta por 2 a 1 e entrou na zona de classificação para a Copa Sul-Americana.

O resultado positivo, o segundo consecutivo, coloca o clube da capital com 28 pontos, em 11° lugar, chegando ao sétimo jogo de invencibilidade sob o comando de Emerson Leão.

Antonio Gauderio/Folha Imagem
Reuters
Árbitro viu pênalti de Galeano (costas) em Gioino (esq.) no pênalti que originou o 1º gol
Já os campineiros perderam a chance de voltar à liderança. A Ponte, que esteve em primeiro por oito rodadas consecutivas, permanece com 33 pontos, dois a menos que o líder Corinthians. Além disso, a equipe de Campinas sofreu sua terceira derrota consecutiva.

O primeiro gol palmeirense, porém, ainda é questionado pela Ponte. No lance, o árbitro Rodrigo Martins Cintra assinalou um puxão do zagueiro Galeano sobre o atacante Gioino.

"Saímos juntos, todos se batendo. Foi uma jogada confusa, onde dificilmente se dá o pênalti", lamentou o beque. "Tenho que ver o lance, mas para mim foi. Ele puxou minha camisa", disse o avante.

A vitória desta quinta-feira cumpre a primeira das três missões que Leão projetou até o final do turno inicial do Nacional-05. Segundo o comandante, o Palmeiras não poderia perder nas últimas rodadas para times que disputam as dez primeiras colocações se ainda quiser sonhar com o quinto título brasileiro.

No próximo sábado, o time alviverde enfrenta o Internacional, às 16h, novamente no Palestra Itália. O clube encerra sua participação contra o Fluminense, no dia 21 de agosto, no Rio de Janeiro.

A Ponte também terá um concorrente direto nos jogos seguintes. No domingo, o clube recebe o Corinthians, às 16h, no estádio Moisés Lucarelli. O último confronto acontece na Boca do Jacaré, contra o Brasiliense, também no dia 21, no Distrito Federal.

PALMEIRAS COM LEÃO

Adversário

Placar

Data

Figueirense

4 x 1

20/07

Atlético-MG

1 x 0

24/07

Flamengo

0 x 0

28/07
Atlético-PR

1 x 1

31/07
São Paulo

3 x 3

04/08
Juventude

2 x 1

07/08
Ponte Preta

2 x 1

10/08
O jogo
Com a Ponte Preta atuando em seu habitual esquema defensivo, o Palmeiras encontrou muita dificuldade em chegar ao campo de ataque. Sem liberdade, os meias não conseguiram criar e precisaram do auxílio dos jogadores de defesa para levar perigo a Lauro.

A primeira boa oportunidade surgiu com o lateral Correa aos 16min. Ele passou pela marcação de Carlinhos, invadiu a área em velocidade e chutou cruzado à direita da meta.

Apesar da atuação irregular, o Palmeiras conseguiu abrir o placar aos 35min. Correa cruzou da direita e o árbitro Rodrigo Martins Cintra marcou pênalti de Galeano em Gioino, alegando que o campineiro puxou o atacante argentino. Na cobrança, Marcinho fez o 11° dele no Nacional.

Dois minutos mais tarde, a Ponte respondeu. Éverton cruzou da direita, a bola atravessou a área e sobrou para Bruno. O lateral cabeceou para o chão, mas errou o alvo e desperdiçou ótima chance.

Aos 38min, foi a vez de Gioino perder chance incrível. Marcinho avançou pela direita e cruzou rasteiro para o meio da área. O avante apareceu livre na corrida e, sem goleiro, desviou de perna direita para fora.

PALMEIRAS 'ILUMINADO'
O Palmeiras inaugurou contra a Ponte Preta a nova iluminação do estádio Parque Antarctica. Uma outra torre atrás das arquibancadas está sendo concluída e aumentará ainda mais a potência. A expectativa é de que chegue a 650 luxs, mais que o dobro da atual.
Na volta do intervalo, a Ponte Preta quase empatou aos 8min, quando Danilo pegou rebote da defesa e chutou rasteiro para boa defesa de Sérgio. Dois minutos depois, o Palmeiras respondeu com Roger, que invadiu a área pela esquerda e bateu cruzado pela linha de fundo.

A partir dos 20min, ambos os times diminuíram a velocidade. Com Evando e Danilo em noite apagada, Zetti optou pelas entradas de Izaías e Luciano Santos. Mesmo assim, quem conseguiu ampliar foi o Palmeiras. Aos 34min, Daniel desviou cruzamento e Gioino, de primeira, marcou.

A Ponte descontou aos 36min. Rissutt cobrou falta, a bola tocou no braço de Correa e o árbitro marcou pênalti. Kahê bateu e fechou o placar.

PALMEIRAS
Sérgio; Correa, Gamarra, Daniel e Fabiano; Marcinho Guerreiro, Reinaldo (Roger), Juninho Paulista e Marcinho; Warley (Washington) e Gioino (Baiano)
Técnico: Emerson Leão

PONTE PRETA
Lauro; Rissutt, Galeano, Rafael Santos e Bruno; Ângelo, Carlinhos (Iran), Everton, Danilo (Luciano Santos) e Evando (Izaías); Kahê
Técnico: Zetti

Local: Parque Antarctica, em São Paulo (SP)
Árbitro: Rodrigo Martins Cintra (SP)
Auxiliares: Márcio Luiz Augusto (SP) e Nilson Monção (SP)
Cartões amarelos: Juninho Paulista (P), Correa (P), Carlinhos (PP), Marcinho Guerreiro (P), Izaías (PP)
Gols: Marcinho, aos 35min do primeiro tempo; Gioino, aos 34min, e Kahê, aos 36min do segundo tempo

Leia mais

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias