! Leandro desencanta e Flu afunda Atlético-MG - 07/08/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  07/08/2005 - 20h08
Leandro desencanta e Flu afunda Atlético-MG

Da Redação
No Rio de Janeiro

Leandro precisou ser barrado do time titular para sair do banco e desencantar no Campeonato Brasileiro. O atacante entrou no lugar de Beto no segundo tempo e participou dos dois gols do Fluminense na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-MG, na noite deste domingo. A derrota manteve o time mineiro na penúltima colocação.

Fotocom/Divulgação
Fotocom/Divulgação
Jogadores do Fluminense comemoram gol na vitória sobre o Atlético-MG em Belo Horizonte
Na sexta-feira, Leandro manifestou sua animação por ter a oportunidade de voltar a jogar ao lado de Felipe, que reestreou pelo Fluminense na rodada passada, quando o atacante cumpria suspensão. No sábado, Abel confirmou que Leandro seria reserva. O jogador entrou na segunda etapa, marcou seu primeiro gol no Brasileirão (depois de 15 jogos) e fez o cruzamento para o segundo, de Gabriel Santos.

A estréia de Marco Aurélio no comando técnico do Atlético-MG não ajudou a equipe mineira, que termina a rodada ainda ocupando a 21ª (penúltima) posição, com apenas 13 pontos conquistados em 18 rodadas. O time mineiro tem a mesma pontuação do lanterna Paysandu, mas leva a melhor no saldo de gols (6 negativos, contra 14 negativos)

A derrota para o Fluminense foi a 11ª na competição e a quinta em casa, o que mantém um jejum de vitórias no Mineirão que já dura mais de um mês. A última vez que a equipe venceu em casa foi no dia 3 de julho, quando derrotou o Flamengo por 3 a 1. O aproveitamento do Atlético-MG, em Minas, é de apenas 29,6%.

TITULARIDADE
Ainda no vestiário do Mineirão, o técnico Abel Braga afirmou que o atacante recuperou a condição de titular. "Ele entrou e resolveu", disse. Com isso, Leandro desde já está confirmado para o jogo desta quinta-feira, contra o Fortaleza, em Volta Redonda. Leia mais
Pelo lado dos cariocas, o triunfo reafirma a subida de produção da equipe, que após ficar cinco jogos sem vencer, ganhou as duas últimas partidas. Com o resultado deste domingo e a vitória sobre o Vasco no meio de semana, o time de Abel Braga chegou a 31 pontos e passou a ocupar a sexta colocação.

O resultado também serviu para quebrar um jejum que já durava mais de um mês. No dia 26 de junho, o Fluminense voltou de Mogi Mirim com uma vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians e, desde então, não vencia fora de casa.

O Atlético-MG terá dois jogos fora de Minas para tentar a reabilitação. Na próxima rodada, o time enfrentará o Coritiba, nesta quarta-feira, às 20h30, no estádio Couto Pereira. Na rodada seguinte, a equipe vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Vasco.

Nesta quinta-feira, o Fluminense receberá o Fortaleza, também às 20h30. A partida acontecerá no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

O jogo
Jogando em casa, o Atlético-MG começou a partida buscando o ataque, tentando sufocar o Fluminense. A equipe carioca começou o jogo apostando nos contra-ataques e teve boa chance logo aos 6min. Beto recebeu pela esquerda e tocou para Tuta, que vinha pelo meio. Com o pé esquerdo, o atacante chutou fraco, em cima de Danrlei.

ATLÉTICO-MG: JOGOS COMO MANDANTE
AdversárioPlacarRodada
Figueirense4 x 1
Brasiliense0 x 1
Corinthians0 x 1
São Caetano2 x 3
Flamengo3 x 110ª
Atlético-PR2 x 312ª
São Paulo0 x 015ª
Paysandu0 x 017ª
Fluminense1 x 218ª
Aos 29min, Tuta dominou na entrada da área e foi derrubado por Leandro Castan. Na cobrança, Juan buscou o ângulo direito de Danrlei, que se esticou para fazer uma bela defesa. Antes de sair pela linha de fundo, a bola ainda tocou no travessão do gol do Atlético-MG.

A equipe mineira tentou avançar por todos os lados do campo, mas esbarrava nos passes errados e na boa marcação do Fluminense. As chances criadas foram todas em chutes de fora da área, principalmente com Luís Mário. A mais perigosa delas aconteceu aos 41min.

No fim da primeira etapa, o Fluminense teve duas ótimas oportunidades de abrir o marcador. Aos 43min, Felipe recebeu bom lançamento pela direita, passou por um defensor e chutou colocado. Danrlei defendeu sem rebote. No minuto seguinte, Tuta avançou livre pela esquerda, tentou cortar Cáceres, mas não encontrou o espaço ideal e chutou prensado, para fora.

"Quero melhorar o toque de bola, que erramos muito, e as viradas de jogo também. É um jogo complicado porque eles estão jogando a vida. Temos que ter essa mesma postura", disse o treinador do Fluminense Abel Braga na volta para o segundo tempo, quando colocou Leandro no lugar de Beto. O estreante Marco Aurélio também mudou o time e colocou Rodrigo Fabri na vaga de Renato, que foi vaiado no primeiro tempo.

A substituição de Abel acabou sendo mais eficaz. Aos 7min, Leandro pegou a sobra de uma jogada de escanteio e arriscou um chute de fora da área. A bola entrou no ângulo esquerdo de Danrlei, que no lance anterior havia feito defesa sensacional em cabeçada de Tuta.

Após sofrer o gol, Marco Aurélio tentou tornar o time mais ofensivo e colocou o atacante Euller no lugar de George Lucas. O lateral-direito retornava ao time titular depois de muitos jogos no banco, não agradou a torcida e foi outro que deixou o campo sob vaias.

Aos 17min, o Atlético-MG empatou com um gol de Rodrigo Fabri, com passe de Euller, justamente os dois jogadores que entraram no segundo tempo. Mas aos 32min, Leandro voltou a ajudar o Fluminense. O atacante cruzou na cabeça do zagueiro Gabriel Santos, que, sem marcação voltou a deixar o time carioca em vantagem.

ATLÉTICO-MG
Danrlei; George Lucas (Euller), Cáceres, Leandro Castan e Esquerdinha; Amaral, Zé Antônio, Renato (Rodrigo Fabri) e Fábio Baiano; Marques e Luís Mário
Técnico: Marco Aurélio

FLUMINENSE
Kleber; Gabriel Santos, Igor e Milton do Ó; Schneider, Romeu, Arouca, Felipe (Maicon) e Juan; Beto (Leandro) e Tuta (Juninho)
Técnico: Abel Braga

Local: estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Rodrigo Martins Cintra (SP/Fifa)
Auxiliares: Ana Paula Oliveira (SP/FIFA) e Maria Eliza Barbosa (SP)
Cartões amarelos: Milton do Ó (F), Leandro Castan (A), Romeu (F)
Gols: Leandro, aos 7min, e Rodrigo Fabri, aos 17min; Gabriel Santos, aos 32min do segundo tempo



Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias