! Ponte perde do Coritiba e volta ao topo é adiada - 07/08/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  07/08/2005 - 20h06
Ponte perde do Coritiba e volta ao topo é adiada

Da Redação
Em Campinas

Na estréia de Zetti, a Ponte Preta perdeu ótima oportunidade de voltar à liderança do Campeonato Brasileiro. Mesmo jogando no estádio Moisés Lucarelli, o time de Campinas foi derrotado por 3 a 0 pelo Coritiba, nesta tarde de domingo, e não conseguiu recuperar o primeiro lugar.

Com o resultado, o clube do interior de São Paulo segue com 33 pontos, em segundo lugar, um a menos que o Corinthians, derrotado no último sábado pelo São Caetano, no Pacaembu. Já os paranaenses se recuperam após fase turbulenta e agora somam 25 pontos, na 14ª colocação.

"Foi um jogo tenso porque tínhamos a obrigação de vencer para recuperar a liderança. Essa derrota dá uma tristeza muito grande, mas temos que trabalhar para recuperar a auto-estima do elenco para os próximos jogos", afirmou Zetti.

VAIAS NA ESTRÉIA
Depois do terceiro gol do Coritiba, os pouco mais de seis mil torcedores vaiaram a Ponte Preta e o técnico Zetti.

O único jogador poupado foi o goleiro Lauro, que evitou que o Coritiba construísse um placar ainda mais amplo, neste domingo, no Moisés Lucarelli.

Esta foi a primeira vez que o time alvinegro perdeu em casa no Campeonato Brasileiro. Anteriormente, o clube havia conquistado seis vitórias e dois empates em Campinas.
Esta, aliás, foi a segunda derrota consecutiva da Ponte Preta, a primeira no Majestoso. Além disso, o time acumula três rodadas sem vencer (duas derrotas e um empate).

Na rodada anterior, o clube foi batido por 1 a 0 pelo Flamengo, no Rio de Janeiro. A última vez que o time havia perdido dois jogos seguidos aconteceu entre os dias 23 e 26 de fevereiro, nos tropeços diante de América e Corinthians pelo Paulistão.

O Coritiba, por sua vez, quebra uma seqüência de três partidas sem vencer (dois empates e uma vitória). Além disso, o time alviverde não triunfava fora de casa desde o dia 21 de maio, na vitória por 4 a 2 sobre o Fluminense, em Volta Redonda.

Apesar de se manter na vice-liderança, os campineiros vivem um jejum ofensivo e somam duas rodadas sem balançar as redes adversárias. Em fase pior está o atacante Kahê, artilheiro do time com nove gols, mas que não marca há quatro jogos.

Na próxima rodada, a Ponte Preta enfrenta o Palmeiras, quarta-feira, às 20h30, no Parque Antarctica, em São Paulo. O Coritiba vai a campo no mesmo dia e horário para receber o Atlético-MG, no estádio Couto Pereira, no Paraná.

O jogo
Empurrada pela torcida, a Ponte Preta começou a partida pressionando. Logo a 1min, o lateral-esquerdo Iran arriscou de pé direito de fora da área e o goleiro Vizzotto espalmou. No rebote, Evando cabeceou para fora, perdendo boa oportunidade.

TIMÃO MANTÉM A PONTA
Após a derrota em casa, a Ponte perdeu a chance de voltar à liderança, o que manteve o Corinthians na primeira posição. Leia mais
Apesar do sufoco inicial, o Coritiba teve calma para reagir e marcar o primeiro gol aos 8min. Após falha de marcação da defesa, a bola sobrou para Jackson na área. O meia dominou e chutou, acertando o canto direito da meta de Lauro.

Com pouca criatividade no meio-campo, a Ponte encontrou muita dificuldade para chegar ao campo de ataque. Responsáveis pela armação das jogadas, Danilo e Evando ficaram presos na marcação e praticamente não acionaram o atacante Kahê.

Na volta do intervalo, o time da casa reapareceu mais ofensivo, mas abrindo muitos espaços para o adversário contra-atacar, principalmente com Caio. Aos 7min, Rissut cruzou da direita e Kahê completou de cabeça à direita de Vizzotto.

O Coritiba respondeu aos 15min e quase ampliou. Em rápida jogada, Jackson recebeu na direita, invadiu a área, mas bateu por cima do gol. Quatro minutos mais tarde, Marcelo Peabiru aproveitou cruzamento da direita e cabeceou forte para fazer o segundo.

A desvantagem desanimou ainda mais a Ponte. Nem mesmo a entrada do veloz Isaías no lugar do volante Carlinhos fez o time melhorar de rendimento. Aos 34min, o goleiro Lauro ainda salvou o terceiro gol, quando Capixaba invadiu livre a área e o camisa 1 conseguiu espalmar para escanteio.

Dois minutos depois, Jackson recebeu na área e tocou no canto esquerdo alto para nova bela defesa do ponte-pretano. Aos 39min, enfim, o Coritiba ampliou. Rodrigo Batata apareceu livre na área e cabeceou no canto direito da meta.

PONTE PRETA
Lauro; Rissut, Galeano, Rafael Santos e Iran; Éverton (Luciano Santos), Carlinhos (Isaías), Luciano Santos, Danilo e Evando (Gabriel); Kahê
Técnico: Zetti

CORITIBA
Vizzotto; Rafinha, Reginaldo Nascimento, Vágner e Ricardinho; Márcio Egídio (Alexandre Luz), Rodrigo Mancha, Capixaba e Jackson (Rodrigo Batata); Caio e Marcelo Peabiru (Alexandre)
Técnico: Cuca

Local: estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Árbitro: Wagner Tardelli Azevedo (Fifa-RJ)
Auxiliares:Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e José Cláudio Paranhos (RJ)
Público: 6.623 pagantes
Renda: R$ 46.789
Cartões amarelos: Caio (C), Vágner (C). Capixaba (C), Marcelo Peabiru (C)
Gols: Jackson, aos 8min do primeiro tempo; Marcelo Peabiru, aos 19min, e Rodrigo Batata, aos 39min, do segundo tempo

Leia mais

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias