! Alex Alves sai do banco e dá a vitória ao Bota contra São Caetano - 27/07/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  27/07/2005 - 22h20
Alex Alves sai do banco e dá a vitória ao Bota contra São Caetano

Da Redação
No Rio de Janeiro

O atacante Alex Alves viveu uma noite de herói no Botafogo. Barrado pelo técnico Péricles Chamusca, o atacante entrou no segundo tempo da partida contra o São Caetano e marcou, aos 44min, o gol da vitória por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, no ABC Paulista.

Foi o primeiro gol do artilheiro do Botafogo com a bola rolando neste Brasileiro. Os oito anteriores haviam acontecido em cobranças de pênalti. "Estava atrás desse gol. Hoje (quarta) saiu. Entrei, fui feliz e fiz o gol", disse Alex Alves após a partida.
TÉCNICO E ARTILHEIRO SELAM A PAZ
Ao final da partida, o técnico Péricles Chamusca e o atacante Alex Alves se abraçaram e trocaram elogios.Leia mais

Com o resultado, o Botafogo impediu que o São Caetano roubasse sua vaga no grupo de elite do Campeonato Brasileiro. O time alvinegro foi a 28 pontos e se garantiu na zona de classificação para a Libertadores. O São Caetano ficou com os mesmos 24.

Além disso, o Botafogo alcançou nesta rodada o que o São Caetano havia conseguido na anterior: invencibilidade de quatro jogos, com três vitórias e um empate. A equipe paulista, porém, não conseguiu chegar ao quinto jogo sem perder.

LEVIR VIU A DERROTA DE PERTO
O novo técnico do São Caetano, Levir Culpi, assistiu à partida desta quarta-feira de uma cabine de rádio do estádio Anacleto Campanella.

O treinador, que comandou o Botafogo na campanha do time na Série B de 2003, foi contratado pela equipe do ABC Paulista para o lugar de Estevam Soares, que entregou o cargo depois do empate por 1 a 1 com o Paraná.

Levir Culpi só começa a trabalhar no São Caetano nesta quinta-feira. Durante o jogo contra o Botafogo, o time foi dirigido interinamente por Dino Camargo.
A vitória do Botafogo também serviu para manter um tabu. O time carioca nunca perdeu para o São Caetano no estádio Anacleto Campanella. Contando com a partida desta quarta, as equipes se enfrentaram três vezes no ABC, e a equipe alvinegra ganhou todas.

O São Caetano vai tentar a reabilitação no campeonato no próximo sábado, quando enfrenta o Vasco, em São Januário. Já o Botafogo volta a campo no domingo para disputar o clássico contra o Flamengo, a princípio, marcado para o estádio Luso-Brasileiro.

O jogo
Logo a um minuto, o São Caetano perdeu ótima oportunidade de abrir o placar. Douglas cruzou da direta pelo alto, a bola passou por todo mundo e chegou a Triguinho, que dominou dentro da grande área, rente à linha de fundo, pela esquerda. Ele rolou rasteiro para o meio da pequena área para a Claudecir, que entrou de carrinho, mas chutou por cima do travessão com gol aberto.

O lance deu a impressão de que o jogo seria eletrizante, mas foi só. Ao contrário, a partida ficou muito ruim. As equipes erraram muitos passes e pouco ameaçaram. Tanto que o Botafogo só respondeu com certo perigo aos 20min. Caio recebeu passe na meia direita e chutou forte, cruzado, mas o goleiro Sílvio Luiz caiu no canto direito para defender.

Antes do final do primeiro tempo, o Botafogo ainda conseguiu assustar mais uma vez, aos 44min. Juninho cruzou da esquerda pelo alto para Reinaldo, próximo à marca do pênalti. Ele cabeceou para o chão e a bola passou perto da trave esquerda de Sílvio Luiz.

O Botafogo voltou com um pouco mais de disposição na etapa final e teve boa chance de abrir o placar aos 7min. César Prates cruzou da esquerda pelo alto e Reinaldo, no segundo pau, tocou de cabeça para o meio. Guilherme pegou de primeira, na entrada da pequena área, mas a bola tocou na zaga do São Caetano, que na seqüência afastou para longe.

O time visitante deu outro susto aos 17min. Túlio roubou uma bola na lateral direita, tocou no meio para Caio, que avançou até a entrada da área e rolou na direita para Reinaldo. Ele chutou rasteiro, cruzado, mas Silvio Luiz defendeu em dois tempos no meio do gol.

O Botafogo era melhor e ameaçou novamente aos 22min. Juninho cobrou falta com muita força da meia esquerda e deu trabalho a Silvio Luiz, que defendeu com dificuldade no centro do gol.

A equipe visitante criou a melhor chance aos 28min. Túlio cruzou da direita, pelo alto e Alex Alves, que havia entrado minutos antes, cabeceou. A bola tocou na trave direita, rolou em cima da linha e sobrou para a defesa do São Caetano afastar.

O gol da redenção de Alex Alves, porém, acabou saindo. Aos 44min, Alex Alves tabelou com Almir na meia direita, ficou cara a cara com o goleiro e tocou na saída de Sílvio Luiz para marcar o gol da vitória.

SÃO CAETANO
Sílvio Luiz; Renaldo, Douglas, Neto e Triguinho; Zé Luís (Emerson), Claudecir (Pingo), Thiago e Canindé (Márcio Richards); Edílson e Dimba
Técnico: Dino Camargo

BOTAFOGO
Max; Rafael Marques, Scheidt e Juninho; Oziel, Jonilson, Túlio, Caio (Almir) e César Prates (Thiago Xavier); Reinaldo (Alex Alves) e Guilherme
Técnico: Péricles Chamusca

Local: estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP)
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (RS)
Assistentes: Sérgio Buttes Cordeiro Filho e Paulo Ricardo Silva Conceição (ambos do RS)
Cartões amarelos: Renaldo (S) e Zé Luís (S)
Gol: Alex Alves, aos 44min do segundo tempo

Leia mais
Botafogo cresceu no 2º tempo ante Azulão

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias