! Corinthians ignora desfalques e bate o Vasco - 24/07/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  24/07/2005 - 18h01
Corinthians ignora desfalques e bate o Vasco

Da Redação
No Rio de Janeiro

Ignorando os diversos desfalques e apostando numa mescla de experiência com juventude, o Corinthians bateu o Vasco por 3 a 2, na tarde deste domingo, em São Januário, e continua em ascensão no Campeonato Brasileiro. Com a nona vitória em 11 jogos sob o comando do técnico Márcio Bittencourt, o time paulista assumiu a terceira colocação e jogou o carioca para a 20ª

Reuters 
Marcelo Mattos celebra o segundo gol na vitória do Corinthians em São Januário
"Os meninos que estão entrando corresponderam bem. Eles têm sua importância, como manter o time homogêneo, mesmo com as saídas", declarou o meia Roger, um dos poucos experientes que atuaram esta tarde no Rio de Janeiro.

O Vasco, por sua vez, mesmo contando com o reforço de última hora do experiente Romário (ele apareceu na concentração esta manhã e disse que não estava mais com dores na região lombar), não escapou de descer mais um degrau na zona de risco, local que o time habita há um mês.

Se não conseguiu garantir uma vitória ao time carioca, o veterano atacante pelo menos alcançou uma marca pessoal. Com o gol marcado esta tarde, ele chegou a 135 gols em campeonatos brasileiros e divide a vice-artilharia da história da competição com Zico, ídolo do Flamengo.

Do outro lado, o Corinthians também teve uma marca para comemorar. Com o triunfo, o time paulista manteve uma escrita de quase quatro anos contra o Vasco. Desde o dia 8 de novembro de 2001, a equipe cruzmaltina não consegue bater o rival da terra da garoa.

Quem não ficou muito satisfeito com a permanência desse tabu foi o técnico Renato Gaúcho, do Vasco, que estreou com uma surpreendente vitória por 3 a 2 sobre o Santos. Para ele, faltou mais experiência a alguns jogadores do clube carioca.

"Se o [volante] Ives tivesse feito aquela falta no lance do terceiro gol, o Corinthians não teria marcado. Foi falta de experiência", lamentou o comandante.

Na próxima rodada, o Vasco encara o Atlético-PR, na Arena da Baixada, em Curitiba, na quarta-feira, às 21h45. No mesmo dia, só que às 20h30, o Corinthians recebe o Cruzeiro, no estádio do Pacaembu, em São Paulo.

O jogo
O Corinthians entrou em campo na tarde deste domingo com importantes desfalques. O time não pôde contar com os atacantes Tevez e Bobô, o volante Mascherano e o zagueiro Betão. Todos suspensos.

Tentando se aproveitar disso, o Vasco chegou pela primeira vez com perigo em lance envolvente aos 7min, quando Diego recebeu na corrida, entrou na área, pela esquerda, e tocou para Romário, quase na marca do pênalti. De costas, o craque teve tempo para dominar, virar e chutar rente ao travessão de Fábio Costa.

ROGER APROVA 'MOLECADA'

Contratado como uma das principais estrelas para a temporada, o meia Roger elogiou atuação dos jovens jogadores que atuaram no lugar das estrelas. Formado nas categorias de base do clube, Abuda fez o gol da vitória. Leia mais
Aos 10min, Morais arriscou cobrança de falta de longe. O goleiro corintiano, adiantado, teve que se esticar todo para espalmar. No minuto seguinte, em contra-ataque, Rosinei recebeu livre pela direita e cruzou rasteiro para Gustavo Nery, que só teve o trabalho de empurrar para o gol vazio.

Aos 15min, porém, Alex Dias recebeu pela direita, dentro da área, viu Romário na segunda trave e cruzou na medida. O atacante cabeceou consciente no canto direito, sem defesa para Fábio Costa.

Aos 26min, Roger tocou para Rosinei na direita, dentro da área, cara-a- cara com Elinton. O goleiro, porém, fechou o ângulo e conseguiu desviar a escanteio. Aos 31min, o zagueiro Gomes tentou sair jogando na lateral direita e acabou perdendo a bola. Rosinei tocou para Abuda, livre na área, que obrigou o camisa 1 vascaíno fazer nova grande defesa em chute à queima-roupa.

Da terceira vez, porém, Elinton nada pôde fazer. Marcelo Mattos recebeu dentro da área e mandou um petardo de canhota, no ângulo direito do goleiro, colocando o time paulista novamente na frente do placar.

Na segunda etapa, o técnico Renato Gaúcho tirou Gomes e colocou o meia Fernandinho, saindo do 3-5-2 para o 4-4-2. A mudança deu resultado aos 5min, quando Fernandinho deu passe para Morais. Ele arriscou de fora da área, de canhota, a bola quicou e enganou Fábio Costa.

ROMÁRIO EMPATA COM ZICO
Aos 39 anos, o craque Romário igualou a marca de Zico como vice-artilheiro da história dos campeonatos crasileiros, com 135 gols. O atacante estava havia mais de um mês sem marcar. Neste período, jogou duas partidas, contra Goiás e Flamengo, das cinco que o Vasco disputou. Neste domingo, não evitou a derrota para o Corinthians, mas deixou mais uma vez sua marca. O maior goleador no Nacional é Roberto Dinamite, com 190.
Aos poucos, entretanto, o Corinthians equilibrou o jogo e quase marcou mais um aos 20min, quando Rosinei dominou num lançamento pela direita, dentro da área, arriscou de canhota, cruzado, rente ao ângulo direito de Elinton.

Aos 38min, Roger dominou pela meia e tocou para Abuda, dentro da área, na direita. O atacante chutou firme, cruzado, no canto direito de Elinton, garantindo a quarta vitória consecutiva do Corinthians. No fim da partida, o zagueiro Ciro partiu para cima do atacante Abuda e houve um princípio de tumulto. O goleiro Fábio Costa teria, inclusive, brigado com Marinho, o próprio companheiro de equipe.

VASCO
Elinton; Ciro, Gomes (Fernandinho) e Éder; Wagner Diniz, Ives (Anderson), Felipe Alves, Morais (Abedi) e Diego; Alex Dias e Romário
Técnico: Renato Gaúcho

CORINTHIANS
Fábio Costa; Coelho (Dinelson), Marinho, Sebá e Gustavo Nery (Fabrício); Wendel, Marcelo Mattos, Rosinei e Roger; Abuda e Jô (Hugo)
Técnico: Márcio Bittencourt

Local: estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Lourival Dias Lima Filho (BA)
Auxiliares: Alessandro Álvaro Rocha Matos (BA-Fifa) e Belmiro da Silva (BA)
Cartões amarelos: Éder, Ciro, Ives (V), Coelho, Wendel (C)
Gols: Gustavo Nery, aos 11min; Romário aos 15min; Marcelo Mattos, aos 33min do primeiro tempo; Morais, aos 5min; Abuda, aos 38min do segundo tempo

Leia mais


Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias