! Palmeiras quebra tabu e afunda Atlético-MG - 24/07/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  24/07/2005 - 17h51
Palmeiras quebra tabu e afunda Atlético-MG

Da Redação
Em São Paulo

Folha Imagem 
Washington, que entrou no segundo tempo, festeja o gol da vitória alviverde
Emerson Leão mal começou seu trabalho no Palmeiras e já quebrou dois tabus. Depois de conquistar a primeira vitória fora de casa, sobre o Figueirense, o time alviverde venceu o Atlético-MG por 1 a 0, na tarde deste domingo, em casa, e conquistou a primeira sequência de duas vitórias neste Campeonato Brasileiro. De quebra, o clube paulista afundou o mineiro na zona de rebaixamento.

O placar também mantém os paulistas em ascensão após a troca da comissão técnica. Além de se afastar das colocações próximas ao rebaixamento, o Palmeiras acumula agora 19 pontos, em 13° lugar, e volta a sonhar com a conquista de seu quinto título nacional.

Já os mineiros vêem sua reação ser freada. Na rodada anterior, o clube goleou o Fortaleza por 4 a 1, no Ceará, mas sem conseguir deixar o grupo dos quatro últimos que descerão à Série B em 2006. A derrota deixa o time alvinegro com apenas 11 pontos.

LEÃO CENTENÁRIO
O confronto deste domingo marcou a volta do técnico Emerson Leão ao Parque Antarctica. A última partida do treinador no estádio foi no dia 29 de novembro, na vitória por 1 a 0 sobre o mesmo Atlético-MG.

O resultado por 2 a 1 nesta tarde fez Leão completar a 100ª vitória em sua história no clube. Como jogador, ele obteve 84 resultados positivos de 1969 a 1978 e outras nove entre 1984 e 1986.

Já no banco de reservas, comandante somou mais seis vitórias em 1989, ano em que se despediu do clube no dia 10 de dezembro, ao perder para o arqui-rival Corinthians, pelo Brasileiro.

Neste domingo, em seu retorno, o placar de 1 a 0 foi como uma goleada devido às circunstâncias que viveu o Alviverde.
Além de recuperar a boa fase, o resultado desta tarde quebrou um tabu que incomodava a torcedores e jogadores palmeirenses. Esta foi a primeira vez que o time venceu duas partidas seguidas no Nacional-05. Em toda a temporada, a última seqüência de vitórias obtida aconteceu entre o período de 30 de abril a 4 de maio, quando derrotou o Brasiliense e o Deportivo Táchira, pela Libertadores, ambos por 2 a 1.

"É muito bom vencer duas seguidas. Aos poucos, vamos reencontrando o caminho. Conseguimos seis pontos que podem dar tranqüilidade olhando lá para cima. Eu disse aos jogadores que 1 a 0 seria goleada. É um resultado que satisfaz quando o adversário é perigoso e quando você precisa dele", afirmou o técnico.

O triunfo serviu também para Emerson Leão conseguir seu 100° resultado positivo pelo Palmeiras atuando no Parque Antarctica. Antes de regressar ao clube, o comandante havia obtido 93 vitórias como jogador e seis como técnico. Leia mais na tabela acima.

O Atlético-MG, no entanto, não tem nada a comemorar quando atua contra clubes de São Paulo no Brasileirão. Em cinco jogos, o time acumulou apenas um empate (Ponte Preta) e outras quatro derrotas (São Caetano, Corinthians, Santos e Palmeiras).

O novo revés faz o técnico Tite balançar mais uma vez no comando. Muito questionado nas últimas semanas, o ex-corintiano conseguiu se segurar no cargo após a vitória sobre o Fortaleza, mas agora volta a sofrer com a pressão da torcida.

WASHINGTON COMEMORA
Autor do gol do Palmeiras na vitória sobre o Atlético-MG, o atacante Washington festeja a nova chance no Palestra Itália.Leia mais
A última chance de triunfar contra paulistas no primeiro turno será na próxima quarta-feira, diante do São Paulo, às 21h45, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. O Palmeiras volta a campo na quinta-feira, contra o Flamengo, às 20h30, no Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro.

O jogo
Assim como aconteceu em Florianópolis, contra o Figueirense, o Palmeiras começou a partida abusando dos erros nos passes. Sem um centroavante fixo na área, o time utilizava a movimentação de Marcinho, Pedrinho e Cristian para tentar abrir espaços entre a zaga adversária.

JEJUM CONTRA PAULISTAS

Adversário

Placar

Data

Ponte Preta

3 x 3

30/04

Santos

0 x 3

17/05

Corinthians

0 x 1

29/05
São Caetano

2 x 3

02/07
Palmeiras

0 x 1

24/07
Fazendo boa marcação e explorando os contra-ataques, o Atlético-MG teve a primeira boa chance do jogo. Aos 24min, Zé Antônio cobrou falta da intermediária, a bola desviou na barreira e por muito pouco não entra no canto direito de Sérgio.

Sem criatividade, o Palmeiras chegou pela primeira vez com perigo apenas aos 38min, em jogada de bola parada. Correa cobrou falta pela direita e Gamarra cabeceou à esquerda da meta de Danrlei.

Na volta do intervalo, o time alviverde reapareceu com Washington no lugar de Cristian para dar mais força ao sistema ofensivo. Com mais volume de jogo, o clube da casa subiu de rendimento, mas ainda sem força para sufocar.

Assim como no primeiro tempo, o Palmeiras assustou em jogada de bola parada, mas desta vez com eficiência. Pedrinho cobrou escanteio pela esquerda, Daniel desviou e Washington, na pequena área, completou de cabeça para as redes.

Com a desvantagem, o técnico Tite tentou arriscar com as entradas de Rodrigo Fabri e Édson Araújo. Os mineiros, no entanto, não conseguiram responder e perderam mais uma.

PALMEIRAS
Sérgio; Nen (Leonardo Silva), Daniel e Gamarra; Correa, Marcinho Guerreiro, Reinaldo, Pedrinho (Alceu) e Lúcio, Cristian (Washington) e Marcinho
Técnico: Emerson Leão

ATLÉTICO-MG
Danrlei; Zé Antônio, Leandro Castan, Lima e Rubens Cardoso; Rafael Miranda, Ataliba (Amaral), Fábio Baiano e Luís Mário (Rodrigo Fabri); Marques e Fábio Júnior (Édson Araújo)
Técnico: Tite

Local: estádio Parque Antarctica, em São Paulo (SP)
Árbitro: Elvécio Zequetto (MS)
Auxiliares: Ivanilton Bandeira (MS) e Paulino Fernandes (MS)
Cartões amarelos: Lima (A), Correa (P), Marques (A), Rafael Miranda (A), Leonardo Silva (P), Danrlei (A), Amaral (A) e Edson Araújo (A)
Gol: Washington, aos 22min do segundo tempo


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias