! Com gols no final, Paysandu freia o Palmeiras - 26/06/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  26/06/2005 - 20h06
Com gols no final, Paysandu freia o Palmeiras

MBPress
Em São Paulo

O Palmeiras esteve muito perto de atingir a sua meta. Depois de passar boa parte da partida vencendo, o time do Parque Antarctica levou dois gols do Paysandu nos últimos minutos e perdeu por 2 a 1, na noite deste domingo, no Mangueirão.

Com este resultado, o sonho de conquistar a inédita segunda vitória seguida no Campeonato Brasileiro e, conseqüentemente, um embalo na competição, foi adiado novamente.

PALMEIRAS: MAL FORA DE CASA
AdversárioPlacarData
São Caetano2 x 223/04
Coritiba0 x 108/05
Cruzeiro0 x 222/05
Goiás1 x 211/06
Paysandu1 x 226/06
Neste campeonato, o Palmeiras teve outras duas chances de vencer duas seguidas. Depois de ganhar do Brasiliense, o time paulista sucumbiu diante do Coritiba. Fato semelhante aconteceu após a equipe bater o Santos e, na rodada seguinte, ser derrotada pelo Goiás.

Com esta nova derrota, além do Palmeiras permanecer com dez pontos e cair para a 15ª colocação, o ambiente no clube pode ficar conturbado ao longo da semana.

O alvo por mais este insucesso volta a ser o técnico Paulo Bonamigo. Mesmo com o atual treinador recebendo apoio de todo elenco do Palmeiras, o nome de Emerson Leão, novamente, passa a ser cogitado para assumir o comando do time do Parque Antarctica.

Alheio à crise adversária, o Paysandu vibrou muito este resultado, a terceira vitória do time neste Brasileiro. Com isso, os paraenses chegaram aos 11 pontos e deixaram a zona de rebaixamento, ocupando agora a 14ª colocação.

"Essa foi uma grande vitória. Essa meninada merece muito isso. O trabalho aqui no Paysandu está feito com muito carinho por todos eles", vibrou o técnico Paulo Campos, chorando no gramado do Mangueirão, após o triunfo do seu time.

De quebra, o Paysandu mantém uma escrita contra times paulistas. Jogando em seu estádio, o time paraense não perde há 18 jogos para equipes de São Paulo.

Agora, o Palmeiras volta a campo no próximo domingo, quando recebe o Botafogo, no Parque Antarctica. Um dia antes, o Paysandu encara o Coritiba, no Couto Pereira.

O Jogo
O Paysandu começou melhor na partida. Os donos da casa se aproveitaram da desorganização do setor defensivo do Palmeiras, que atuou com três zagueiros, para criar ótimas chances com Éder Ceccon e Róbson, mas o goleiro Sérgio conseguiu segurar o ímpeto dos atacantes do time paraense.

O Palmeiras tentava, timidamente, criar pelas alas. Porém, Pedrinho e Juninho, bem marcados, pouco produziram. Washington quase não tocou na bola durante o primeiro tempo.

E mesmo com o adversário melhor no jogo, o Palmeiras conseguiu marcar o gol, em uma jogada de bola parada. Aos 35min, Correa cobrou falta da direita e Daniel, na segunda trave, subiu mais que a zaga do Paysandu e cabeceou para as redes.

O gol do Palmeiras não alterou o panorama do jogo. O Paysandu continuou mais perigoso, mas não conseguiu passar por Sérgio. Quando conseguiu, a bola bateu na trave, como aconteceu em um chute de Eder Ceccon, aos 38min.

No segundo tempo, o Paysandu continuou a pressão exercida na primeira etapa, mas o goleiro Sérgio continuou sendo o grande nome da equipe do Palmeiras. O time paulista tentou, nos contra-ataques, marcar o segundo e garantir a vitória. Sem sucesso.

Voltando a ser titular após três meses contundido, o meia Pedrinho cansou no segundo tempo e foi substituído por Reinaldo. O técnico Paulo Bonamigo aproveitou para sacar também Washington, promovendo a entrada de Ricardinho.

A substituição no ataque impulsionou o Palmeiras, que passou a levar mais perigo, com Ricardinho trabalhando como pivô para as entradas de Juninho e Marcinho.

Mesmo com a melhora do Palmeiras, o Paysandu continuou mais perigoso e, aos 38min, conseguiu marcar o seu gol. Balão chutou da entrada da área e empatou o jogo.

Aos 46min, o Paysandu conseguiu virar o placar. Balão cruzou da esquerda e Alex Pinho, de cabeça, garantiu a vitória para os donos da casa.

PAYSANDU
Alexandre Fávaro; Marquinhos, Nelinho e Alex Pinho; Carabina (Beto), Vanderson, Donizete Amorim, Luis Augusto e Leandro (Balão); Robson e Éder Ceccon (Zé Augusto)
Técnico: Paulo Campos

PALMEIRAS
Sérgio; Leonardo SIlva, Nen e Daniel; Correa, Marcinho Guerreiro, Juninho, Pedrinho (Reinaldo) e Lucio; Marcinho e Washington (Ricardinho)
Técnico: Paulo Bonamigo

Local: estádio do Mangueirão, em Belém (PA)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (PR)
Auxiliares: Roberto Braatz (PR) e Rogério Carlos Rolim (PR)
Cartões amarelos: Marquinhos (PAY), Daniel (PAL), Marcinho Guerreiro (PAL), Luís Augusto (PAY), Alex Pinho (PAY), Lúcio (PAL), Róbson (PAY), Nen (PAL)
Gols: Daniel, aos 35min, do primeiro tempo, Balão, aos 38min; Alex Pinho, aos 46min, do segundo tempo

Leia mais

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias