! Ponte bate o Goiás e sobe para segundo - 18/06/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  18/06/2005 - 20h00
Ponte bate o Goiás e sobe para segundo

MBPress
Em Campinas

A Ponte Preta é a nova vice-líder do Campeonato Brasileiro. Nesta tarde de sábado, a Alvinegra venceu o Goiás por 2 a 0, no estádio Moisés Lucarelli, em partida válida pela oitava rodada, e se manteve na parte de cima da classificação.

O resultado faz o time de Campinas chegar aos 17 pontos, um a menos que o Botafogo. O clube carioca ainda enfrenta o São Paulo, domingo, no Morumbi, mas vai continuar em primeiro independente do resultado.

Já o Goiás perde boa chance de se aproximar ainda mais das primeiras posições. Ele permanece com 11, contudo, pode perder a oitava colocação se seus adversários diretos vencerem no final de semana.

Esta foi a quarta consecutiva sem derrota da Macaca. A última aconteceu no dia 15 de maio, quando foi derrotada por 2 a 1 pelo Fortaleza, no Ceará. Desde então, a equipe empatou com o Paraná, além de vencer Vasco e Cruzeiro.

Os goianos também chegavam para o confronto em bom momento. O time derrotou o Palmeiras por 2 a 1, na rodada passada, e esperava voltar a triunfar longe de casa frente à Ponte. Em quatro partidas fora do Serra Dourada, o Alviverde venceu apenas uma (Paraná) e perdeu três.

Apesar de ocupar posição de destaque no torneio, os campineiros passam a se preocupar com o futuro. O clube vai perder o meia Harison, autor do primeiro gol, negociado com o União Leiria, de Portugal.

O Goiás, por sua vez, vai receber o atacante Roni, contratado na semana passada. A direção ainda tenta o acerto com o meio-campista Vélber, que não vem tendo oportunidades no São Paulo.

HARISON DE SAÍDA
Ídolo da torcida, o meio-campista está deixando o clube nos próximos dias. Ele vai defender agora o União Leiria, de Portugal.

Sua apresentação está marcada para o próximo dia 25 de junho.

Para a vaga dele, o técnico Oswaldo Alvarez deve efetivar Evando.
No próximo sábado, a Ponte Preta vai até Caxias do Sul enfrentar o Juventude, às 16h, no estádio Alfredo Jaconi. O Goiás recebe o Coritiba, domingo, às 16h, no estádio Serra Dourada, em Goiânia.

O jogo
Desde o primeiro minuto, Ponte Preta e Goiás procuraram o gol. Tocando bem a bola, ambos os times criaram boas oportunidades logo no início, mas não conseguiram concluí-las em gols.

O primeiro grande susto para o goleiro Lauro veio aos 20min. Souza recebeu passe dentro da grande área, girou sobre a marcação e chutou alto. A bola tocou no travessão e saiu pela linha de fundo.

A resposta da Macaca foi falta. Aos 31min, o meia Harison, que faz sua despedida do clube neste sábado, cobrou falta com violência, a bola deu um leve toque na barreira e enganou o goleiro Harlei.

Com a vantagem, a Alvinegra passou a esperar o adversário em seu campo defensivo para jogar nos contra-ataques. No entanto, o time de Vadão errou muitos passes e não conseguiu encaixar um lance sequer.

GOIÁS EM JEJUM
Apesar de aparecer em boa colocação no Brasileiro, o Alviverde não vive bom momento quando atua fora de casa.

A única vitória aconteceu na estréia do torneio, quando bateu o Paraná por 2 a 0, em Curitiba.

Desde então, o clube foi derrotado por Cruzeiro, Paysandu e, agora, pela Alvinegra de Campinas.
Melhor para o Goiás, que quase empatou aos 41min. Paulo Baier aproveitou rebote da defesa e de, fora da área, arriscou. A bola passou muito próxima do ângulo esquerdo e foi para fora.

Na volta do intervalo, o Alviverde reapareceu pressionando. Com a entrada de Luciano Almeida no lugar de Jadílson, machucado, o time ganhou mais força pelo lado esquerdo do ataque e sufocou a Ponte em seu campo nos minutos iniciais.

A partir dos 10min, o time da casa passou a respirar. Danilo teve boa oportunidade para ampliar o marcador, aos 13min, quando cobrou falta próxima da área e a bola saiu perto do gol. Sete minutos mais tarde, Ângelo cruzou para área, Kahê subiu de cabeça, mas errou o alvo.

Na outra chance, o atacante não desperdiçou. Aos 22min, Danilo cruzou, o goleiro Harlei fez o corte, mas a bola sobrou na cabeça do avante, que apenas teve o trabalho de escorar para a meta e ampliar.

Com o gol, o Goiás diminuiu o ritmo. Sem poder de reação, o técnico Edson Gaúcho ainda tentou com a entrada de Jorge Mutt, mas o time pouco produziu e não teve forças para marcar.

PONTE PRETA
Lauro; Rissut, Thiago Matias, Galeano e Bruno; Éverton, Ângelo, Luciano Santos, Danilo (Evando) e Harison (Frontini); Kahê (André Silva)
Técnico: Oswaldo Alvarez

GOIÁS
Harlei, Paulo Baier, André Dias, André Leone e Jadílson (Luciano Almeida); Cléber Gaúcho, Tiago (Jorge Mutt), Romerito e Rodrigo Tabata; Leandrinho (Fábio) e Souza
Técnico: Édson Gaúcho

Local: estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Árbitro: Giulliano Bozzano (DF)
Auxiliares: Eremílson Xavier Macedo e João Antônio Sousa Paulo Neto (ambos do DF)
Cartões amarelos: Harison (PP), Romerito (G), Paulo Baier (G), Rissut (PP), André Dias (G), Luciano Almeida (G), Thiago Matias (PP) e Souza (G)
Gols: Harison, aos 31min do primeiro tempo, e Kahê, aos 22min do segundo tempo.

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias