! Paraná vence Fortaleza e acaba com jejum - 11/06/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  11/06/2005 - 17h52
Paraná vence Fortaleza e acaba com jejum

MBPress
Em São Paulo

Enfim, o Paraná voltou a vencer diante da sua torcida. Na tarde deste sábado, a equipe bateu o Fortaleza por 3 a 0, no estádio Pinheirão, e conquistou seu primeiro triunfo como mandante neste Brasileirão - antes foram dois empates e uma derrota.

A última vitória da equipe tricolor em casa havia sido no dia 12 de março, quando bateu o Rio Branco por 1 a 0, em jogo válido pela primeira fase do Campeonato Paranaense, que foi conquistado pelo rival Atlético-PR.

Se o Paraná quebrou seu jejum, o do Fortaleza acabou mantido. A equipe não vence há três meses fora de seus domínios. A última vitória como visitante foi no dia 6 de março, quando bateu o Ferroviário por 2 a 1, na primeira fase do Campeonato Cearense.

Atuando com um jogador a mais desde os 42min do primeiro tempo (Chiquinho foi expulso), o Paraná teve domínio total da partida, principalmente no segundo tempo. O destaque foi o atacante Borges, autor de dois gols. O outro foi marcado por Tiago Neves.

O resultado deste sábado tirou o Paraná da zona de rebaixamento e levou a equipe para zona intermediária da tabela, com nove pontos. O time paranaense, no entanto, pode perder posições dependendo dos resultados deste domingo.

Já o Fortaleza mantém seus sete pontos, na 14ª posição. Dependendo dos resultados das equipes que ainda vão jogar, o tricolor cearense pode terminar a rodada na zona de rebaixamento.

As duas equipes voltam a campo pelo Brasileirão no próximo final de semana. O Paraná tenta uma recuperação no clássico contra o Coritiba, domingo, às 16h, no Couto Pereira. Também no domingo, o Fortaleza recebe o Santos, às 18h10, no Castelão.

O jogo
Mesmo com Renaldo contundido, o técnico Lori Sandri decidiu escalar dois atacantes, com a equipe atuando no 3-5-2, desistindo no esquema que o treinador vinha usando, o 3-6-1. Assim, André Dias ganhou uma oportunidade entre os titulares do Paraná.

A mudança fez com que o Paraná dominasse as iniciativas no início do primeiro tempo, principalmente pelas laterais, onde tinha facilidade para criar as jogadas. Mas com pouca eficiência. A equipe só levou perigo real aos 19 min, num lance de bola parada. Após cobrança de escanteio, Aderaldo rolou para André Dias, cara-a-cara com Bosco, chutar por cima do gol.

O Fortaleza tentou responder nos contra-ataques. Em um deles, Clodoaldo, aos 20min, fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Marcos Denner antecipar a defesa e bater para fora, passando perto da trave direita de Bosco.

De tanto pressionar pelas laterais, o Paraná chegou ao gol. Aos 38 min, em jogada pela direita, Borges cruzou para Tiago Neves, que cabeceou para André Dias chutar para as redes. Mas o árbitro Djalma Beltrani anulou o gol, alegando impedimento do atacante. Mas quem reclamou da arbitragem foi o Fortaleza, aos 42 min. Após falta violenta, Chiquinho, que já tinha cartão amarelo, foi expulso.

Para o segundo tempo, o técnico Lori Sandri mudou o esquema tático e colocou o meia Maicosuel, de 19 anos no lugar de Marcos, passando a jogar no 4-4-2, deixando a equipe mais ofensiva para aproveitar o jogador a mais. Vágner Benazzi também colocou sua equipe no ataque, promovendo a entrada dos recém-contratados Lúcio e Rinaldo.

Mas quem se deu bem foi o Paraná. Após cruzamento da direita, Borges tirou dois zagueiros com um belo toque e bateu forte para o fundo do gol, colocando o Paraná em vantagem. Na pressão, quase saiu o segundo. Borges chutou de fora da área e obrigou Bosco a boa defesa.

Com um homem a mais, o tricolor paranaense continuou dominando o jogo. E acabou chegando ao segundo gol. Aos 8min, Neto bateu falta rasteiro para o meio e Tiago Neves mandou para a rede. O Fortaleza tentou reagir, mas de forma desordenada. Na melhor chance, aos 16min, Giba fez jogada pela esquerda e bateu, exigindo a defesa de Flávio.

Com dois gols no placar, o Paraná passou a explorar os contra-ataques. E, dessa forma, chegou ao terceiro gol. Aos 23 min, Vicente arrancou pela direita e obrigou Ronaldo Angelim a fazer pênalti. Borges bateu e fez o segundo dele no jogo. O Paraná passou a tocar a bola e administrar o resultado até o apito do árbitro.

PARANÁ
Flávio; Daniel Marques, Marcos (Maicosuel) e Aderaldo; Neto (Goiano), Rafael, Beto, Tiago Neves (Chiquinho) e Vicente; Borges e André Dias
Técnico: Lori Sandri

FORTALEZA
Bosco; Chiquinho, Alan, Ronaldo Angelin, e Giba; Erandir, Hernani, Paulo Isidoro e Mazinho Lima (Lucio); Marcos Denner (Rinaldo) e Clodoaldo (Dudi)
Técnico: Vagner Benazzi

Local: estádio Pinheirão, em Curitiba (PR)
Árbitro: Djalma José Beltrami Teixeira (RJ)
Auxiliares: Carlos Henrique Alves de Lima (RJ) e Edinei Guerreiro Mascarenhas (RJ)
Cartões amarelos: Alan (F), Giba (F), Marcos Denner (F), Erandir (F), Marcos (P), Tiago Neves (P)
Cartões vermelhos: Chiquinho (F)
Gols: Borges, aos 3min, Tiago Neves, aos 8min, e Borges, aos 24 min do segundo tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias