! Equilíbrio marca empate entre Paraná e Ponte - 21/05/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  21/05/2005 - 17h50
Equilíbrio marca empate entre Paraná e Ponte

MBPress
No Rio de Janeiro

Em partida bastante equilibrada, Paraná e Ponte Preta empataram por 1 a 1 na tarde deste sábado, no estádio Pinheirão, em Curitiba. O atacante Roger marcou para o time campineiro e Borges para o paranaense.

Artilheiro do Campeonato Brasileiro com cinco gols, Roger só não marcou na estréia, contra o Atlético-PR. Um dos destaques da competição, ele vem negociando com o São Paulo uma possível transferência, mas a diretoria da Ponte ainda tenta aumentar os valores do negócio.

Após a derrota para o Fortaleza no último fim de semana, o time de Campinas acabou conseguindo somar um ponto fora de casa, mesmo sem o goleiro Lauro, que cumpriu suspensão automática por expulsão. Mário Aranha acabou fazendo boa partida.
GOLS DE ROGER
AdversárioRodadaGols
Atlético-MG2
Paysandu1
Fortaleza1
Paraná1


A Ponte vem agora com oito pontos, deixando o Paraná com seis. O time de Curitiba segue sem vencer em casa. Desde o dia 12 de março, contra o Rio Branco, ainda pelo Campeonato Paranaense, a torcida paranista não comemora uma vitória sob seus domínios.

Empolgado pela vitória sobre o Palmeiras, na capital paulista, na última rodada, a equipe correu muito e teve chances de vencer a partida, mas não soube aproveitá-las.

A equipe contou com a estréia do zagueiro Marcos, ex-Vasco, que quase entregou de bandeja um gol a Roger, no início da etapa final, ao recuar mal para o goleiro. O atacante acabou chutando para fora. O Paraná continua sofrendo com os desfalques de André Dias e Renaldo no ataque.

Na próxima rodada, a Ponte volta a Campinas e enfrenta o Vasco, domingo às 16h, no Moisés Lucarelli. O Paraná vai ao Distrito Federal e pega o Brasiliense, sábado às 16h, na Boca do Jacaré.

O jogo
O artilheiro isolado do campeonato, Roger, quase ampliou sua vantagem sobre os rivais logo aos 4min, quando Harison deixou o atacante livre, em condição legal, pela direita. Roger avançou e chutou cruzado, rasteiro, mas a bola passou rente à trave de Flávio.

Aos 11min, o Paraná deu o troco com Beto, que avançou pela direita, driblou dois zagueiros e invadiu a área. Já na pequena área, ele tocou para Vicente, que deixou a bola passar, perdendo grande oportunidade.

O time de Curitiba voltou a ter grande chance aos 27min, em rápido contra-ataque. Borges lançou Vicente pela esquerda, que cruzou para Beto, da marca do pênalti, completar para fora. Logo depois, o árbitro Alicio Pena Júnior marcou recuo de bola para o goleiro da Ponte Preta. Na falta indireta, bem ao lado da pequena área, pela esquerda, Borges acabou cruzando mal e colocou a bola quase na linha lateral.

O Paraná apertava, mas aos 31min, num contra-ataque, Roger foi lançado na meia-lua, cortou para dentro, driblando um zagueiro, e deslocou Flávio, colocando no canto esquerdo. Foi o quinto gol do artilheiro da competição.

Aos 37min, Thiago Neves arrancou pela direita e entrou na grande área, mas foi travado na hora do chute, para alívio de Mário Aranha. Em um primeiro tempo bastante movimentado, as duas equipes tiveram chances, mas Roger fez a diferença para a Ponte.

Na etapa final, o estreante zagueiro Marcos recuou mal para Flávio, logo no primeiro minuto. Atento, Roger dominou, avançou e chutou forte, da entrada da área, mas sem direção. Aos 11min, o zagueiro paranaense tocou a mão na bola quase na linha da grande área. Harison bateu colocado, à meia altura, e Flávio espalmou a escanteio.

Aos 18min, Goiano, que havia acabado de entrar, entrou driblando pela direita, tirou de dois zagueiros e arriscou de canhota, mas Mário Aranha agarrou firme. Na seqüência, foi a vez de Harison arrancar pela direita e chutar cruzado, dentro da área. Roger ainda tentou se esticar, mas a bola foi pela linha de fundo.

O lá e cá acabou no fundo das redes aos 20min. Depois de cruzamento pela direita, Borges dominou dentro da grande área, ajeitou para o pé direito e colocou no canto, sem chances para o goleiro. Na comemoração, diversas cambalhotas, marca registrada do artilheiro, que é mestre de capoeira.

Aos 28min, o árbitro anulou um gol legal do Paraná, quando Vicente chutou, Aranha defendeu e Beto completou para as redes. Alicio Pena Júnior marcou impedimento inexistente. As duas equipes não demonstravam cansaço e correram até o fim, mas sem levar perigo ao gol adversário. O empate acabou sendo justo.

PARANÁ
Flávio; Daniel Marques (Ewerton César), Aderaldo e Marcos; Alex (Goiano), Rafael Mussamba (Wellington), Mário César, Beto e Vicente; Tiago Neves e Borges
Técnico: Lori Sandri

PONTE PRETA
Mário Aranha; Rissut, Galeano, Rafael Santos e Bruno; Ângelo, Carlinhos, Everton, Harison (Luciano Santos) e Danilo (Kahê); Roger
Técnico: Oswaldo Alvarez

Local: estádio Pinheirão, em Curitiba (PR)
Árbitro: Alicio Pena Júnior (MG)
Auxiliares: Pedro Alcântara Campos e Helberth Costa Andrade (ambos de MG)
Cartões amarelos: Roger, Ângelo, Rafael Santos (Ponte)
Gols: Roger, aos 31min do primeiro tempo; Borges, aos 20min do segundo tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias