! Washington marca na estréia e Palmeiras vence - 30/04/2005 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  30/04/2005 - 17h51
Washington marca na estréia e Palmeiras vence

MBPress
De São Paulo

Emiliano Capozoli/Folha Imagem 
Palmeirenses comemoram o gol de Correa, o 2º da vitória sobre o Brasiliense

Depois de uma fase "turbulenta" com a sua torcida, o Palmeiras fez uma boa partida, venceu o Brasiliense por 2 a 1, e ficou em paz com os torcedores. A partida deste sábado também foi a primeira no Parque Antarctica neste Campeonato Brasileiro.

Neste sábado, os torcedores preferiram hostilizar Marcelinho Carioca, que fez história no arqui-rival Corinthians. Os palmeirenses também apoiaram muito o lateral Lúcio, que era preferencialmente o alvo da ira da torcida. Logo no inicio da partida, o atleta aplicou um "chapéu" no meia do Brasiliense e foi muito aplaudido.

"Pra ser sincero, não dou muita bola para a torcida. Eles criticaram em um dia e hoje dão apoio. Mas isso é o reflexo do meu trabalho dentro de campo", ponderou Lúcio.

Com esse resultado, o Palmeiras chegou aos quatro pontos e assumiu, provisoriamente, a liderança do Brasileiro. O Brasiliense continua na oitava posição, com apenas um ponto. Com os resultados de sábado e domingo os times deverão cair na tabela.

O grande nome do jogo foi Washington. Na sua estréia com a camisa alviverde, o atacante marcou o seu primeiro gol pelo Palmeiras e ainda mostrou muita disposição, criando boas oportunidades de gol.

OS GOLS PALMEIRENSES
Washington

Em sua estréia no time, o atacante usou jogada em que é especialista, a cabeçada, para abrir o placar aos 10 min do 1º tempo
Corrêa

Logo aos 3min do 2º tempo, Corrêa fez um lindo gol de falta e sossegou a torcida, intranqüila após tropeços do time em casa
Quem também fez uma estréia foi Juninho Paulista. O jogador atuou pela primeira vez com a camisa do Palmeiras no Parque Antarctica e se movimentou muito, acertando inclusive uma bola no travessão.

Porém, o Palmeiras não contou com o volante Magrão, que se contundiu na última quarta-feira defendendo a seleção brasileira. Alceu, o substituto imediato, também se machucou. Com isso, Roger, de apenas 19 anos, foi o titular.

Pelo lado do Brasiliense, as grandes ausências foram de Oséas e Vampeta. Os dois jogadores, recém-contratados pela equipe do Distrito Federal, não tiveram condições físicas para atuar.

O resultado desta tarde serviu como quebra de um tabu e manutenção de outro. Enquanto o Palmeiras continua sem perder para o Brasiliense em toda a história (3 vitórias e 1 empate), a equipe do Parque Antarctica voltou a vencer após cinco jogos (3 empates e 2 derrotas).

Pelo Brasileiro, Palmeiras e Brasiliense voltam a campo apenas no dia 8 de maio, domingo. A equipe alviverde vai enfrentar o Coritiba no Couto Pereira, enquanto o time do Distrito Federal encara o Atlético-MG, no Mineirão.

O gol foi importante porque eu estou trabalhando para ter uma seqüência muito grande aqui no Palmeiras. Agora, tenho mais tranqüilidade
Atacante Washington, autor do primeiro gol palmeirense

O Jogo
Nos primeiros minutos, a partida foi lenta, com as duas equipes se estudando. Mas no primeiro ataque, o Palmeiras conseguiu abrir o marcador. Aos 10min, Lúcio fez um ótimo cruzamento da esquerda para o estreante Washington que cabeceou para marcar.

Após o gol, a partida melhorou, com o Brasiliense saindo mais para buscar o gol. E aos 19min, Igor se livrou de dois marcadores e, da meia-lua, acertou o chute no canto direito de Marcos para empatar.

Na seqüência, cada equipe teve uma boa chance de marcar. Primeiro, Donizete rebateu mal para a entrada da área e Juninho Paulista chutou no travessão. No lance seguinte, Marcelinho Carioca recuperou uma bola na linha de fundo e cruzou. Igor desviou e Marcos salvou em cima da linha.

Aos 23min, o volante Pituca, do Brasiliense, foi expulso após receber o segundo cartão amarelo. Com isso, o técnico Valdyr Espinosa fez duas substituições para recompor o sistema defensivo. Por sua vez, o técnico Paulo Bonamigo sacou Roger para entrada de Cristian, para pressionar ainda mais o adversário.

Mas toda a pressão que o Palmeiras fez na primeira etapa teve resultado apenas no segundo tempo. Logo aos 3min, Correa bateu falta com perfeição no ângulo esquerdo de Donizete e marcou o segundo do time alviverde na partida.

MARCOS COMPLETA 300 JOGOS
Goleiro palmeirense completou 300 jogos pelo clube. Em meio a comemoração, atleta volta a declarar sua intenção de permanecer no Palmeiras até o término do seu contrato
Leia mais
Após o gol, o Palmeiras continuou em cima do adversário e quase ampliou em outra bola parada. Desta vez foi Cristian que cobrou do lado esquerdo, mas a bola bateu no travessão. Juninho Paulista e Washington também desperdiçaram chances claras de marcar.

Nos 5min finais, o Brasiliense buscou a todo custo pelo menos o empate, dando muito espaço para o Palmeiras decidir nos contra-ataques. Aos 41min, Ricardinho perdeu uma ótima oportunidade, chutando rente à trave.

PALMEIRAS
Marcos; André Cunha (Bruno), Nen, Gláuber e Lúcio; Marcinho, Roger (Cristian), Correa e Juninho Paulista; Osmar (Ricardinho) e Washington.
Técnico: Paulo Bonamigo.

BRASILIENSE
Donizete; Dida, Gérson (Rochinha), Jairo e Márcio; Deda, Pituca, Marcelinho Carioca e Iranildo; Tiano (Robston) e Igor (Giovani).
Técnico: Valdyr Espinosa.

Local: estádio Parque Antarctica, em São Paulo (SP)
Árbitro: Wagner Tardelli Azevedo (RJ)
Auxiliares: Aristeu Tavares e Hilton Rodrigues (ambos RJ)
Cartões amarelos: Gérson (B), Dida (B), Róbston (B), Rochinha (B), Washington (P), Cristian (P), Juninho Paulista (P), Nen (P).
Cartão Vermelho: Pituca (B).
Gols: Washington, aos 10min, e Igor, aos 19min, do primeiro tempo; Correa, 3min, do segundo tempo.

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias