! Com técnico novo, Goiás empata com São Caetano - 30/04/2005 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  30/04/2005 - 17h47
Com técnico novo, Goiás empata com São Caetano

MBPress
No Rio de Janeiro

Geralmente, a chegada de um novo treinador a um clube costuma motivar os jogadores. Com o Goiás, isso não deu tanto resultado. Neste sábado, jogando em casa, o time dominou o São Caetano, mas não passou de um empate sem gols contra o adversário, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, na estréia de Edson Gaúcho no comando da equipe.

Com o resultado, o Goiás assumiu a liderança provisoria do Campeonato Brasileiro, com quatro pontos. Já o São Caetano chegou aos dois pontos, já que vinha de um empate por 2 a 2 contra o Palmeiras em casa. Neste domingo, acontece o complemento da segunda rodada.

Na terceira rodada, o Goiás recebe o Figueirense, no próximo domingo, no mesmo estádio Serra Dourada. O São Caetano também vai jogar em casa, contra o Fortaleza, no mesmo dia.
ESTRÉIA SEM VITÓRIA
Edson Gaúcho veio do arqui-rival Vila Nova. Ele chegou ao Goiás para substituir Péricles Chamusca, que mesmo após a vitória por 2 a 0 sobre o Paraná, fora de casa, foi demitido.

O treinador chegou impondo o estilo linha dura, com uma série de regras de condutas aos jogadores, e mandando inclusive que alguns atletas cortassem o cabelo.
O Goiás perdeu a chance de vencer o jogo principalmente no primeiro tempo, quando dominou inteiramente o adversário. Enquanto a equipe da casa teve 12 finalizações e colocou uma bola na trave, o São Caetano não deu um chute a gol sequer.

No segundo tempo, o time paulista melhorou um pouco, mas o Goiás também foi melhor. No entanto, as equipes não conseguiram tirar o zero do placar.

O resultado decepcionou a torcida do Goiás, que se animou com o bom começo do time no Brasileirão. Na estréia, a equipe conseguiu uma boa vitória por 2 a 0, sobre o Paraná, em Curitiba.

O jogo
Logo aos 3min, o Goiás teve uma excelente oportunidade para abrir o placar. Válber recebeu lançamento na meia esquerda, aproveitou a furada do zagueiro, e invadiu a grande área. Ele ficou cara a cara com o goleiro e chutou rasteiro de pé esquerdo, mas Sílvio Luiz caiu no canto direito para fazer a defesa.

O mesmo Válber voltou a assustar o São Caetano, aos 17min. Ele arriscou um chute rasteiro da entrada da grande área, pela meia esquerda, e a bola passou perto da trave esquerda de Sílvio Luiz.

O Goiás dominava inteiramente a partida e chegou novamente com perigo aos 19min. Rodrigo Tabata cobrou falta com força da intermediária, mas o goleiro do São Caetano segurou firme no centro do gol. Aos 26min, Rodrigo Tabata cruzou da direita e Juliano cabeceou à queima roupa. O goleiro Silvio Luiz salvou no reflexo, espalmando a bola que ia entrando no canto direito, à meia altura.

O lance de maior perigo aconteceu aos 28min. Válber recebeu lançamento na meia direita, dentro da grande área, e chutou em cima da defesa. Na seqüência, Danilo Dias chutou da intermediária e a bola tocou na trave direita de Sílvio Luiz.

Aos 37min, Rodrigo Tabata chutou rasteiro, de pé esquerdo, da meia direita, e a bola passou rente à trave esquerda de Sílvio Luiz, que nem se mexeu.

O Goiás voltou para o segundo tempo com o mesmo ímpeto. Aos 5min, depois de uma cobrança de escanteio pela direita, André Leone cabeceou com perigo à direita do gol. Dois minutos depois, Jadílson cobrou falta pela meia direita e acertou a trave esquerda de Sílvio Luiz.

O primeiro chute a gol do São Caetano só aconteceu aos 10min, e levou muito perigo ao Goiás. Marcinho recebeu passe da esquerda, dentro da grande área, e chutou rasteiro, cruzado. A bola tocou na trave direita de Harlei.

O São Caetano melhorou e voltou a ameaçar aos 18min. Triguinho recebeu cruzamento da esquerda pelo alto e mergulhou de peixinho, livre, cara a cara com o goleiro, quase na pequena área. Mas o meia jogou por cima do travessão.

Aos 40min, André Leone, cobrando falta, chutou forte, e a bola passou raspando o travessão, desperdiçando a última chance.

GOIÁS
Harlei, Cléber, André Dias e André Leone; Vítor, Danilo Portugal, Rodrigo Tabata, Juliano (Jorge) e Jadílson; Danilo Dias (Michel) e Válber (Rafael)
Técnico: Edson Gaúcho

SÃO CAETANO
Sílvio Luiz, Alessandro (Júlio César), Douglas, Thiago e Triguinho; Raulen, Zé Luiz, Paulo
Miranda e Marcinho; Fábio Pinto (Marcelinho) e Márcio Mixirica (Elton)
Técnico: Estevam Soares

Local: estádio estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Público pagante: 4.470
Árbitro: Giulliano Bozzano (DF)
Assistentes: Renato Miguel Vieira e Eremílson Xavier Macedo (ambos do DF)
Cartões amarelos: Alessandro (S) e Júlio César (S)

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias