! Atlético-PR perde da Ponte Preta na Arena - 24/04/2005 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  24/04/2005 - 20h05
Atlético-PR perde da Ponte Preta na Arena

MBPress
Em São Paulo

O Atlético-PR bem que tentou, mas não conseguiu evitar a derrota para a Ponte Preta em plena Arena da Baixada. Com um gol de Kahê logo no início, os visitantes venceram o time paranaese por 1 a 0 na estréia do Brasileirão.

Com a vitória fora de casa, a Ponte Preta confirma a fama de 'destruidora de lares'. Até encontrar o time paulista pelo caminho, o Atlético-PR ostentava a marca de nove meses sem derrotas dentro da Arena da Baixada.

No Paulistão, os comandados de Oswaldo Alvarez também quebraram o tabu do São Paulo, que não perdia havia sete meses jogando no Morumbi. Tentando fugir do rebaixamento, o time campineiro venceu o campeão paulista por 2 a 1.

O placar de 1 a 0 conquistado neste domingo também pôs fim ao jejum de vitórias pontepretanas sobre o Atlético-PR. Os paranaense venceram os últimos três confrontos. Pela segunda fase do Brasileirão do ano passado, uma goleada, 4 a 0 para os donos da casa, em Curitiba.

A derrota diante da Ponte Preta foi a primeira do técnico Edinho no comando do Atlético-PR. O treinador estreou com vitória sobre o América de Cali, pela Libertadores da América, venceu o rival Coritiba na decisão do campeonato estadual e, novamente pela Libertadores, bateu o Libertad, jogando no Paraguai.

A quebra da invencibilidade de Edinho pode ser atribuída aos desfalques da equipe paranaense. Para a estréia na competição, o treinador não pôde contar com seis titulares. Por motivo de lesão, Jeancrlos, Marcão, Fernandinho, Fabrício e Aloísio ficaram de fora.

O atacante Dênis Marques também não jogou. O jogador foi punido com afastamento de quatro meses pela Fifa por ter abandonado seu ex-clube, o Al-Tihad, da Arábia Saudita. A diretoria do Atlético-PR ainda tenta reverter na justiça a decisão imposta pela entidade máxima do futebol mundial.

O jogo
A Ponte Preta marcou na primeira oportunidade de gol do jogo. Aos 7min, Kahê recebeu um lançamento nas costas da defesa, ganhou de seu marcador, e chutou sem chances para o goleiro Diego.

Após sofrer o gol, o Atlético-PR acordou, melhorou a marcação e passou a buscar mais o ataque. A primeira grande chance aconteceu aos 23min. Leandro cruzou da esquerda, o goleiro Lauro errou na saída, mas o ala Jorge Henrique chegou tarde e a bola saiu pela linha de fundo.

Dos 20 minutos em diante, só Atlético-PR atacou. Os comandados de Edinho pressionaram o adversário, que se defendeu, tendo seus 11 jogadores concentrados na intermediaria. Os paranaenses só não chegaram ao gol porque desperdiçaram muitas chances.

O segundo tempo começou ainda com o Atlético-PR pressionando. O time rubro-negro teve pelo menos cinco oportunidades para marcar antes dos 10min, mas falhou nas finalizações.

Sem conseguir chegar ao empate, o Atlético-PR começou a errar demais e permitiu que a Ponte saísse para o ataque. Kahê, porém, jogando sozinho no ataque, não conseguiu ampliar para o time de Campinas.

ATLÉTICO-PR
Diego; Danilo, Baloy e Durval (Simão); Jorge Henrique (Dênis), Alan Bahia, Ticão, Cléverson e Leandro; Maciel e Lima
Técnico: Edinho

PONTE PRETA
Lauro (Mário); Rissult, Galeano; Rafael Santos e Bruno; Carlinhos, Ângelo, Luciano Santos, Harison e Danilo (Luciano Baiano); Kahê (Danilo Goiano)
Técnico: Oswaldo Alvarez

Local: Arena da Baixada, em Curitiba
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (RS)
Auxiliares: José Otávio Dias Bitencourt (RS) e Paulo Ricardo Silva Conceição (RS)
Cartões amarelos: Alan Bahia (A), Angelo (P) e Galeano (P)
Gols: Kahê, aos 7min do primeiro tempo


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias