! Palmeiras apenas empata com Tacuary - 02/02/2005 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  02/02/2005 - 23h20
Palmeiras apenas empata com Tacuary

MBPress
Em São Paulo

Clube brasileiro que mais disputou a Copa Libertadores da América, o Palmeiras está perto de conquistar uma vaga pela 12ª vez em sua história. Na noite desta quarta-feira, em Assunção, a equipe alviverde apenas empatou em 2 a 2 com o modesto Tacuary, mas segue com vantagem.

AFP 
Daniel disputa bola com paraguaio em bom empate conquistado pelo Palmeiras
Na partida de volta desta fase pré-classifcatória, que acontece no próximo dia 9, no estádio do Parque Antarctica, o time brasileiro, porém, pode empatar por um placar de até 1 a 1. Um novo 2 a 2 leva a decisão para os pênaltis e uma igualdade acima de dois gols dá a vaga no Grupo 4 para o clube paraguaio.

O confronto desta noite com o Tacuary marcou a estréia de Estevam Soares, como técnico, em competições internacionais. Após muito mistério acerca da escalação, o alviverde não teve muitas novidades e apresentou o mesmo problema de falta de objetividade como em outras oportunidades.

Agora, os palmeirenses terão de superar a pressão da sua exigente torcida no Parque Antarctica. O histórico em torneios eliminatórios em casa não é empolgante: queda diante dos modestos ASA, de Arapiraca, em 2002, e Santo André, em 2004.

Pelo Campeonato Paulista, o Palmeiras volta a campo no próximo sábado, dia 5 de fevereiro, quando enfrenta a Portuguesa Santista, às 18h10, no estádio Ulrico Mursa, em Santos.

O jogo
O Palmeiras começou a partida dando indícios de que pressionaria o Tacuary em seu campo de defesa, já que logo no primeiro minuto o atacante Ricardinho recebeu a bola na grande área e tocou mal da saída do goleiro.

A boa chance do time brasileiro, no entanto, foi um fato isolado nos primeiros vinte minutos do confronto. Depois disso, ambas as equipes abusaram dos erros de passe e pouco chegaram ao gol adversário.

Sem conseguir furar o bloqueio palmeirense, o Tacuary resolveu arriscar de fora da área. Aos 7min, por exemplo, o lateral-esquerdo Gamarra cobrou falta de longe, mas a bola saiu fraca e o goleiro Marcos defendeu com tranquilidade.

Enquanto a equipe paraguaia tentou surpreender com os chutes de longa distância e jogadas, sem sucesso, pela linha de fundo, o Palmeiras não conseguiu ficar muito tempo com a posse de bola.

Aproveitando o fraco desempenho do adversário até então, o Tacuary abriu o placar aos 26min. Após cruzamento de Gamarra da esquerda, a zaga do alviverde vacilou e a bola sobrou para Lorenzo Silva, que chutou cruzado, sem chances para Marcos.

Em desvantagem no placar, a equipe do técnico Estevam Soares acordou em campo e passou a dominar as ações da partida. O time se arriscou um pouco mais no ataque.

Aos 31min, por exemplo, após cobrança de escanteio do volante Correa, a zaga do Tacuary deu rebote e o meia Diego Souza, de frente para o gol, chutou por cima do gol.

Superior ao adversário paraguaio depois que tomou o gol, o Palmeiras não demorou a conseguir o empate. Aos 35min, o volante Magrão recebeu um belo passe de letra do atacante Warley e chutou, com categoria, na saída do goleiro.

No segundo tempo, ambas as equipes voltaram com a mesma formação que iniciaram a partida. Nos primeiros cinco minutos, diferentemente da etapa inicial, porém, foi o Tacuary que pressionou o alviverde no campo de defesa.

Aos poucos, o Palmeiras conseguiu chegar ao ataque, mas sem objetividade alguma, o também foi um problema do Tacuary. Até os 10min, nem Marcos muito menos Aurrecochea executou uma defesa difícil.

Tanto que foi apenas após uma falha grotesca da zaga paraguaia que o alviverde virou a partida. Aos 11min, o volante Magrão lançou para a área, Russi tentou afastar e deixou a bola para Warley. Com o gol vazio, o atacante precisou apenas desviar.

Com o domínio do jogo, mas sem criar mais oportunidades claras de gol, o Palmeiras voltou a assustar aos 23min, quando o meia Diego Souza arriscou de fora da área e a bola passou rente à trave esquerda de Aurrecochea.

Aos 29min, porém, a bola não passou perto da trave, mas sim bateu nela. O atacante Ricardinho fez boa jogada e chutou colocado.

Foi o Tacuary, no entanto, que marcou o gol de empate aos 36min. Após boa jogada de Román pela direita, Leite recebeu o cruzamento e desviou para o gol. Os palmeirenses reclamaram que o jogador desviou com a mão.

TACUARY
Pablo Aurrecochea; Celso González (Paniagua), Denis Russi, Patrocinio Samudio e Edgar Gamarra (Ibarra); Leite, Carlos Mereles, Cristian Riveros e Lorenzo Silva; Raúl Román e Julio Ortellado (Torres)
Técnico: Oscar Paulín

PALMEIRAS
Marcos; André Cunha, Daniel, Nen e Lúcio; Marcinho, Correa, Magrão (Claudecir) e Diego Souza; Ricardinho e Warley (Thiago Gentil)
Técnico: Estevam Soares

Local: estádio Roberto Bettega, em Assunção (PAR)
Árbitro: René Ortubé (BOL)
Cartões amarelos: Lorenzo Silva (T), Marcinho (P), Leite (T), Marcos (P)
Gols: Lorenzo Silva, aos 26min, e Magrão, aos 35min do primeiro tempo; Warley, aos 11min, e Leite, aos 36min do segundo tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias