PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Fabrizio Gallas: 'Federer e sua despedida de Wimbledon'

03/07/2022 23h00


Dia especial em Wimbledon. Centenário da mítica quadra central e uma foto com muito peso. Vários dos campeões do torneio mais tradicional presentes. Incluindo ele, o maior campeão do masculino, Roger Federer, junto com Rafael Nadal e Novak Djokovic.

Da galera presente só senti as ausências de Pete Sampras, Serena Williams, Martina Navratilova (com COVID) e Boris Becker (preso).
Federer deu algumas palavras e comentou esperar voltar mais UMA vez ao torneio.

É o suíço preparando sua aposentadoria. Cada dia fica mais claro que ela começa este ano com a Laver Cup e a Basileia e o tour final em 2023. A próxima temporada promete ser a do ato final e sua despedida no All England Club. A ovação que ele recebeu, bem maior que todos os outros grandes nomes presente, foi incrível. Quão carismático e importante para o tênis ele é. Principalmente naquela quadra.

É estranho ver este ano como seu primeiro desde 1998 sem atuar em Wimbledon. Será difícil se acostumar quando se retirar de vez. Ele é enorme para o tênis.

Djokovic deu uma deslizada, mas mostrou sua força e parece não ter rivais até a final. Alcaraz, que prometia incomodar, não foi bem contra Sinner, sentiu a experiência na quadra central e o italiano jogou em alto nível. Não vejo o italiano com nível para superar o sérvio em um jogo de cinco sets e ainda mais no All England Club.

Já são 25 vitórias seguidas em Londres e a terceira maior sequência no masculino na grama. O sérvio está muito firme.

Futebol