PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Com gordura na tabela, Vasco ganha confiança para evoluir no ataque

26/06/2022 07h30


São 30 pontos em 14 rodadas. O Vasco está mais do que consolidado no G4 passado um terço da Série B do Campeonato Brasileiro. Isso demonstrando uma defesa forte, mas um ataque com limitações. Fez três gols no último jogo, mas com as armas já conhecidas: jogo aéreo e bola parada. É suficiente? Por ora, sim. Mas o técnico Maurício Souza quer mais.

+ ATUAÇÕES: Nene desequilibra, e é o principal destaque da vitória do Vasco na Série B

- É difícil ver, na própria série B, um time fluido o tempo todo. Encontro um Vasco que se defendia muito bem. Mérito total do Zé Ricardo em conseguir organizar essa equipe defensivamente. O próximo passo é não perdermos essa solidez defensiva e conseguir dar ao Vasco um jogo um pouco mais controlador, perto do que foi o segundo tempo - explicou o treinador, sobre o jogo contra o Operário, na última sexta-feira.

Até aqui, o Vasco levou gol em apenas quatro jogos. São dez partidas sem ser vazado. No ataque, a média melhorou, mas ainda está em pouco mais de um por jogo. Foram 16 nas 14 partidas. Maurício entende que é possível evoluir. E, com a solidez defensiva que já existe, isso fica mais viável.

- É claro que isso traz confiança para a equipe, e é muito claro para mim que eles estão muito focados no que é preciso fazer. Essa equipe não está preocupada ainda em jogar um futebol que coloque em risco a nossa vitória. Está preocupada em sair do campo vencedora. Com ponto na testa, como foi o (Anderson) Conceição, com dor do Yuri, dor do Edimar, dor de quem for em campo. Está preocupada em sair de campo deixando a vida e com os três pontos - afirmou.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Ou seja: o Vasco construiu um cenário, no time e na tabela, que possibilita maior fluidez ofensiva. Mas se as vitórias prosseguirem do jeito como estão nascendo, não haverá problema.

Futebol