Topo

Luva de Pedreiro: empresário cobrou R$ 700 mil do Vasco por vídeo, diz site

Junto aos seus pais em São Januário, Luva de Pedreiro conversa com vice-geral do Vasco, Carlos Roberto Osório Imagem: Matheus Lima / Vasco

24/06/2022 16h02

Empresário de Iran Ferreira, o Luva de Pedreiro, Allan Jesus cobrou R$ 700 mil para que o influenciador gravasse um vídeo para o TikTik do Vasco, informou o site SBT News. O jovem baiano se tornou embaixador informal do clube carioca e participou de eventos em São Januário.

Segundo a publicação, Vasco se assustou com o pedido do empresário e a investida foi recusada. Mesmo assim, Luva apareceu em vídeos publicados na rede social do clube, gerando 21,4 milhões de interações e mais de 242 milhões em 33 publicações, feitas em um período de sete dias.

O clube de São Januário convidou o influenciador e sua família para participarem de ações na Colina. Luva de Pedreiro esteve com Roberto Dinamite e com vice-geral do Vasco, Carlos Roberto Osório, bateu pênalti e até comeu a grama de São Januário.

O site do SBT ainda informa que um influenciador com cerca de 10 milhões de seguidores no Tik Tok cobra cerca de R$ 80 mil por um trabalho. Luva de Pedreiro conta com 14 milhões de seguidores na rede social.

A norte-ameriana Charli D'Amelio, que possui 140 milhões de fãs, por exemplo, cobra cerca de R$ 500 mil reais por vídeo.

Versão do empresário

Allan Jesus se disse inocente de acusações de que estaria se aproveitando de Iran. Ele revelou a existência de uma terceira conta - sendo essa jurídica - em que Iran Ferreira teria acesso aos valores de acordos comerciais.

"O Iran tem duas contas de pessoa física e tem conhecimento de uma terceira conta de pessoa jurídica a qual ele é sócio. Essa conta foi criada esse ano. Todos os nossos contratos estão com essa conta para recebimento para que toda a transparência seja possível. Essa conta não teve nenhum recebimento", revelou Allan.

O empresário disse que os acordos fechados com marcas como a Amazon ainda não foram pagos e revelou quanto o influencer tem para receber.

"Nossos contratos de publicidade somam aproximadamente R$ 2 milhões e nenhum pagamento foi feito. Todos os pagamentos serão feitos a partir de julho de 2022. Até o presente momento todos os contratos ainda não foram pagos", destacou.

"Antes da nossa empresa ser aberta e ter uma conta jurídica, quando comecei a trabalhar com Iran, ele tinha feito um acordo informal com uma agência no qual ele tinha que entregar alguns vídeos no TikTok divulgando um campeonato. Eu tive que assumir, cumprir a palavra dele. Esse valor foi pago: R$ 20 mil reais. Como ainda não tínhamos a empresa eu precisei emitir nota fiscal e o valor foi depositado na conta da ASJ Consultoria", concluiu.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Luva de Pedreiro: empresário cobrou R$ 700 mil do Vasco por vídeo, diz site - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

Futebol