PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grupo de mulheres com câncer usam a Canoa Havaiana como tratamento e disputam o Estadual em Niterói (RJ)

24/06/2022 18h22


A primeira etapa do Campeonato Estadual de Canoa Havaiana terá a presença de mulheres que fazem tratamento ou estão de alta por conta do câncer e que possuem projetos de incentivo voltados para a saúde, a equipe Rosas Va'a e o projeto Brio. O evento termina suas inscrições neste final de semana, no dia 25. A competição tem o apoio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer de Niterói.

A equipe Rosas Va'a, do Hei Hei Va'a Team Mirage, de Niterói (RJ) , vai disputar a prova dos 10km e terá o time completo de seis atletas para a canoa OC6. O projeto nasceu com Anna Amorim que que tinha um câncer de mama. Incentivada por sua irmã, que era remadora, ela procurou seu médico para fazer um esporte e a canoa havaiana foi a mais indicada: "Nisso de boca em boca começaram a aparecer outras histórias de pessoas com problemas da doença. Achava que elas queriam só remar, elas começaram a competir", conta Letícia Mendez, que teve um melanoma e que é a treinadora da equipe de sete atletas, seis delas que vem tratando e estão de alta por diversos tipos da doença.

"Depois de um ano remando elas me falaram que queriam competir, falei vamos embora, vamos treinar e participar das competições. Da primeira vez que competimos em um Super Paddle, nem esperávamos completar os 6km o público veio para perto da beira, batendo palma, nós ficamos todas arrepiadas, a partir daí a Prefeitura de Niterói (através da Secretaria de Esportes e Lazer) começou a nos ajudar com as inscrições, com coletes (Canoe), uniforme (Imua) e formamos uma equipe de sete A maioria tinha depressão, não tinha vontade de viver e a canoa mudou a vida delas. Cada vez mais queremos dar visibilidade para que mais com o mesmo problema venham remar", destaca Mendez que conduz a equipe há cerca de dois anos. Ela cresceu tanto que hoje já possui apoios de nutricionista, psicólogo e médico, além de dois outros treinadores, Heraldo Carvalho e Paulo Veloso. O Rosas Va'a tem o apoio também do Progetto Engenharia.

Além de Letícia e Amorim, a equipe é composta por Flávia Bichara, Simone Mattos , Amarilis Xisto, Deise Oliveira e Jane Vivas.

Cris Berton, que terminou tratamento no hospital em outubro do ano passado para um câncer de mama, também irá disputar o Estadual de Maratona na OC6 na categoria Estreante Feminina pela equipe HOA Aloha na distância 10km. Através do esporte ela conseguiu ter alta e hoje faz uso de medicação controlada em casa. Sua mãe também tem a doença, assim como seu marido que está controlado após câncer na próstata onde teve metástase para os ossos. A partir de sua dificuldade, ela resolveu ajudar os demais criando o projeto Brio com base em Charitas, em Niterói, o Brio Kids, visando a inclusão de crianças com comorbidades e problemas de saúde juntamente com o Keiki Kids.

"O projeto nasceu mediante minha recuperação vir por conta da canoa havaiana. Eu saía da água e ia para o tratamento. Minha mãe está com câncer, na minha última semana de quimioterapia meu marido foi diagnosticado de inicial próstata e com metástase nos ossos , mas hoje está controlado . Daí veio a ideia que Deus mandava para mim em ajudar as outras pessoas, levar elas para a atividade física e mostrar o tanto que é importante a prática da atividade. Recentemente lancei o Kids Brio (funciona aos sábados) pois as mães da escola começaram a procurar o projeto Brio. Tenho dois meninos com autismo, um com Síndrome do Pânico e outro diabético. O Brio é um projeto itinerante, ele nasceu para inclusão, para agregar, está tomando um caminho muito bacana pois sendo itinerante as pessoas vão procurar e eu encaminho para as bases que queiram fazer essa parceria e cada clube deixa um banco livre para a criança com comorbidade"

A primeira etapa do Campeonato Estadual estilo Maratona terão provas de 10 e 20km para OC6, ou seja, canoas com equipes de seis atletas, e provas de 8 e 16km para canoas individuais (OC1/V1).
A premiação total, distribuída entre as categorias, será de R$ 30 mil, valor inédito para o esporte no estado do Rio de Janeiro. As inscrições terminam neste sábado, dia 25 e podem ser feitas pelo site, http://www.vaarj.com.br.

A primeira etapa do Estadual de Canoa Havaiana estilo Maratona tem o apoio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer de Niterói, é chancelada pela Federação Estadual de Canoa Havaiana do Estado do Rio de Janeiro (FCHERJ) e é realizada pela Live.

Futebol