PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Usina de Campeões tem 100% de aproveitamento na 2ª edição do Refit Pro Fighters

22/05/2022 22h08


Os atletas da Usina de Campeões não deram chances para os adversários na 2ª edição do Refit Pro Fighters, realizado nesse sábado na sede da própria equipe, em Manguinhos, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Todos os 10 representantes do time liderado por Pedro Rizzo tiveram o braço levantado ao final de suas lutas; sete deles sequer deixaram o resultado ir para as mãos dos juízes. Os que precisaram da decisão, venceram sem deixar dúvidas.

Na luta principal, Rangel Anaconda levou a melhor no duelo de gerações contra o veterano Claudiere Freitas. O paraense anulou o muay thai do adversário, levou o combate para o chão e finalizou com um armlock no primeiro round. Aos 25 anos de idade, Rangel Anaconda ampliou seu cartel para 11 vitórias em 13 lutas como profissional de MMA. São cinco nocaute e, agora, quatro finalizações no currículo de um dos pesos leves de mais destaque no cenário nacional.

Na melhor luta do card, Harlysson Nunes e Jefferson Braga protagonizaram um duelo bastante movimentado, recheado de técnica, garra e emoção. Melhor para Harlysson, que anotou a sexta vitória em seis lutas com um mata-leão no final do terceiro round. Representante da Usina dos Campeões, Martin Camilo venceu Cristiano Billy na luta internacional do evento. Após três rounds, o uruguaio de Montevidéu não deixou dúvidas sobre sua superioridade e levou a melhor por decisão unânime.

Líder da Usina de Campeões e organizador do Refit Pro Fighters, Pedro Rizzo exaltou os atletas e treinadores de sua equipe e aqueles que o ajudaram a produzir o evento.

"Estou muito feliz pelos 100% de aproveitamento dos meus atletas. Quero enfatizar que, embora o Refit Pro Fighters seja, sim, para dar oportunidades aos lutadores da Usina de Campeões, passa longe de ser um evento caseiro; basta ver o nível dos desafios que trouxemos de vários lugares do Brasil. Sempre quero ver meus garotos lutando de verdade, para eles evoluírem cada dia mais", destacou o discípulo de Marco Ruas.

"Esse resultado mostra que estamos trilhando o caminho certo. Quero agradecer a todos que lutaram, aos treinadores, ao preparador físico Ítallo Vilardo, ao Pedro Garcia, que elevou o nível do nosso wrestling, à Monalisa Nabas, que montou praticamente o evento todo e fez um curso de perda de peso, ao Dedé Pederneiras, por dividir seu conhecimento; ao Jorginho Filho, Aluidhio Leonardo e, claro, à Refit Refinaria, por acreditar no meu trabalho e no poder do esporte para transformar vidas", completou.

Liderada pela lenda Pedro Rizzo, a Usina dos Campeões leva os ensinamentos técnicos, filosóficos e sociais das artes marciais a cerca de 250 crianças e jovens de comunidades ao redor da refinaria Refit, além de cestas básicas e assistência psicológica. Os alunos do projeto com aptidão para a carreira de lutador profissional são absorvidos pela equipe profissional da Usina de Campeões, da escola Rizzo/Ruas Vale Tudo, que funciona concomitantemente com a ação social
Confira abaixo os resultados completos do evento:

Refit Pro Fighters 2
Usina dos Campeões, Rio de Janeiro, RJ
21 de maio de 2022

Rangel Anaconda finalizou (arm-lock) Claudiere Freitas aos 3:39 do R1
Martin Camilo venceu Cristiano Billy por decisão unânime
Harlysson Nunes finalizou (mata-leão) Jefferson Braga aos 3:57 do R3
Elias Samurai finalizou (katagatame) Andrew Do Bronx aos 2:09 do R1
Lucas Boyka venceu Romário Silva por nocaute técnico aos 3:52 do R1
André Macarrão Dominguez finalizou (guilhotina) Alexandre Ja Rule Aos 3:02 do R2
Emanuel Travassos venceu Marcos Hulk Souza por decisão unânime
Marcos Ceará venceu Luiz Felipe por nocaute técnico aos 3:54 do R1
Ivan Angolano venceu Victor Falque por nocaute técnico aos 1:30 do R1

MMA Amador

Gabriel "Magrão" Ferreira venceu Guilherme Barbosa por decisão decisão unânime

Futebol