PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

Fred confirma aposentadoria em julho no Fluminense: 'Realizei meu sonho'

Fred, atacante do Fluminense, comemora título do Carioca 2022 - Mailson Santana / Fluminense FC
Fred, atacante do Fluminense, comemora título do Carioca 2022 Imagem: Mailson Santana / Fluminense FC

08/04/2022 12h23

Classificação e Jogos

Está chegando ao fim a carreira de Fred. Um dos grandes ídolos da história do Fluminense, o atacante confirmou após o treino aberto em Laranjeiras que vai se aposentar em julho, quando termina o contrato assinado em 2022. Havia uma expectativa dos torcedores, jogadores e da diretoria de que o camisa 9 aceitasse ficar até dezembro, mas os tricolores podem começar a contagem regressiva para se despedir do centroavante.

"O meu sonho é falar que sim, que fico até o final do ano. Mas sinceramente acho que é melhor para todo mundo. Eu tenho três filhos, uma com 16 e eu não curti tanto ela. Uma de quatro e uma de cinco que eu quero levar na escola, quero levar para jogar futebol na areia, na escolinha. Quero jogar tênis com a minha esposa, sentar para almoçar ou jantar com ela, com os nossos amigos. Eu parando agora também vou estar satisfeito. Realizei meu sonho. Eu seria um atleta frustrado se não encerrasse aqui no Fluminense", disse.

"Vou seguir esse planejamento familiar, infelizmente vou parar. Sei que parando vou estar dando brecha para os moleques que estão atropelando. Caso do John Kennedy, que colocando a cabeça no lugar já mostrou que tem potencial. O Cano está voando. O Willian joga de falso 9. Até abrir a folha para uma futura contratação se for o caso. A gente acha que não porque essa molecada de Xerém dá conta do recado e temos um grupo forte. Vamos curtir esses últimos dias. Vocês estão vendo, parece que estou correndo na ladeira. Os moleques estão na descida e eu fazendo uma força danada", completou.

No primeiro jogo da segunda fase da Copa Libertadores contra o Millonarios (COL), Fred acabou sofrendo uma lesão que o deixou fora por aproximadamente um mês. De volta, mas ainda pegando ritmo, e reserva de Germán Cano, o atacante afirmou que isso não influenciou na decisão de parar.

"O planejamento já era esse mesmo. Foi uma data simbólica, o aniversário do nosso time. Eu ia parar antes de voltar ao Fluminense. Estava há quatro meses na fazenda e o Mário me chamou. Falou que tinha um projeto de reconstrução do clube, que queriam trazer um ídolo de volta, fazer o time campeão, fazer o jogador ter o prazer de renovar e vir. Topei na hora, um desafio grande. Tive que me superar, já tinha determinado que ia parar dois anos e meio atrás. Diante do projeto que o Mário me apresentou de mais dois anos e meio, eu dei a vida. Primeiro ano bom, segundo muito bom, com gols na Libertadores, chegando nas quartas e não passando por detalhes", afirmou.

"O mais legal de ver não é só o projeto que fiz com a carreira, mas poder ver hoje o Marcão consolidado no clube, o Marcos Seixas, Juliano, fisiologista, Filé na fisioterapia, os preparadores. Além da estrutura física, temos material humano de qualidade. Se sofrermos qualquer porrada, temos pessoas que não deixam a peteca cair tanto. Vamos oscilar com 70 jogos, mas está todo mundo feliz. Jogar contra os adversários grandes, todo mundo querendo jogar aqui, me pedindo para arrumar um lugar, jogadores grandes. Vou falar só quem está aqui, se eu expor os caras é justa causa (risos). Tem Felipe Melo jogando aqui, Fábio, Willian. Seguindo essa linha de reconstrução, a torcida comprando, tudo certinho em dia, o Fluminense volta a ser uma potência", concluiu.

Fred jogou pelo Fluminense entre 2009 e 2016, mas retornou em 2020 a pedido do presidente Mário Bittencourt depois de rescindir com o Cruzeiro. Ele é o segundo maior artilheiro da história do clube, com 197 gols. Além do Campeonato Carioca deste ano, ele também conquistou o título estadual em 2012, além do Brasileirão em 2010 e 2012 e da Primeira Liga em 2016.

"Vendo a arquibancada, os sócios, a vista que é maravilhosa aqui para o Cristo. Vivemos grandes momentos, minha chegada foi aqui, vários títulos aqui dentro. Deu para matar a saudade. Sempre é um prazer muito grande poder entrar, ver Deco, Thiago Neves, Thiago Silva, Conca, nossos ídolos. Sempre uma recordação muito boa", disse.

Confira outras respostas do atacante.

SENTIMENTOS

É um mix. Eu fiquei três meses e meio muito estressado. O primeiro objetivo que era a classificação para a Libertadores não deu certo, então fiquei muito frustrado. Depois de conseguir esse título em cima do nosso maior rival, quebrar essa hegemonia deles, fazer tudo voltar ao normal no Rio de Janeiro. Depois desse título eu dei uma relaxada, veio a Sul-Americana, que pode ser nosso primeiro título internacional. Não dá para relaxar muito. Amanhã já estou estressado de novo. Vou tentar curtir. O Abel está me ajudando, o Leomir, Marcão, minha família. Estou vivendo com muita intensidade tudo isso. Estou torcendo, correndo, treinando, desfrutando, abraçando a torcida.

APOIO DA TORCIDA

Depois da Copa eu não estava triste, estava acabado de verdade. Aqui na arquibancada tinham mais de 300 crianças cantando "o Fred vai te pegar". No percurso da minha casa até aqui tinha torcedores com cartazes falando "faltam 11km para você chegar na sua casa". Foi um momento marcante como volta por cima. Eu não conseguiria fazer aquilo sozinho nunca. Foi Deus e esse clube, essa torcida. Se eu tivesse em qualquer outro lugar a carreira chegaria ao fim.

FESTA

A torcida vai de acordo com o que o time está demonstrando em campo. Pode até estar jogando mal, mas se tiver lutando, brigando e correndo. Lógico que queremos jogar bem, mas o Abel já nos alertou. Viramos a chave do título para a Sul-Americana, pegamos um time fechado e forte. Agora tem Brasileirão, tem que começar bem, cada rodada é uma decisão.

FUTURO

Tem um projeto que foi apresentado antes. Eu não sei o que vou fazer, vou me preparar para tudo, fazer todo tipo de curso. Já estou até fazendo um de gestão, vou fazer de treinador. Não sei ainda a decisão do futuro, mas estou me preparando, até para conhecimento mesmo. Espero ficar no Fluminense, seria um prazer para mim.

Fluminense