PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Técnico do Palmeiras na Copinha exalta espírito coletivo de Endrick: 'Potencializa a individualidade'

24/01/2022 13h24


O Palmeiras está na expectativa pela final da Copinha, que acontece nesta terça-feira, no Allianz Parque, às 10h. Nesta segunda, véspera da decisão, o técnico Paulo Victor Gomes concedeu entrevista coletiva na sede da Federação Paulista de Futebol, falou sobre como tem sido o trabalho com Endrick, grande destaque da competição e exaltou o espírito coletivo do garoto de 15 anos.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Paulistão-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Confira a pré-lista de inscritos do Palmeiras para o Mundial de Clubes

PV, como é conhecido, fez questão de destacar a importância do coletivo para que o jovem pudesse mostrar suas qualidades desde a primeira rodada do torneio. Até aqui, ele já marcou cinco gols, sendo alguns deles "de placa". Apesar de todo esse sucesso, o treinador garante que a cabeça do menino é muito boa e que ele está focado totalmente nos objetivos de todo o grupo.

- O Endrick tem conseguindo demonstrar todo seu potencial dentro da competição com um grande trabalho da equipe, um grande trabalho do grupo, as individualidades só aparecem com um grande trabalho coletivo, é assim que a gente trabalha, é a assim que a gente pensa e ele é um menino com uma postura super boa, uma cabeça muito boa, um menino tranquilo, focado, que vai continuar trabalhando e a gente tem instruído para que ele continue dessa forma, focado nos objetivos coletivos, e que naturalmente a individualidade dele vai aparecer, como apareceu até aqui na competição - declarou.

Ainda sobre Endrick, Paulo Victor corroborou com a fala de Abel Ferreira sobre a possível ida do garoto para o Mundial de Clubes. Segundo o português, o momento é da joia palmeirense ir para a Disneylândia e não para Abu Dhabi. Para o técnico da base, o jovem prodígio ainda tem muita coisa pela frente.

- Não chegamos a conversar sobre isso (Mundial), atribuo isso muito mais ao externo, é um menino de 15 anos, que tem muita coisa pela frente ainda, está muito focado dentro da competição, dentro do nosso compromisso aqui, desde o dia 5 de janeiro, foi dessa forma que a gente tratou. Com certeza o Abel foi muito feliz nas palavras e nas considerações que fez - concluiu.

Endrick não está garantido entre os titulares do Palmeiras para a final contra o Santos, nesta terça-feira, às 10h, no Allianz Parque. Em nenhum jogo da Copinha até aqui o garoto atuou nos 90 minutos. Ou ele joga o primeiro tempo ou entra durante a segunda etapa. A tendência é que ele seja uma arma saindo do banco de reservas. Tudo isso pela questão física, ainda em formação.

Paulo Victor e Endrick (Foto: Roberto Zacarias/@zacariasfoto)

Futebol