PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Eduardo Bauermann é apresentado com a 4 e ressalta peso da camisa do Santos

20/01/2022 14h52


O zagueiro Eduardo Bauermann foi apresentado oficialmente como novo reforço do Santos em entrevista coletiva nesta quinta-feira. Aos 25 anos, o defensor vai vestir a camisa 4, que historicamente é usada por laterais no Peixe, e terá vínculo de três temporadas com o clube. O jogador comemorou a chegada no Peixe e ressaltou o peso da camisa.


- O que mais me chamou a atenção para vir ao Santos é o peso da camisa. Não só pelos ídolos, mas pelo tamanho da instituição. Não tem como falar não para o Santos. As primeiras conversas foram com o André Mazzuco (ex-diretor de futebol) e lá já fiquei muito feliz e me senti na obrigação de aceitar esse desafio. Era um sonho vestir a camisa de um time tão grande. O Santos tem enorme peso na minha vida, é a volta por cima depois de patinar em alguns lugares. Pretendo abraçar e não soltar mais - comemora Bauermann.

Eduardo Bauermann assinou um pré-contrato com o Santos quando o executivo de futebol do clube ainda era André Mazzuco. Foram meses atuando no América-MG já sabendo que, em 2022, atuaria pelo Alvinegro. O zagueiro contou sobre a ansiedade antes de ser oficializado no clube.

- Ansiedade foi muito grande. Demorou para o documento ser assinado. Foram muitas conversas durante o ano. Eu estava focado no meu objetivo no América-MG, que também era objetivo pessoal. Não deixei de lado minhas conversas com o Mazzuco, conversávamos toda semana. Eu nunca falei não para o Santos, mas conversamos aos poucos para acertar os detalhes. Conversa levou alguns meses, eu fiquei ansioso para vestir a camisa. E logo que saiu na imprensa eu já imaginava, fiquei tranquilo e recebi mensagens de apoio. Deixei conciliar meu momento no América e não deixei cair. Consegui meus objetivos no América-MG e espero conseguir no Santos - afirmou.

O técnico Fábio Carille deve permanecer no esquema de três zagueiros. Bauermann falou que não tem costume de jogar na linha de três e também reforçou que joga tanto pelo lado esquerdo quanto direito.

- Não tinha muito costume de jogar com três zagueiros, mas jogamos algumas vezes no ano passado e deu certo. Carille sabe muito bem nos explicar e dar atalhos. Marcávamos individual no América e nesse ano é diferente, mas tem sido tranquilo. Carille dá todas as dicas. E lá eu jogava mais pelo lado esquerdo, mas também joguei pelo direito. Tenho costume de anos pela esquerda mesmo destro, então a minha preferência é pela esquerda, mas jogo na direita sem problema nenhum - completou.

Bauermann é formado pelo Internacional e acumula passagens por Náutico, Atlético-GO, Figueirense e Paraná, antes de chegar ao América-MG e se destacar. Os números do defensor no Brasileirão impressionaram. Ele ficou de fora em apenas três jogos no campeonato e foi substituído somente em uma delas. Deixou um gol e uma assistência com a camisa do Coelho. Disciplinado, levou apenas dois cartões amarelos.

Vale destacar a presença do zagueiro na Seleção Brasileira de base Sub-17 e Sub-20. Nascido em Estância Velha, no Rio Grande do Sul, o zagueiro é destro e tem 1,87 m.

Bauermann foi apresentado (Foto: Reprodução/Twitter/SantosFC) 

Futebol