PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Reforços da Premier League não decolam e devem terminar ano sem título com a camisa do Flamengo

29/11/2021 06h50


Assim como em temporadas anteriores, o Flamengo fez investimentos e reforçou seu elenco em 2021. Entre os atletas que chegaram estão David Luiz, Andreas Pereira e Kenedy, todos vindos do futebol inglês no meio do ano. Apesar disso, os jogadores não conseguiram ter a importância esperada e pouco ajudaram na derrota na final da Libertadores para o Palmeiras por 2 a 1, no último sábado, em Montevidéu, no Uruguai.

+ Veja a tabela do Campeonato Brasileiro

O vice-campeonato na principal competição continental deve marcar uma temporada sem títulos para o trio que veio da Premier League. Isso porque o clube já foi eliminado da Copa do Brasil e no Brasileirão tem remotas chances de ultrapassar o líder Atlético-MG.

+ Quem muito quer, estuda: Flamengo de Renato pagou caro quando não podia

Pior que isso, um deles sente ainda mais a dor da perda da Libertadores. Andreas Pereira, que dos três é o que mais esteve em campo pelo Flamengo até aqui, bobeou e perdeu a bola para Deyverson, que acabou fazendo o gol do título alviverde já na prorrogação. A falha deve perseguir o meia, que tem cinco gols em 22 partidas pelo Rubro-Negro.

+ Ruim para os cofres: Veja quanto o Flamengo deixou de arrecadar com derrota na final da Libertadores

Já David Luiz e Kenedy pouco atuaram com a camisa rubro-negra, por conta dos problemas físicos. O zagueiro atuou apenas oito vezes pelo Flamengo. Na Libertadores, só atuou a partir das semifinais. Já o atacante foi a campo 16 vezes e fez um gol. Porém, na maioria das vezes, teve poucos minutos e entrando no segundo tempo, não se firmando como uma das principais opções.

+ Marcos Braz pede desculpas à torcida do Flamengo e fala sobre Renato Gaúcho: 'Com calma, vamos tomar as decisões'

Do trio, apenas David Luiz é jogador em definitivo do Flamengo. Após saída do Arsenal, o zagueiro assinou até o fim de 2022 com o clube. Já Andreas Pereira e Kenedy vieram por empréstimo de uma temporada. O primeiro pertence ao Manchester United e o segundo ao Chelsea.

Futebol