PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Benfica faz 7 a 0 em rival com dois goleiros e nove na linha; veja

Após surto de covid-19, SAD Belenenses encarou o Benfica com apenas 9 jogadores pelo Campeonato Português - Reprodução/Instagram
Após surto de covid-19, SAD Belenenses encarou o Benfica com apenas 9 jogadores pelo Campeonato Português Imagem: Reprodução/Instagram

27/11/2021 23h31

Em uma partida completamente atípica, o Benfica, comandado pelo técnico Jorge Jesus, goleou o Belenenses por 7 a 0 neste sábado (27), no Estádio Nacional do Jamor, em Oeiras, pela 12ª rodada do Campeonato Português.

Devido a um surto de Covid-19 que atingiu 14 membros da equipe, o Belenenses a campo com apenas nove atletas. A situação era tão dramática que o clube escalou dois goleiros no time titular. Álvaro Ramalho foi a campo em sua posição original, enquanto João Monteiro atuou como atacante. O técnico Filipe Candido não pôde comandar o grupo, pois também foi infectado.

Apesar de uma semana marcada por bastidores turbulentos antes da partida, a diretoria do Belenenses optou por não pedir o adiamento da partida contra o Benfica, de acordo com a imprensa portuguesa.

Massacre no primeiro tempo

O técnico Jorge Jesus mandou um time cheio de reservas a campo. No entanto, jogando com dois jogadores a mais e contra um adversário desentrosado, o Benfica não encontrou dificuldade alguma para logo construir uma goleada.

Logo no primeiro minuto de jogo, Kau marcou contra e abriu a contagem. Com gols de Seferovic (dois, aos 14 e aos 39), Weigl (aos 27) e Dawin Núñez (três, aos 32, 34 e 45), o Benfica foi para os vestiários com o elástico placar de 7 a 0 já construído.

Partida suspensa

Depois do intervalo, o que já era ruim ficou ainda pior para o Belenenses, que voltou com apenas sete jogadores. Logo no primeiro minuto, o goleiro-atacante João Monteiro alegou lesão e deixou o campo. Com um dos lados com menos de sete atletas em campo, o árbitro encerrou a partida.

O Benfica chegou a 31 pontos em 12 jogos e assumiu a liderança da competição nacional, superando Sporting e Porto - que somam 29 pontos e ainda jogam na rodada. Já o Belenenses, estacionado nos oito pontos, é o 16º colocado.

Críticas à Liga Portuguesa

O presidente do Belenenses, Rui Pedro Soares, que foi flagrada chorando no intervalo da partida, disse que o clube não pediu ao Benfica o adiamento do jogo, e fez críticas à Liga, pela falta de datas para reagendar os jogos neste tipo de situação.

"Temos de entender as implicações de adiar um jogo. Tudo isso resulta de mau planejamento. Olhando para o calendário do Benfica, em dois meses tem 15 jogos. Nem no Natal paramos. Os portugueses podem passar o Natal com a família, mas os jogadores de futebol vão jogar. Não planejamos corretamente e as consequências estão à vista - disse o dirigente aos jornalistas portugueses.

O presidente do Benfica, Rui Costa, também lamentou a situação que ele classificou uma "página negra do futebol português", mas tirou a responsabilidade do clube da capital portuguesa, alegando que a equipe também tinha obrigação de ir a campo ou perderia os pontos.

"Queria essencialmente lamentar o que aconteceu no Jamor, lamentar esta página negra do futebol português e do próprio país. O Benfica simplesmente cumpriu com o regulamento da mesma forma que o Belenenses SAD foi obrigado ir a jogo. Se o Benfica não se apresentasse também perderia o jogo. Devemos estar todos envergonhados com o aconteceu, mas o Benfica não é responsável por esta página negra", disse o mandatário do time de Lisboa.

Esporte