PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Com festa nas arquibancadas e lutas animadas, CBJJE comemora 'sucesso' do Pan realizado em São Paulo; saiba

26/10/2021 16h11


No último fim de semana, no tradicional Ginásio do Ibirapuera, na capital paulista, aconteceu o Pan Americano - com e sem quimono - da Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Esportivo (CBJJE). O evento reuniu diversos atletas em todas as faixas (masculino e feminino), com nomes importantes em ação e equipes tradicionais lutando por cada medalha no quadro geral.

O título geral entre os times ficou com a Gracie Barra, que somou 17 medalhas de ouro, 15 de prata e 14 de bronze. O Top 5 teve ainda CheckMat, Alliance, Cícero Costha e Guigo Jiu-Jitsu.

Yuri Muradi, um dos diretores da CBJJE, fez um balanço sobre o Pan: - O evento superou a expectativa muito grande, até mais do que imaginávamos. Depois dessa reabertura de São Paulo (com o afrouxamento das normas sanitárias), o evento foi um sucesso, com arquibancada cheia, o número de atletas bom também e grandes nomes em ação - comentou o dirigente, que seguiu:

- O diferencial da CBJJE por ter bastante master é que desde a fundação da confederação, têm incentivo de prêmio em dinheiro até o master 6. Foi um grande incentivo, diferente de outras entidades que só valorizam o adulto. Valorizamos todos e, consequentemente, tem eventos com mais atletas da classe master. Já nas faixas-coloridas sempre têm muitas revelações - concluiu.

Atenta à causa social, em especial por conta dos problemas decorrentes da pandemia, a CBJJE vem realizando a coleta de alimentos não perecíveis na entrada do público no ginásio. Segundo estimativa da própria confederação, mais de duas toneladas de alimentos foram arrecadados.

Novidade para 2022

Yuri Muradi revelou que as negociações com o faixa-preta e empresário Ricardo Bortoluzzi foram concluídas e em 2022 a CBJJE irá organizar o Sul Brasileiro em Florianópolis. O evento é um dos mais tradicionais da região e retornará ao calendário da Esportiva para a próxima temporada.

Futebol