PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Corinthians: Árbitro justifica expulsão de Xavier por 'agressão' e ofensas'

Xavier, volante do Corinthians em treino no CT Dr. Joaquim Grava - Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Xavier, volante do Corinthians em treino no CT Dr. Joaquim Grava Imagem: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

25/10/2021 18h53

Classificação e Jogos

Expulso nos acréscimos da partida em que o Corinthians empatou por 2 a 2 com o Internacional, no Beira-Rio, no último domingo, o volante Xavier teve as suas atitudes descritas na súmula do confronto pelo árbitro Bruno Arleu de Araujo.

De acordo com o juiz, o jogador do Alvinegro agrediu Taison, do Colorado, com um empurrão e depois trocou ofensas com Patrick, que também foi punido com o cartão vermelho após agressão ao zagueiro Raul Gustavo.

Na súmula do duelo, publicada no site da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o árbitro fez o seguinte relato sobre os atos do meio-campista do Corinthians:

"Aos 49 do segundo tempo, expulsei direto o atleta número 39 João Vitor Xavier de Almeida, da equipe SC Corinthians, por ter após a marcação de uma falta contra sua equipe, durante um principio de confronto coletivo entre ambas equipes, ter empurrado o peito do atleta número 10, sr. Taison Barcellos Freda, do SC Internacional, com o uso de força excessiva".

Ao agredir o atacante Taison, Xavier desencadeou uma confusão na qual Patrick agrediu Raul Gustavo. E o volante alvinegro e o meia colorado foram expulsos em seguida pelo juiz, que também descreveu as irregularidades cometidas pelos envolvidos na briga no final do jogo.

- Ato contínuo, o atleta número 88, sr. Patrick Bezerra do Nascimento, da equipe SC Internacional, empurra com o uso de força excessiva o rosto do atleta número 34, sr. Raul Gustavo Pereira Bicalho, da equipe SC Corinthians, sendo também expulso de forma direta. Após o ocorrido, ambos continuaram se ofendendo mutuamente, sendo contidos pelos seus companheiros. O fato ocorreu próximo ao círculo central e nenhum atleta necessitou de atendimento médico - escreveu Bruno Arleu de Araujo na súmula da partida.

Corinthians