PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Vitória atropela o Brasil de Pelotas e ganha sobrevida na luta contra o Z4 da Série B

23/10/2021 18h25


Vivendo situações delicadas no Campeonato Brasileiro da Série B, Vitória e Brasil de Pelotas sabiam que não poderiam ceder espaços para erros na tarde deste sábado, no Barradão, em Salvador, pela 31ª rodada. Fazendo valer o fator casa, o Leão, ainda no primeiro tempo, chegou a abrir uma boa vantagem sobre o adversário, e David, já na etapa final, fechou a conta em 4 a 0.

Com o resultado, a equipe comandada por Wagner Lopes chegou aos 32 pontos, recuperando a 18ª colocação. Já o time comandado por Jerson Testoni, por conta do novo tropeço, segue na lanterna da competição com seus 20 pontos.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Bom início por parte dos visitantes

Mesmo jogando longe de seus domínios, a equipe do Brasil de Pelotas não intimidou-se e partiu para seu campo de ataque. Em uma primeira tentativa, aos 4 minutos, Rildo, em cobrança de falta, acabou mandando na rede pelo lado de fora assustando o goleiro do Vitória.

Tentando ditar o ritmo de jogo, além de ficar um pouco mais com a posse de bola, o Xavante, aos poucos, viu o Leão igualar as coisas. Até meados dos 15, os mandantes conseguiram criar boas chances com David e Eduardo, porém ambas sem sucesso.

Vitória cresce e abre boa vantagem ainda na etapa inicial

Já na reta final do primeiro tempo, o Vitória não queria saber de levar o empate sem gols para os vestiários. Mesmo perdendo Bruno Oliveira, que acabou deixando o campo para o lugar de Caíque Sousa, os donos da casa conseguiram abriu a contagem no Barradão com Fabinho, aos 35, após o atacante limpar a jogada e bater sem chances para o camisa 1 rival.

E não demorou muito para sair o segundo. Minutos depois, aos 37, David recebeu entre os zagueiros do Brasil e, invadindo em direção para o gol, mandou forte para o fundo das redes ampliando o marcador.

Embalado pelos dois tentos, a rede do Brasil de Pelotas voltou a balançar. Após cobrança de falta de Roberto, a bola acabou batendo na mão de Arthur, com os jogadores do Vitória pedindo pênalti, fazendo com que o árbitro Héber Roberto Lopes parasse o jogo após o lance. Sendo assim, após consulta ao VAR, a penalidade foi marcada, fazendo com que o próprio Roberto fosse para a bola e, deslocando o arqueiro, marcou o terceiro gol do jogo, fechando o placar parcial em 3 a 0.

Equipe gaúcha pouco criava no início de segundo tempo

Tentando dar uma injeção de ânimo em sua equipe, o técnico Jerson Testoni ainda arriscou duas substituições no intervalo, colocando Leandro Camilo e Sousa nos lugares de Alan Dias e Rildo, respectivamente. Porém, até meados dos 15 minutos, viu o Leão trocar passes na maior parte do tempo, conseguindo uma única finalização quando teve a posse de bola, na cabeçada de Renatinho, que passou perto do gol de Rafael Arcanjo.

Vitória fecha a conta

Com substituições promovidas pelos dois comandantes, o panorama do jogo pouco mudou. Entretanto, mesmo tendo diminuído bastante o ritmo, o Leão chegou ao quarto gol com David, cabeceando com estilo após cruzamento de Roberto.

Após o tento, sem acréscimos, o árbitro finalizou o duelo com direito a goleada por 4 a 0 por parte dos donos da casa.


FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 4x0 BRASIL DE PELOTAS

Data e horário: 23/10/2021, às 16h30 (de Brasília)
?Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (CBF-SC)
Assistentes: Éder Alexandre (CBF-SC) e Johnny Barros de Oliveira (CBF-SC)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (CBF-RJ)

Cartões Amarelos: Caíque Souza, 41'/1ºT; Alan Dias, 46'/1ºT; Arthur, 49'/1ºT; Bruno Matias, 16'/2ºT

Gols: Fabinho, 35'/1ºT (1-0); David, 37'/1ºT (2-0); Roberto, 50'/1ºT (3-0); David, aos 36'/2ºT (4-0)

VITÓRIA: Lucas Arcanjo; Raul Prata (Van, aos 22'/2ºT), Mateus Moraes, Wallace Reis (Thalisson Kelven, aos 29'/2ºT) e Roberto; João Pedro, Bruno Oliveira (Caíque Souza, 32'/1ºT) e Eduardo (Fernando Neto, aos 22'/2ºT); Fabinho (Alisson Santos, 22'/2ºT), David e Marcinho.
(Técnico: Wagner Lopes)

BRASIL DE PELOTAS: Marcelo; Vidal, Arthur (Héverton, aos 32'/2ºT), Alan Dias (Leandro Camilo, no intervalo) e Kevin; Diego Gomes (Patrick, aos 21'/2ºT), Bruno Matias, Rildo (Sousa, no intervalo), Renatinho (Caio Rangel, aos 32'/2ºT) e Netto; Erison.
(Técnico: Jerson Testoni)

Futebol