PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Após clássico, substituto de Willian segue indefinido no Corinthians

21/10/2021 07h00

Classificação e Jogos

Nos últimos jogos, o Corinthians não tem podido contar com o time considerado ideal, que abriga os quatro maiores reforços do clube para a temporada. Isso porque Willian tem sofrido com problemas musculares, que culminaram em uma lesão mais grave que o deixará fora por mais de um mês. Desde então, ainda não ficou definido quem será o substituto do camisa 10.

A opção de Sylvinho no clássico contra o São Paulo, que foi o duelo mais recente, acabou surpreendendo, já que o treinador colocou Adson para ocupar função pelo lado esquerdo. Depois da partida, em que o Timão saiu derrotado, a explicação pelo jovem da base ter sido o escolhido foi o fato de estar acostumado a jogador pelo lado esquerdo, deixando Gabriel Pereira no direito.

"(Adson) É um atleta que já nos ajudou num passado e está voltando, e nós entendemos que era o momento de ele começar jogando. Isso ocorreu com o Gustavo contra o Fluminense, na saída do Willian, houve uma perda entre Gustavo e GP, os dois externos, o que joga pela lado esquerdo acaba perdendo um pouco de performance, porque ambos gostam de jogar pelo lado direito. Parte da nossa decisão foi essa, porque o Adson joga pelo lado esquerdo", disse.

Como disse Sylvinho, Gustavo Mosquito já havia sido utilizado contra o Fluminense, atuando pelo lado esquerdo, por onde acabou saindo o cruzamento para GP marcar o gol da vitória, entrando pelo lado direito. Naquele jogo, Willian foi o titular, mas acabou deixando o campo no início do primeiro tempo ao sentir a lesão que o deixa fora de combate neste momento.

Diante do Bahia, quando o camisa 10 foi substituído no intervalo, a opção de Sylvinho foi a entrada de Jô, colocando Róger Guedes na ponta esquerda. O placar, que estava 1 a 1 no primeiro tempo, virou 3 a 1 no segundo, com direito a gol do centroavante. A alternativa se mostrou bem sucedida, ainda mais contra um adversário que estava com um homem a menos na etapa final.

Na partida seguinte, contra o Sport, a entrada de Jô não deu certo. Sem Willian, poupado, o camisa 77 foi escalado no time titular, mas o efeito foi bem diferente daquele da vitória sobre o Bahia. A equipe ficou sem mobilidade, sem intensidade e com pouco volume ofensivo, rendendo críticas ao treinador e aos jogadores, motivando o retorno de Róger Guedes para a função de "falso 9".

Adson foi a terceira opção nessa saga do substituto de Willian e acabou não rendendo conforme o esperado pela comissão técnica, sendo substituído no começo do segundo tempo por Gustavo Mosquito, que melhorou um pouco o ataque, mas muito longe do ideal. Dessa forma, segue indefinido quem assumirá essa responsabilidade de agarrar a vaga aberta no setor ofensivo.

A próxima partida do Corinthians exigirá efetividade de quem for o escolhido, já que se trata de um confronto direto contra o Internacional, neste domingo, no Beira-Rio. Uma nova derrota pode complicar a trajetória da equipe na briga por uma das posições na zona de classificação da Copa Libertadores. Atualmente o Timão é sexto lugar na tabela com 40 pontos, um a mais do que os gaúchos.

Corinthians