PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Corinthians finaliza pouco e troca, em média, 45 passes até chutar

20/10/2021 07h00

Classificação e Jogos

O Corinthians teve notórios problemas ofensivos em suas últimas partidas no Campeonato Brasileiro. Não à toa foram duas derrotas e apenas uma vitória apertada nos últimos três jogos. Para comprovar esse desempenho ruim do ataque, basta observar as estatísticas do Footstats, que mostram que o Timão acertou apenas cinco finalizações nesses duelos e é um dos piores no quesito.

Se somarmos os dados das derrotas para Sport e São Paulo, e da vitória sobre o Fluminense, a equipe de Sylvinho conseguiu somente cinco chutes em direção ao gol adversário. Apenas um gol foi marcado no período, que aconteceu diante do Flu, quando foi computada apenas uma finalização certa, justamente naquele que Gabriel Pereira balançou a rede pelos três pontos.

De qualquer forma, o índice é muito baixo para quem montou uma equipe com meias e atacantes de alto nível para essa segunda parte do campeonato, e para um clube que deseja disputar as primeiras posições a fim de estar na Copa Libertadores do ano que vem. Esses dados fazem a diferença e a falta de produção ofensiva pode ser determinante na briga por essas sonhadas vagas.

Na comparação com os outros 19 times do Brasileirão, o Corinthians ocupa as últimas posições no ranking de finalizações (somando certas e erradas) da competição. Foram 265 chutes em 27 jogos, média de 9,81 por partida. A equipe de Sylvinho só não é pior do que o Fluminense (9,73 por jogo) e do que o Atlético-GO (9,54 por jogo), penúltimo e último da lista, respectivamente.

O número total de finalizações, no entanto, é compensado pela pontaria, uma vez que o Timão acerta 44,15% dos chutes no alvo, ocupando a segunda colocação nesse ranking, atrás apenas do Flamengo, que tem 46,72% de nível de acerto. Mas isso não se reflete na lista que leva em conta a média de finalizações certas. Com 4,33 por jogo, o Alvinegro é apenas o 13º colocado.

Quando o quesito é o número de passes certos, o Corinthians é o líder com 11.889. No entanto, em média, acaba perdendo para o Flamengo, ficando na segunda posição com 440,33 contra 479,42 dos cariocas, que acabam utilizando melhor essa posse de bola e esse controle de jogo, enquanto para os corintianos, muitas vezes, esse domínio acaba sendo inútil e sem efetividade.

Basta observar nas partidas a quantidade de "passes de lado" que irritam a Fiel torcida e o quanto isso acontece em bem menor proporção no Fla. Uma estatística que mostram isso é quantos passem, em média, são necessários até finalizar. O Corinthians precisa acertar 44,86 passes até finalizar e lidera com ampla vantagem o ranking. Já o Flamengo precisa de 32,78 até arriscar o chute.

Se pegarmos os exemplos de Palmeiras e Red Bull Bragantino, que são equipes mais verticais, veremos que eles precisam de bem menos passes certos para finalizarem. O Verdão precisa de 26,14 e o RB de 27,38, ou seja, praticamente 20 passes a menos do que o Corinthians. Com essas estatísticas, o rival (38 gols) e o Massa Bruta (42 gols) estão entre os quatro melhores ataques do Brasileirão. Atrás somente de Atlético-MG (42 gols) e do Flamengo (46 gols).

Corinthians