PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mauro Cezar critica arbitragem brasileira e provoca: 'Chupa, Central do Apito. Coveiros do futebol'

17/10/2021 11h46


O jornalista Mauro Cezar usou seu perfil na rede social, neste sábado, para detonar a arbitragem brasileira. E a queixa sobrou, inclusive, para o grupo de árbitros da Rede Globo, o "Central do Apito". O comunicador criticou uma advertência sofrida pelo jogador Yago Pikachu durante a última partida do Fortaleza, pelo Brasileirão. O atleta provocou torcedores rivais após um gol.

+ Veja a tabela de classificação do seu clube no Brasileirão 2021

- Torcida da Chapecoense provocou Yago Pikachu, que bateu o pênalti e fez 2-1 para o Fortaleza. Na comemoração, mandou um beijinho para a torcida rival. Levou cartão amarelo por isso. Que lixo! E qual a opinião da "Central do Apito"? "Cartão bem aplicado". Coveiros do futebol! - digitou ele, via Twitter, na noite deste sábado.

O caso citado aconteceu no jogo pela 27ª rodada do Brasileirão. O lateral acabou sendo punido por conta da provocação aos torcedores adversários. O tema foi debate no Twitter. Outros internautas concordaram com o jornalista, de que este tipo de intriga seria "saudável" ao esporte.


Além disso, Mauro cutucou o grupo de especialistas da Globo da "Central do Apito", Sandro Meira Ricci, PC Oliveira, Sálvio Spínola, Fernanda Colombo e Janette Arcanjo. Ex-árbitros, os comentaristas de arbitragem da emissora são acusados de concordar com as práticas que, para o comunicador, "matam o futebol".

Com a vitória, o Fortaleza se mantém na terceira colocação do Campeonato Brasileiro, com 45 pontos. O clube de Juan Pablo Vojvoda ainda enfrenta o Atlético Mineiro na semifinal da Copa do Brasil. Já a Chapecoense segue na última colocação do Brasileirão, comando 13 pontos em 27 jogos.

Futebol