PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Elogiado por Sylvinho, Fábio Santos vai superar marca de jogos do técnico como jogador do Corinthians

16/10/2021 17h27

Aos 36 anos, Fábio Santos vai completar no clássico contra o São Paulo, na segunda-feira, às 20h, no Morumbi, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, 270 partidas com a camisa do Corinthians e irá superar uma marca que atualmente ele divide com o técnico Sylvinho. Assim como o atleta, o ex-lateral-esquerdo contabiliza 269 jogos realizados com a camisa alvinegra.

Em sua segunda passagem pelo Timão, para o qual voltou em 2020 após atuar por Cruz Azul, do México, e Atlético-MG, Fábio Santos participou de uma fase gloriosa pelo clube paulista, entre 2011 e 2015, período em que conquistou seis títulos. Ele ajudou a equipe a ganhar o Brasileirão em 2011, a Libertadores e o Mundial de Clubes em 2012, o Paulistão e a Recopa Sul-Americana em 2013 e dois anos depois voltou a ser campeão nacional pelo Alvinegro.

E ao falar sobre o lateral na última sexta-feira, Sylvinho rasgou elogiou ao jogador e também projetou um futuro de sucesso para Lucas Piton, de apenas 21 anos, que é o atual reserva imediato do veterano titular da posição.

- É um prazer trabalhar com ele (Fábio Santos), tem histórico invejável, títulos expressivos. Tem entendimento de futebol grande, uma entrega, identificação. Fico feliz de estar com ele. Vai levando seus últimos anos de carreira, vai decidir com a família . Entre ele e Piton existe toda uma carreira, um iniciando e o outro decidindo quando vai botar a pedra final, mas está rendendo. Daqui um, dois, três, quatro anos. Fabio é completo - ressaltou o treinador alvinegro, para depois comentar a sua marca de jogos que está prestes a ser quebrada.

- Fico feliz que ele jogando na segunda-feira é tendência de superação de 269 jogos, que fiz pelo clube. Felicíssimo. Merece fazer muito mais jogos e ter respeito do torcedor - completou Sylvinho, que também era lateral-esquerdo de origem e chegou a atuar como meio-campista pelo Corinthians.

SYLVINHO LEMBRA KLEBER AO FALAR DE PITON

Ao comentar a atual situação de Lucas Piton, hoje reserva de um jogador consagrado no Corinthians e 15 anos mais velho do que ele, Sylvinho lembrou de Kleber, que na segunda metade da década de 1990 assumiu com sucesso a lateral esquerda corintiana após o atual comandante alvinegro trilhar uma trajetória vitoriosa pelo Timão como dono desta posição.

Pelo Corinthians, o ex-lateral foi campeão da Copa do Brasil em 1995, do Brasileirão em 1998 e levou três títulos paulistas, em 1995, 1997 e 1999, ano em que acabou se transferindo para o Arsenal, da Inglaterra.

Herdeiro da posição, Kleber conquistou inicialmente ao lado de Sylvinho o Brasileiro de 1998 e o Estadual de 1999, ano em que já se firmou como titular na campanha de novo título nacional do Alvinegro, pelo qual também faturou o Mundial de Clubes da Fifa em 2000, o Paulistão em 2001 e 2003, além de uma Copa do Brasil e um Torneio Rio-São Paulo em 2002.

- Lucas é jovem. Na minha época, tivemos o Kleber, que esperou o momento dele. É o que acontece com Lucas, tem desejo grande, quando começa a identificar onde errou. O entendimento do atleta, tem velocidade de aprendizado. Muito promissor. A reação dos dois é ótima - destacou Sylvinho.

LÍDER EM ASSISTÊNCIAS NA TEMPORADA

Com 20 gols marcados com a camisa do Corinthians ao longo de suas duas passagens pelo clube, Fábio Santos continua mostrando que pode ser um jogador importante para a equipe, apesar de já estar com 36 anos.

Embora não tenha mais o mesmo vigor físico do passado, o lateral-esquerdo vem sabendo usar a sua longa experiência para ocupar com eficiência a posição e hoje também é o líder do Alvinegro em assistências na temporada, com cinco passes que resultaram em gols dos seus companheiros.

Futebol