PUBLICIDADE
Topo

Corinthians

Duílio confirma desejo de ter Paulinho no Corinthian: 'É uma vontade minha'

Paulinho em ação com a camisa do Corinthians - Fernando Donasci/UOL
Paulinho em ação com a camisa do Corinthians Imagem: Fernando Donasci/UOL

15/10/2021 12h43

Classificação e Jogos

Depois de fracassar na tentativa que fez neste ano para contratar Paulinho, que está sem clube desde setembro, quando rescindiu o seu compromisso com o Al Ahli, da Arábia Saudita, o Corinthians ainda não desistiu da possibilidade de tentar acertar o retorno do volante ao clube para a próxima temporada. A confirmação do interesse mantido no atleta foi feita por Duílio Monteiro Alves, presidente do clube, em entrevista ao programa Bola da Vez, da ESPN.

Neste ano, o Corinthians tentou contratar Paulinho antes do término da última janela de transferências internacionais, fechada no fim de agosto, mas não teve sucesso. Entretanto, a direção alvinegra tem confiança de que conseguirá viabilizar o negócio até dezembro, sendo que o jogador só poderá atuar pelo time a partir de janeiro, pois o período de inscrições para este Campeonato Brasileiro já foi encerrado.

Ao confirmar o desejo de contar com Paulinho, Duílio destacou que tem uma forte ligação com o atleta, de quem se tornou um amigo durante a primeira passagem do meio-campista pelo time corintiano, que ocorreu de 2010 a 2013.

"É uma vontade minha (contratar o Paulinho). Já não é de hoje, é meu amigo pessoal, é um cara que eu convivi muito lá atrás, né, desde 2009, 2010, 2011 e depois em 2012 nos títulos. Então estive com ele o período todo que ele esteve no Corinthians", afirmou o dirigente, que na época ocupou o cargo de diretor-adjunto de futebol do Timão durante a gestão do ex-presidente Mario Gobbi.

"Saí em 2013. E é um jogador que eu gosto muito, a qualidade", ressaltou Duílio, que preferiu não prometer a contratação de Paulinho, mas deixou claro que o clube voltará a tentar acertar o retorno do atleta para o próximo ano.

"É um jogador que tem a cara do Corinthians e que, se o Corinthians puder contar com ele, vai ser muito bom. Sem criar expectativas no nosso torcedor, né. A gente vai atrás, a gente tenta. Muitas vezes saem nomes de grandes jogadores. Muitas vezes, o Corinthians foi atrás e tentou. Não tem problema de tentar, né. Eu acho que é nossa obrigação em querer ter o melhor dentro do nosso time pelo tamanho que o Corinthians é", disse Duílio ao Bola da Vez, cujo programa com o presidente corintiano irá ao ar, na íntegra, neste sábado.

Pessoa próxima deseja volta de Paulinho ao Corinthians

No início desta semana, uma fonte muito próxima a Paulinho revelou ao LANCE! o seu desejo de que o jogador volte a defender o Timão em 2022, mas também ponderou que ainda sabe se o atleta continua disposto a vestir novamente a camisa alvinegra.

"O destino dele só Deus é quem sabe, não é verdade? Mas vamos esperar qual será o desejo dele", disse a fonte ao LANCE!, que anteriormente também apurou que, se a janela de transferência estivesse aberta neste momento, muito provavelmente não haveria a possibilidade de o Corinthians contratar o jogador por conta do aumento da folha salarial e do fluxo de caixa.

Entretanto, como Paulinho só poderá voltar a jogar em janeiro, o Corinthians tem tempo para fazer a engenharia financeira necessária para bancar o salário do atleta, que é considerado alto para os padrões do clube atualmente. Com isso, a direção alvinegra deverá buscar possíveis parceiros de marketing interessados em ajudar a viabilizar a contratação, assim como ocorreu para trazer Willian, ex-Arsenal, em uma parceria com a Socios.com.

Ida precipitada ao Oriente Médio

Para Duílio, a ida de Paulinho para o Al Ahli, no qual ficou apenas dois meses e disputou somente quatro jogos, acabou sendo precipitada por parte do jogador, que antes disso havia deixado o Guangzhou Evergrande, da China.

"Acho que ele fez o que ele entendeu melhor para ele no momento e teve todo o meu apoio também, por que a gente se fala, ele é meu amigo pessoal. E quando tomou a decisão também, eu acho que ele é um profissional, tem a família dele, tem as ideias e vontades dele. Então, acho que faz parte, né, a gente acertar ou não decisões na vida. E acho que isso que foi um erro por parte dele. Não conversei, mas está claro, né. Ele ficou lá muito pouco tempo e retornou ao Brasil", opinou o presidente alvinegro.

Hoje com 33 anos, Paulinho iniciou a sua primeira passagem pelo Corinthians em 2010 e depois se tornou um dos principais jogadores do time que conquistou o Campeonato Brasileiro de 2011, a Copa Libertadores e o Mundial de Clubes de 2012 e ainda o Campeonato Paulista de 2013, ano em que o volante foi contratado pelo Tottenham.

Sem conseguir fazer sucesso pelo clube inglês, o atleta se transferiu para o Guangzhou Evergrande em 2015 e depois chegou a ser contratado em 2017 pelo Barcelona, no qual atuou apenas por uma temporada antes de retornar ao clube chinês em 2018 e permanecer na equipe até junho deste ano. No mês seguinte, ele foi anunciado como reforço do Al Ahli, mas acabou alegando razões pessoais para rescindir contrato com o clube árabe já em setembro.

Corinthians