PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Brasileiro tem boa estreia no Mundial de Fórmula Kite

15/10/2021 16h08


O brasileiro Bruno Lobo, principal nome do Kite Surf do País, estreou, na última quinta-feira, no Mundial de Kite 2021, o primeiro evento deste porte organizado pela IKA após a confirmação da modalidade em Paris-2024. O atleta de São Luís do Maranhão fez quatro regatas em sua bateria tendo como melhor resultado um segundo lugar na última regata do dia em Torre Grande, na cidade de Oristano, na Itália.

Campeão Pan-Americano, ele ocupa a 13ª posição e segue com chances reais de pódio. As regatas no Mar Mediterrâneo serão realizada até o próximo domingo. Os melhores na fase de classificação vão para a flotilha ouro no último dia para definir o pódio.

-O campeonato está muito forte tecnicamente e logo nas primeiras regatas a gente viu isso. Pegamos ventos com fortes rajadas elevando ainda mais o nível das provas. Consegui me recuperar nas duas regatas finais. Estou bem confiante para me recuperar ainda mais na tabela - reforçou Bruno Lobo, ouro em Lima-2019.

Outro brasileiro na disputa, Claudio Cruz, terminou na 57ª colocação. "As regatas de hoje foram bem difíceis com ventos com muitas rajadas e rondando bastante. Mesmo assim foi importante para adquirir experiência contra os melhores velejadores do mundo", contou Cláudio Cruz. O velejador de Niterói (RJ) está radicado em Itajai (SC) há quase 10 anos.

Na cidade catarinense, que sediou as últimas três regatas de volta ao mundo, ele promove eventos nacionais e internacionais na Praia Brava, um dos cartões postais do local. O velejador da categoria grand master organizou regatas de Fórmula Kite como campeonatos brasileiros, sul-americanos e uma etapa do Mundial da IKA.

Futebol