PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Protocolos impediram entrada de torcedores infectados com covid-19 em jogos do Fla

Torcida do Flamengo na arquibancada do Maracanã, em duelo com o Barcelona de Guayaquil, pela Libertadores - Gilvan de Souza/Flamengo
Torcida do Flamengo na arquibancada do Maracanã, em duelo com o Barcelona de Guayaquil, pela Libertadores Imagem: Gilvan de Souza/Flamengo

24/09/2021 15h20

Os eventos-teste autorizados da Prefeitura levaram a torcida do Flamengo de volta ao Maracanã. Segundo a Secretaria Municipal do Rio de Janeiro, mais de uma centena de pessoas foram impedidas de ir aos jogos contra o Grêmio, no dia 15, e Barcelona (EQU), na última quarta-feira, por conta dos protocolos adotados, como a obrigatoriedade da prática de exames para retirar o ingresso.

Ao todo, foram 108 pessoas impedidas de retirarem o ingresso e acessarem o Maracanã. Na partida contra o Grêmio, na Copa do Brasil, o público presente foi de 6.446 torcedores - todos testados. Segundo os dados da Prefeitura, 56 espectadores testaram positivo e não puderam comparecer ao Maracanã.

Diante do Barcelona (EQU), pela semifinal da Libertadores, foram 23.083 torcedores no estádio. Na triagem, respeitando a obrigatoriedade do exame, 52 espectadores testaram positivo para Covid-19 e não puderam assistir a partida.

Daniel Soranz, secretário de Saúde do Rio de Janeiro, falou sobre o tema nesta sexta-feira, reforçando a importância da obrigatoriedade da testagem nos eventos, além do comprovante de vacinação.

- Essa é a importância de testar antes dos eventos. Estamos estimulando a testagem. Quem testou positivo deixa de frequentar os lugares. O teste é necessário, mas entendemos que são eficazes para liminar a entrada de pessoas positivas.

A Secretaria Municipal de Saúde segue acompanhando o caso dos demais torcedores que foram ao jogo para avaliar os impactos dos eventos-teste. Entre os mais de 2 mil testes realizados em colaboradores envolvidos na operação da partida da Libertadores contra o Barcelona, na quarta-feira, o número de casos positivos também representou menos de 1%.

Flamengo