PUBLICIDADE
Topo

Seleção Brasileira

Romário dispara contra seleção e pede queda de Tite: 'Com esse time será atropelado'

Romário em entrevista ao UOL Esporte - UOL
Romário em entrevista ao UOL Esporte Imagem: UOL

23/09/2021 13h53

Personagem principal do tetra, Romário criticou o andamento da seleção brasileira às vésperas da Copa do Mundo de 2022. Apesar da invencibilidade na Eliminatória Sul-Americana, Tite nunca foi unanimidade e convive com cobranças desde a eliminação para a Bélgica em 2018.

Em entrevista ao 'ge', o ex-jogador Romário sugeriu a saída do treinador, apontou o nome ideal para substituí-lo e transpareceu um pessimismo pelo retorno dos anos de glória.

"Nós estamos próximos de uma Copa, eu não sei se dá exatamente tempo de uma mudança de treinador, mas não sou mais a favor do Tite para treinador da seleção brasileira", disse ele, que completou:

"Principalmente pelos resultados negativos que a seleção vem adquirindo quando pega seleções iguais, pouco melhores ou muito melhores. A seleção apresenta um futebol muito ruim. Tecnicamente falando, péssimo. E taticamente, então, nem se fala."

Sobre o nome ideal para ocupar a vaga de Tite, Romário não hesitou em cravar que Renato Gaúcho seria o principal substituto.

"É o treinador brasileiro que mais tem demonstrado resultados positivos. Ele me parece ser o mais competente. Tive a oportunidade de trabalhar com ele no início da carreira dele, era um Renato diferente de hoje. Hoje é muito mais ousado, definitivamente entendeu como é o futebol moderno. O Renato, na minha opinião, tem a confiança do grupo onde ele é o treinador", explicou o ex-jogador, que argumentou:

"Pelo menos no meu entendimento, uma mudança de treinador no caso agora, já que não tem tempo, pelo menos diminuiria um pouco o prejuízo. Não adianta é ano que vem resolver isso, aí realmente fica em cima."

Por fim, Romário ainda reforçou que está com a esperança em dia para torcer pelo Brasil no torneio. Para ele, o título seria importante para não passar o ciclo de 24 anos sem ser campeão da Copa do Mundo. O último título foi em 2002.

"A gente tem que ter sempre esperança, e eu terei sempre, a gente vai torcer pro Brasil ser campeão no ano que vem para não passar esse ciclo de novo de 24 anos sem ser campeão, mas vai ser difícil com esse time que es aí. Com essa forma de jogar, o Brasil vai ser atropelado. Tomara que eu esteja enganado", finalizou.

Seleção Brasileira