PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Representante do país em Tóquio, Lucas Verthein é atração do Brasileiro de Remo

23/09/2021 14h45


As raias da Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro, receberão neste fim de semana o único representante do Brasil no remo nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. Atleta do Botafogo, Lucas Verthein, aos 23 anos, é uma das atrações do Campeonato Brasileiro de Remo e Para-Remo. Detentor de 39 títulos nacionais, ele disputará cinco provas, dentre elas a categoria Single Skiff, a mesma na qual conquistou o 12º lugar no Japão, melhor resultado do país em uma Olimpíada.

E é justamente no barco single skiff que começa a saga de Lucas no Brasileiro. Nesta sexta-feira, às 11h40, ele já estará na água para colocar seu favoritismo à prova, contra remadores de Corinthians, Remo Brasília, Sport Recife e dois do Flamengo. Lembrando que a final no remo é disputada por um máximo de seis barcos. O público pode acompanhar as chegadas no Estádio de Remo da Lagoa, de forma gratuita.

- A primeira prova das cinco que disputarei é a que eu mais gosto, o Single Skiff, a que eu tenho mais resultados na carreira e, querendo ou não, é a que estou mais ansioso para competir. Por ser o Brasileiro, a expectativa é sempre muito alta, por poder se mostrar o melhor do seu país. E o que é importante demais pra mim: representando o Botafogo e levando o clube junto comigo - disse Lucas, que defende a Estrela Solitária desde os 14 anos de idade.

Apesar de já ter disputado o Estadual, será a primeira grande aparição de Lucas depois de estrear em Jogos Olímpicos. Por isso mesmo, ele sabe que sua responsabilidade aumenta muito, mas impressiona sua capacidade de ajustar o foco e seguir forte para atingir seus próximos objetivos.

- Venho de um pico de performance nos Jogos Olímpicos, o que não significa que isso vai me afetar de alguma forma. Muito pelo contrário. Estou ainda mais motivado. Acredito que possa fazer ótimas corridas aqui, o que só vai me preparar para o futuro, para meus outros objetivos, que são os Jogos Sul-Americanos, o Pan-Americano e a próxima Olimpíada. Sempre treinei para ser o mais veloz do mundo e sei que o momento é de muita responsabilidade, de muito foco. Mas estou preparado - disse o atleta.

Nova parceria no Double Skiff e mistos com o Corinthians

O sábado será o dia mais pesado para Lucas, com a disputa de três provas. Logo na primeira, o Double Skiff, porém, ele não terá a companhia de seu parceiro desde 2017. Uncas Batista está lesionado, mas o representante brasileiro em Tóquio está confiante na nova dupla formada para essa edição do Brasileiro.

- Realmente, há quase cinco anos que tenho o Uncas como parceiro no Double Skiff. É o primeiro Brasileiro que não terei ele junto comigo. Vou descer com um garoto novo, o Jean, que tem um futuro promissor, e tenho certeza de que faremos um grande trabalho. Na sequência vem o 4 Sem, num misto com atletas do Corinthians. Primeira vez que remaremos juntos, pouco tempo para acertar o barco. Ainda no sábado, o Oito Com, outro barco misto com eles. Por fim, o Four Skiff no domingo. Espero entregar o meu melhor e dar orgulho a todos que me acompanham e àqueles que ainda podem conhecer o esporte e se apaixonar - afirmou Verthein.

Futebol