PUBLICIDADE
Topo

Futebol

No Estádio do Café, CSA vence e afunda o Londrina no Z-4 da Série B

18/09/2021 18h28


Medindo forças na tarde deste sábado, no estádio do Café, pela 24ª rodada do Brasileirão Série B, Londrina e CSA só pensavam em uma coisa antes da partida começar: vencer. Com ambos os times brigando para deixar as últimas posições, quem se deu melhor foi o Azulão que, por sua vez, encontrou seus gols ainda na etapa inicial, fechando a conta em 2 a 0.

Com o resultado, a equipe comandada por Mozart chegou aos 32 pontos, ficando na 12ª posição. Já a equipe comandada por Marcio Fernandes, por conta do novo tropeço, acabou estacionando na 18ª colocação com seus 21 pontos.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

CSA VAI PRA CIMA NO INÍCIO

Mesmo jogando longe de seus domínios, a equipe do CSA não se intimidou pelo fato de ser visitante e, desde os primeiros movimentos, buscou seu gol. Entretanto, até meados dos 15 minutos, apesar de ficar mais com a posse de bola, além de aparecer mais em seu campo de ataque, poucos foram as oportunidades criadas contra o goleiro Dalton, mantendo o placar sem alterações.

Por outro lado, o Londrina, quando conseguia se organizar mais, até esboçou uma tentativa de equilibrar as coisas. Sendo assim, neste período, finalizou pela primeira vez com Júnior Pirambu, com uma cabeçada que passou raspando na trave para lamentação do atacante.

AZULÃO NÃO DESISTE E MARCA DOIS AINDA NA ETAPA INICIAL

Com o tempo passando, o time alagoano não dava sossego ao adversário. Chegando por mais algumas vezes, desta vez com perigo, teve duas boas chances com Nilson e Marco Túlio, sendo a última dando trabalho a Dalton que fez boa defesa no lance, quase abriu o placar no Estádio do Café.

Após a parada técnica para reidratação, o Tubarão parece que não estaria disposto a ficar apenas na defesa e tentou arriscar mais. Porém, a reação não surtiu efeito. Na reta final da etapa, aos 40 minutos, Yuri, aproveitando cruzamento de Castilho, só teve o trabalho de dar um toque para o fundo das redes marcando o primeiro dos visitantes.

O gol, de fato, empolgou a equipe de Mozart em campo. Sendo assim, momentos depois, aos 48, em um novo cruzamento, desta vez de Ernandes, a bola chegou a Iury, que dominou bonito de perna direita, porém finalizou de perna esquerda marcando um bonito gol, fechando o marcador parcial em 2 a 0.

AZULÃO DESPERDIÇA CHANCE DE AMPLIAR

Com ambos os times voltando para a etapa inicial, apenas o técnico Márcio Fernandes foi quem optou por mudanças, colocando Gegê e Caprini nos lugares de Lucas Lourenço e Tárik, respectivamente. Entretanto, mesmo com gás renovado, quem novamente teve uma grande oportunidade foram os visitantes. No primeiro minuto de bola rolando, Iury acabou sendo derrubado na área por Saimon, e a arbitragem, sem titubear, marcou pênalti no lance. Porém, na cobrança, Marco Túlio, mesmo batendo forte e rasteiro, acabou mandando para fora mantendo o placar sem alterações.

TROCAS NÃO SURTEM EFEITO

Tranquilo em campo mesmo com o pênalti perdido, o CSA ainda assim não diminuía seu ritmo. Com o relógio correndo, apesar das diversas trocas realizadas pelos dois comandantes, poucos foram os lances de perigo de gol, porém com o Londrina tentando descontar no placar, porém sem êxito nas tentativas, dando a deixa para a arbitragem colocar um ponto final no duelo.

FICHA TÉCNICA
LONDRINA 0x2 CSA

Data e horário: 18/09/2021, às 16h30 (de Brasília)
?Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)
Árbitro: Adriano Barros Carneiro (CBF-CE)
Assistentes: Renan Aguiar da Costa (CBF-CE) e Eleutério Felipe Marques Junior (CBF-CE)
VAR: Daiane Caroline Muniz dos Santos (FIFA-SP)

Cartões Amarelos: Lucas Lourenço, 36'/1ºT; Lucão, 38'/1ºT; Gegê, 47'/2ºT; Jhonny Lucas, 48'/2ºT

Gols: Yuri, 40'/1ºT (1-0); Iury, 48'/1ºT (2-0)


LONDRINA: Dalton; Matheus Bianqui, Saimon, Marcão e Felipe; Tárik (Caprini, no intervalo), Johnny Lucas, Lucas Lourenço (Gegê, no intervalo), Celsinho (Luiz Henrique, aos 14'/2ºT) e Gabriel Ramos (Pedro Cacho, aos 36'/2ºT); Júnior Pirambu.
(Técnico: Márcio Fernandes)

CSA: Thiago Rodrigues; Cristovam (Éverton Silva, aos 26'/2ºT), Matheus Felipe, Lucão e Ernandes (Giva Santos, aos 31'/2ºT); Geovane, Yuri e Gabriel; Iury (Reinaldo, aos 31'/2ºT), Nilson (Dellatorre, aos 14'/2ºT) e Marco Túlio (Renato Cajá, aos 14'/2ºT).
(Técnico: Mozart)

Futebol