PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Washington Football Team e New York Giants abrem a semana 2 da NFL em busca da reabilitação

16/09/2021 07h30


O Washington Football Team dará o pontapé inicial da semana 2 da NFL ao receber o New York Giants, nesta quinta-feira (16), no FedEx Field, em Landover, às 21h20 (horário de Brasília). As duas equipes da NFC East buscam a recuperação imediata na liga depois de estrearem com derrotas para Los Angeles Chargers e Denver Broncos, respectivamente e ocupam as duas últimas posições dentro da divisão considerada como a mais fraca da NFL.

A série entre Washington Football Team e New York Giants é amplamente dominada pela franquia da Big Apple, que possui 105 vitórias, 69 derrotas e apenas quatro empates. Sem vencer os Giants desde outubro de 2018, o time da capital dos Estados Unidos quer acabar com o jejum de triunfos que já dura cinco partidas.

Explorar o jogo corrido

Depois de perder o quarterback Ryan Fitzpatrick logo no segundo quarto da derrota para os Chargers e que poderá ficar afastado por até oito semanas, o head coach Ron Rivera, do Washington Football Team aposta em Taylor Heinicke para superar o tradicional rival da NFC East. O backup entrou durante a derrota na estreia e completou 11 de 15 passes, com 122 jardas e um touchdown lançado.

Entretanto, devido à inexperiência de Heinicke, que não começa uma partida de temporada regular desde 2018, é provável que o game plan do Football Team consista em explorar os avanços terrestres com Antonio Gibson, running back que está livre de contusões apesar de ter treinado de forma limitada na última segunda-feira (13). Durante a primeira partida na temporada regular, Gibson produziu 90 jardas no chão, em 20 corridas, mas acabou provocando um fumble que custou caro para o Washington. Depois que Heinicke passar a se sentir mais confortável no pocket na medida que a partida for avançando, Terry McLaurin aparece com a melhor opção de passe disponível para superar a defesa dos Giants.

Na defesa, Chase Young deverá tocar o terror na débil OL do New York Giants que sofreu bastante diante dos Broncos. Ágil e explosivo, Young deverá levar vantagem diante da linha ofensiva adversária.

Minimizar erros

O pior defeito de Daniel Jones é sua "habilidade" em produzir fumbles. Em seu terceiro ano na NFL, o quarterback do New York Giants já perdeu o controle da bola oval em 29 oportunidades, sendo que, em 17, o time adversário ficou com a bola. Para vencer a forte defesa do Washington Football Team, que teve o segundo melhor desempenho da NFL no setor, na última temporada, Jones precisa ter bastante cuidado na proteção da bola e melhorar a tomada de decisões quando for distribuir o jogo.

Mas, é preciso reconhecer que Jones não é apenas o "único" problema ofensivo do New York Giants. O jogo corrido apresentou desempenho muito abaixo do aceitável diante do Denver Broncos. Saquon Barkley, dito como um dos principais running backs da liga e que é dúvida para o jogo desta quinta-feira,, só correu 26 jardas na derrota para os Broncos, mostrando nitidamente que ainda não está 100% fisicamente depois de ter rompido os ligamentos do joelho na temporada passada. Devontae Booker, reserva de Barkley, avançou míseras sete jardas na estreia e o melhor corredor da equipe acabou sendo Daniel Jones, com 27 jardas.

Não dá para triunfar na NFL com um ataque pouco dimensional, ainda mais diante do playbook muito pouco criativo de Jason Garrett, inútil na estreia e que acabaria desperdiçando o talento de um wide receiver do calibre de Kenny Golladay, em campo durante 85% dos snaps dos Giants contra a franquia do Colorado, mas autor de apenas quatro recepções para 64 jardas.

A aposta

De acordo com o Football Power Index, mecanismo de projeções da ESPN, o Washington Football Team é ligeiramente favorito para vencer a partida de abertura da semana 2, com 56% de chances. O New York Giants possui 43.7%.

Ficha do jogo
Washington Football Team x New York Giants
Semana 2 da NFL
Data: Quinta-feira (16), às 21h20
Local: FedEx Field, em Landover, Maryland. Onde ver: ESPN, ESPN APP, Star+ e Game Pass da NFL

Futebol